como ser piloto - homem de capacete pilotando em um autódromo

Como ser piloto de carros?

Se você ama automobilismo e gostaria de saber como ser piloto de carros, esse artigo foi pensado para você!

Amantes do automobilismo com certeza já se perguntaram o que é necessário para se tornar um piloto. Porém, as informações de como é o processo não são muito claras e por isso muita gente acaba por desistir da ideia. 

cta blog venda seu carro

Para te ajudar nisso, vamos te mostrar o que tem que ser feito por um condutor comum para se tornar um piloto de competição reconhecido no Brasil. 

Passos de como ser piloto de carros

A primeira coisa que se deve fazer para se tornar um piloto de carro é procurar uma das escolas de pilotagens credenciadas pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) em seu Estado. 

Esse primeiro passo é importantíssimo para a futura carreira, por isso, verifique e confirme junto à Federação de Automobilismo de seu Estado e do Distrito Federal se a escola está mesmo credenciada. Caso contrário, seu curso não terá validade oficial.

Depois disso, você realizará o curso de pilotagem, que tem carga horária em torno de 20 horas. Ao terminar, você tem direito à primeira carteira de piloto (PC) Piloto de Competição. A carreira de piloto de competição, que começa como novato nos campeonatos regionais, têm na sequência crescente a PGC B – Pilotos Graduados de Competição B. Para conseguir essa credencial é necessário realizar um novo curso ou ter uma ótimo desempenho na temporada anterior.

O site oficial da CBA mostra as formas homologadas e quais campeonatos o piloto que tem graduação poderá participar. 

Depois de estar oficialmente pilotando e com a documentação correta, chega enfim a parte mais difícil: conseguir patrocinadores para bancar as despesas para continuar ativo. O passo seguinte é encontrar uma equipe que dispute um campeonato oficial. De preferência, escolha os estaduais, onde o nível técnico é menor e se aprende bastante, ganhando assim experiência.

Depois de ter patrocinadores e experiência, o caminho é escolher a categoria que mais se adapta a você, ou ao seu bolso, conversar bastante com outros pilotos e acelerar. Os caminhos do automobilismo são os carros de Turismo e suas respectivas competições. 

Documentação da Carteira de Piloto

Para qualquer interessado ou aspirante à pilotagem profissional em São Paulo, por exemplo, é necessário filiar-se à entidade máxima do esporte, a CBA e a FASP (Federação de Automobilismo de São Paulo).

como ser piloto - mulher colocando capacete para pilotar kart e homem de macacão observando

Para se filiar é necessário pagar uma anuidade que dá direito a seguro de saúde durante as provas competidas, contra invalidez, de óbito e para eventuais despesas médicas. Já os documentos necessários são: 

  • Cópia do seu RG;
  • Exame médico;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e para os pilotos menores de 18 anos, Termo de Responsabilidade padrão da FASP/CBA, com firma reconhecida do responsável;
  • Diploma de Escola de Pilotagem, para os pilotos iniciantes, que pretendem tirar carteira de piloto graduado B;
  • Pagamento da Taxa FASP/CBA para o ano em curso.

Salários de um piloto de carro

Ao contrário do que alguns acham, a faixa salarial de um Piloto de Competição Automobilística não é alta. A média do nosso país fica entre R$ 1.825,38 e R$ 3.278,08, levando em conta o salário base de profissionais em regime CLT de todo o Brasil.

Pilotos da Fórmula 1 e seus salários

Ao contrário dos pilotos gente como a gente, os da Fórmula 1 estão em outro padrão, inclusive quanto aos seus salários. De acordo com o site Racefans, o piloto mais bem pago da temporada 2021 foi Lewis Hamilton, da Mercedes. O salário anual dele é de aproximadamente US$ 30 milhões, valor que apesar de alto, apresenta uma redução de US$ 10 milhões em relação ao ano anterior.

formula 1 pilotos 2022

Em seguida, Max Verstappen, principal aposta da Red Bull Racing, com US$ 25 milhões, e Fernando Alonso, que voltou à Fórmula 1 pela Alpine com um salário anual de US$ 20 milhões.

Na parte mais baixa da lista, estão os pilotos das equipes Williams e Haas, com um milhão de dólares por ano, cada, Antonio Giovinazzi, piloto da Alfa Romeo, com US$ 1 milhão e Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, com US$ 0,5 milhão.

A diferença de salários na Fórmula 1 se deve a um fato que influencia toda a vida de um piloto: o patrocínio. A Mercedes e Red Bull se destacam com patrocínios e acumulam vitórias ao longo do tempo. Enquanto isso, equipes com orçamentos menores tendem a ficar no meio ou no fim da tabela de classificação e têm orçamentos que podem chegar a menos da metade do registrado pelas equipes líderes.

Posts relacionados

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *