como ser piloto - homem de capacete pilotando em um autódromo

Como ser piloto de carros?

Se você ama automobilismo e gostaria de saber como ser piloto de carros, esse artigo foi pensado para você!

Amantes do automobilismo com certeza já se perguntaram o que é necessário para se tornar um piloto. Porém, as informações de como é o processo não são muito claras e por isso muita gente acaba por desistir da ideia. 

cta blog venda seu carro

Para te ajudar nisso, vamos te mostrar o que tem que ser feito por um condutor comum para se tornar um piloto de competição reconhecido no Brasil. 

Passos de como ser piloto de carros

A primeira coisa que se deve fazer para se tornar um piloto de carro é procurar uma das escolas de pilotagens credenciadas pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) em seu Estado. 

Esse primeiro passo é importantíssimo para a futura carreira, por isso, verifique e confirme junto à Federação de Automobilismo de seu Estado e do Distrito Federal se a escola está mesmo credenciada. Caso contrário, seu curso não terá validade oficial.

Depois disso, você realizará o curso de pilotagem, que tem carga horária em torno de 20 horas. Ao terminar, você tem direito à primeira carteira de piloto (PC) Piloto de Competição. A carreira de piloto de competição, que começa como novato nos campeonatos regionais, têm na sequência crescente a PGC B – Pilotos Graduados de Competição B. Para conseguir essa credencial é necessário realizar um novo curso ou ter uma ótimo desempenho na temporada anterior.

O site oficial da CBA mostra as formas homologadas e quais campeonatos o piloto que tem graduação poderá participar. 

Depois de estar oficialmente pilotando e com a documentação correta, chega enfim a parte mais difícil: conseguir patrocinadores para bancar as despesas para continuar ativo. O passo seguinte é encontrar uma equipe que dispute um campeonato oficial. De preferência, escolha os estaduais, onde o nível técnico é menor e se aprende bastante, ganhando assim experiência.

Depois de ter patrocinadores e experiência, o caminho é escolher a categoria que mais se adapta a você, ou ao seu bolso, conversar bastante com outros pilotos e acelerar. Os caminhos do automobilismo são os carros de Turismo e suas respectivas competições. 

Documentação da Carteira de Piloto

Para qualquer interessado ou aspirante à pilotagem profissional em São Paulo, por exemplo, é necessário filiar-se à entidade máxima do esporte, a CBA e a FASP (Federação de Automobilismo de São Paulo).

como ser piloto - mulher colocando capacete para pilotar kart e homem de macacão observando

Para se filiar é necessário pagar uma anuidade que dá direito a seguro de saúde durante as provas competidas, contra invalidez, de óbito e para eventuais despesas médicas. Já os documentos necessários são: 

  • Cópia do seu RG;
  • Exame médico;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e para os pilotos menores de 18 anos, Termo de Responsabilidade padrão da FASP/CBA, com firma reconhecida do responsável;
  • Diploma de Escola de Pilotagem, para os pilotos iniciantes, que pretendem tirar carteira de piloto graduado B;
  • Pagamento da Taxa FASP/CBA para o ano em curso.

Salários de um piloto de carro

Ao contrário do que alguns acham, a faixa salarial de um Piloto de Competição Automobilística não é alta. A média do nosso país fica entre R$ 1.825,38 e R$ 3.278,08, levando em conta o salário base de profissionais em regime CLT de todo o Brasil.

Pilotos da Fórmula 1 e seus salários

Ao contrário dos pilotos gente como a gente, os da Fórmula 1 estão em outro padrão, inclusive quanto aos seus salários. De acordo com o site Racefans, o piloto mais bem pago da temporada 2021 foi Lewis Hamilton, da Mercedes. O salário anual dele é de aproximadamente US$ 30 milhões, valor que apesar de alto, apresenta uma redução de US$ 10 milhões em relação ao ano anterior.

formula 1 pilotos 2022

Em seguida, Max Verstappen, principal aposta da Red Bull Racing, com US$ 25 milhões, e Fernando Alonso, que voltou à Fórmula 1 pela Alpine com um salário anual de US$ 20 milhões.

Na parte mais baixa da lista, estão os pilotos das equipes Williams e Haas, com um milhão de dólares por ano, cada, Antonio Giovinazzi, piloto da Alfa Romeo, com US$ 1 milhão e Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, com US$ 0,5 milhão.

A diferença de salários na Fórmula 1 se deve a um fato que influencia toda a vida de um piloto: o patrocínio. A Mercedes e Red Bull se destacam com patrocínios e acumulam vitórias ao longo do tempo. Enquanto isso, equipes com orçamentos menores tendem a ficar no meio ou no fim da tabela de classificação e têm orçamentos que podem chegar a menos da metade do registrado pelas equipes líderes.

Posts relacionados

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Índice de roubos e furtos caí em 11% no primeiro trimestre de 2024, Fiat Strada entra no ranking dos carros…
Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

O novo Nissan Sentra 2025 foi lançado em duas versões, sendo a opção de entrada Advance com o preço inicial…
Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Que tal conhecer um pouco da garagem do astro de Hollywood chileno Pedro Pascal? Pedro Pascal, aclamado ator chileno, não…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *