“Novo Gol”: o popular mais vendido da história do Brasil

18/09/2017 novo gol

Relacionar carros com o povo brasileiro nos remete a alguns modelos específicos, que marcaram época e, por serem populares, se fizeram presentes na nossa cultura. Dentre os mais famosos que rodaram em terras brasileiras, o mais inesquecível talvez tenha sido o Fusca, um clássico da Volkswagen. Nos 60 e 70, quando os carros começaram a se tornar o sonho de consumo das pessoas, principalmente da classe média, ele marcava forte presença nas ruas. Entretanto, na metade dos anos 70, a montadora alemã decidiu concentrar esforços em lançar o seu sucessor. Disso, nasceu o projeto do novo Gol, que foi lançado no Brasil em 1980.

O Gol começou a ser planejado em 1976, e foi desenvolvido levando em conta as necessidades da população na época em relação a transporte e mobilidade urbana. Para o projeto, tomaram como base quesitos como resistência, economia, durabilidade e capacidade para levar cinco pessoas. O nome também foi estrategicamente pensado, visto que se tratava de um lançamento de um carro em um país em que o futebol é uma das maiores – senão a maior – paixão do povo.

Por mais que não esteja mais no auge de outros tempos, com mais de 35 temporadas de vendas, o Gol foi o líder do mercado por 27 anos. Nos dias de hoje, por ter sido primeiro colocado por muitos anos, o Gol seminovo é o usado mais negociado de todos, beirando as 100 mil unidades vendidas por mês na categoria. Para saber mais sobre todas as gerações de um dos populares mais vendidos na história do Brasil, confira o post completo abaixo!

As gerações do novo Gol

Há quase quatro décadas sendo lançado regularmente para o mercado de automóveis, o novo Gol passou por diversas gerações ao longo de sua trajetória. Ao todo, foram seis. Comparar o da primeira geração com o da sexta nos leva a pensar que não é nem o mesmo carro. Porém, com tanto tempo entre um e outro, é plausível que essa diferença seja tão grande. Confira todas as gerações do Volkswagen Gol:

G1 

O Gol da primeira geração chegou ao mercado no dia 8 de maio de 1980, oferecendo um motor 1.3, 47 cv e câmbio com quatro marchas. O modelo foi inspirado nas linhas do Volkswagen Passat, veículo de porte médio da montadora na época, e possuía uma carroceria do tipo hatch. Logo no seu segundo ano de produção, em decorrência de reclamações de consumidores de que o desempenho do carro era muito baixo, o novo Gol teve a potência do seu motor aumentada para 1.6. Ainda durante a primeira geração, a Volkswagen lançou modelos que tinham um visual mais esportivo, como o Gol GT, de 1984.

 

O primeiro Gol, porém, não foi sucesso de vendas logo de cara. Convivendo com o Fusca até 1986, se tornou líder do mercado  de fato apenas um ano após a aposentadoria de seu antecessor. A partir de 1987, esse hatch pontudo e quadrado alemão tomou a dianteira entre os carros mais vendidos, posto que ocuparia por um bom tempo.

 

G2

novo golLançado em 1994, o Gol bola – como era carinhosamente chamado – foi a primeira grande transformação do modelo. Seu design foi um dos fatores que mais chamou atenção do mercado, e, justamente por ser mais arredondado, recebeu o apelido de “bolinha”. Com maior espaço interno, mais segurança e menos ruído, a segunda geração do novo Gol foi uma grande evolução

Em 1997, o “bolinha” começou a ser vendido com injeção eletrônica multiponto em seu motor, o que o tornou ainda mais revolucionário entre os melhores carros populares, visto que foi um dos primeiros a receber o sistema Mi de injeção no motor.  Outra novidade dessa geração foi o início da produção do Gol 4 portas, em 1998, quando, até então, esse número de portas não era bem aceito no mercado brasileiro.

G3

A terceira geração do Gol foi lançada em maio de 1999, trazendo um caráter mais esportivas e mais qualidade na carroceria. As novidades no modelo foram, em sua maioria, feitas em partes do carro pouco palpáveis para os consumidores. Além do visual, nada muito acessível sofreu grande modificação, como um novo painel de comando ou maior espaço-interno. Os investimentos se concentraram em melhorias nas junções e no reforço estrutural do carro – tanto é que o novo Gol foi o primeiro carro do segmento a oferecer 5 anos de garantia contra corrosão na carroceria.

Com essa geração, em 2001, o modelo finalmente superou o número de vendas do Fusca em toda a história e, no mesmo ano, atingiu a marca de 4 milhões de unidades produzidas.

G4

Além de mudanças internas, nessa geração, o Gol ganhou novas traseiras e dianteiras para compor o seu visual. Entretanto, essa foi talvez a versão mais criticada do modelo, principalmente na questão de acabamento e os recursos do painel. Os retoques internos foram os mais criticados entre os consumidores. Com a retirada do revestimento de tecido nas portas – passou a ser de plástico -, tudo ficou mais simples por dentro. O painel da terceira geração do Gol fora muito elogiado por ter todas as medidas estritamente separadas, tornando mais fácil para o motoristas lê-las. Na quarta, o carro veio com um painel muito mais simples, com a utilização de um único aro para leitura, o que dificultava a sua leitura.

G5

Com o lançamento da quinta geração, em julho de 2008, a Volkswagen corrigiu os erros de acabamento e voltou a ter uma avaliação positiva do seu carro. O Gol ganhou uma nova plataforma, proporcionando maior altura e largura. A versão foi ainda mais arredondada e estilosa do que as anteriores. Até o lançamento da sexta geração, foi na quinta que houve a última drástica mudança de visual. A nova suspensão e o sistema de direção reformulado, inspirados no Polo, outro automóvel da Volkswagen, deram ao Gol mais estabilidade e dirigibilidade – muito maior do que a da geração anterior.

Em 2009, no segundo ano de comercialização da sua quinta versão, o Gol atingiu o maior número de vendas em um ano desde o seu lançamento em 1980: 303.051 unidades vendidas.

G6

Lançada em 2012, a sexta geração lançou um novo Gol padronizado em relação aos outros automóveis da Volkswagen. O modelo passou a ser mais moderno, bonito e esportivo. Entretanto, para dar lugar ao padrão que já havia sido implementado em outros carros da montadora – por exemplo, o Fox -, o Gol perdeu muito da sua originalidade. Na dianteira, novos faróis, grade, capô e pára-choques compunham o visual. Já na traseira, os faróis foram redesenhados, assim como a tampa do porta-malas. Por dentro, apenas mudanças quase imperceptíveis.

Curiosidade: nessa geração, a Volkswagen lançou um Gol com duas portas, algo que não acontecia desde a quarta versão.

Pensando em por o seu Gol à venda mas não sabe ainda como? A Instacarro compra o seu carro em até 90 minutos, sem fazer você passar por nenhuma dor de cabeça. Entre no site para receber uma cotação grátis do seu Gol!

Venda o seu carro em 3 passos

venda de carros

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *