Pneu do carro: veja os cuidados mais importantes

02/05/2018

Muitas vezes, por causa das turbulências do cotidiano, deixamos passar alguns detalhes importantes sobre nossos veículos. Um bom exemplo disso são os cuidados com o pneu do carro que, por vezes, só lembramos quando as peças começam a ficar gastas e precisam ser substituídas — e bem sabemos que a troca não é nada barata!

No entanto, com algumas atitudes preventivas, você pode evitar desgastes prematuros e manter seu carro seguro e com boa dirigibilidade. É importante lembrar que dirigir com pneus em estado irregular é uma infração grave que acarreta cinco pontos na carteira, além de multa.

Então, para evitar prejuízos e inseguranças, preparamos algumas dicas para ajudar você a cuidar do seu pneu de carro. Acompanhe!

Quando devo e como trocar o pneu do carro

Uma das vantagens dos cuidados com o pneu do carro está na facilidade com que se pode notar que eles não estão em bom estado. Os sulcos devem ser verificados constantemente para identificar se os pneus estão gastos ou não. Ao observá-los, o ideal é que a profundidade do sulco esteja acima de 1,6 mm.

Para fazer a verificação, devem ser analisados os indicadores (conhecidos como TWI), que podem ser reconhecidos por um triângulo ou círculo encontrado entre os sulcos. Verifique também se não existem bolhas ou calosidades nas laterais do pneu, pois elas indicam que a estrutura interna foi comprometida. Por fim, retire resíduos ou qualquer tipo de sujeira que tenha se acumulado ou ficado presa às bandas de rodagem. Agora que já falamos como trocar pneu de carro, falaremos a seguir sobre como calibrar pneu de carro.

Verifique a pressão e calibragem

Quando o assunto é pneus para carros, é importante saber que a pressão incorreta prejudica muito o pneu, tanto que é considerada uma das grandes vilãs do desgaste prematuro. Ela coloca sua segurança em risco e faz com que o veículo apresente um consumo de até 20% a mais de combustível. Para evitar problemas, cheque as condições da pressão em intervalos de no máximo duas semanas. Diminua o período se você usa seu veículo em condições severas.

Está com dúvidas de como encher o pneu do carro? É simples: para calibrar pneu de carro e manter a pressão correta, use aquela indicada no manual do proprietário. Caso você não tenha o documento em mãos, poderá verificar as especificações em etiquetas que ficam, geralmente, nas laterais das portas ou na tampa do tanque de abastecimento.

Na calibragem de pneu de carro os pneus devem sempre estar frios e é importante não esquecer de verificar o step. Uma dica é calibrá-lo com um pouco a mais do que a pressão indicada, pois com o tempo ele tende a perder ar. É importante também usar um calibrador seguro e de confiança. Nada de usar bomba para encher pneu de carro!

Fique atento ao excesso de peso

O peso também influencia muito no desempenho dos pneus. O excesso de carga pode levar a deformidades, além de prejudicar a suspensão, amortecedor e embreagem, causando o aumento do consumo de combustível. Claro que algumas vezes pode acontecer de o carro rodar com cargas pesadas, mas o risco está em tornar isso uma rotina.

Se está em dúvida sobre o peso máximo indicado para seu carro, verifique o manual do usuário que, além de trazer essa informação, também indicará a calibragem adequada para rodar com o carro vazio ou lotado. Seguir corretamente essas orientações poupará seu veículo e proporcionará uma viagem mais segura para todos.

Pneu do carro: realize o rodízio

Esse procedimento é importante para compensar a diferença dos desgastes sofridos entre os pneus dianteiros e traseiros, aumentando a durabilidade e garantindo a eficiência na rodagem. A diferença do desgaste acontece porque os pneus estão sujeitos a cargas diferentes na frente e atrás, além do desgaste causado pelas frenagens ser diferente em cada posição.

É indicado realizar o rodízio a cada cinco ou dez quilômetros, dependendo das condições de uso do carro. Em caso de dúvida, verifique o manual do veículo — além de indicar a quilometragem, ele específica como fazer o rodízio corretamente. Lembre-se de sempre incluir o step no rodízio.

Faça o balanceamento

Um dos cuidados com o pneu do carro é a realização correta do balanceamento. A falta desse procedimento prejudica a dirigibilidade do veículo e faz com que ocorra perda na tração e na estabilidade, acentuado o desgaste em determinadas peças.

O alinhamento correto evita o desgaste irregular do pneu, garantindo um rolamento eficiente e seguro. Para isso, é necessário que os quatro pneus sejam do mesmo tamanho e que, no mesmo eixo, ambos apresentem a mesma marca e modelo. É aconselhável que o balanceamento seja feito a cada troca de pneu, quando você sentir trepidação ou vibrações nas rodas ou, ainda, a cada 100.000 km rodados.

Efetue o alinhamento

O alinhamento do volante tem significativa importância na segurança e boa dirigibilidade. Rodar com o alinhamento incorreto fará com que o volante puxe para um dos lados, comprometendo a estabilidade e segurança do carro durante manobras em curvas. O procedimento correto ajusta o ângulo das rodas perpendicularmente ao solo e paralelamente entre elas.

O desalinhamento pode acontecer por causa de desvios mecânicos, por isso, é aconselhável que após qualquer impacto forte o alinhamento seja verificado. Também é recomendado que seja feito a cada troca de pneu ou manutenção preventiva. Não espere notar instabilidade no volante para procurar um profissional. Também é importante pesquisar sempre qual o melhor pneu para carros, para ter o mínimo de problemas possíveis.

Conduza com cuidado

A maneira como o veículo é conduzido afeta toda sua estrutura, e com os pneus não é diferente. As condições das vias por onde se roda e a frequência que isso ocorre também causam desgastes prematuros nos pneus, além de problemas no sistema de suspensão. Mudanças de temperatura e clima também podem comprometem o estado das peças.

Evite mudanças bruscas na direção ou frenagens inesperadas e, principalmente, não faça o pneu “cantar”, já que isso causa um atrito excessivo e desnecessário contra o solo. Fortes arrancadas também são prejudiciais para os pneus. Uma prova disso é a marca que fica no chão, que nada mais é que uma parte do pneu que ficou para trás.

Praticar os cuidados com o pneu do carro não é tão difícil quanto parece, basta ficar atento aos sinais que o próprio veículo apresenta e realizar verificações visuais. Lembre-se de que, como qualquer outro item, os pneus em boas condições são fundamentais para sua segurança e boa dirigibilidade. Então, fique atento nos detalhes que apresentamos e em qual a melhor marca de pneus para carros que os seus problemas com essa questão serão praticamente anulados.

E você, sempre verifica as condições dos seus pneus automotivos ou apenas lembra deles antes de uma grande viagem? Tem mais alguma dica de como mantê-los sempre em boas condições de uso? Conta para a gente nos comentários e contribua para que mais motoristas estejam sempre seguros!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *