Confira os carros que deixaram de ser fabricados em 2021
ford ka titanium sedan r 70 mil

Confira os carros que deixaram de ser fabricados em 2021

Dos modelos veteranos às partidas repentinas; veja os carros que deixaram de ser fabricados no Brasil em 2021.

Alguns carros seguem fazendo sucesso até o fim, enquanto outros se arrastam no mercado por motivos nem sempre tão claros para o consumidor. A verdade é que a hora da despedida chega para todos os automóveis.

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

Confira a seguir a relação dos carros com produção encerrada no mercado automotivo brasileiro em 2021.

Ford Ka e Ka Sedan

mais vendidos instacarro junho 2021 Ford Ka

O hatch Ford Ka e três volumes Ka Sedan fecharam 2020 na lista de modelos de maior sucesso em seus segmentos. Mas há exato um ano, no dia 11 de janeiro de 2021, a marca do oval anunciou de maneira bombástica o fechamento das suas fábricas no Brasil.

Na época, a Ford anunciou que a decisão foi tomada com base nos impactos da covid-19 e como parte de um plano global de reestruturação da empresa. A empresa segue presente no mercado automotivo brasileiro com os importados Mustang, Transit, Ranger, Territory e Bronco Sport. Em breve, a marca irá lançar ainda a picape Maverick.

Ford EcoSport

Além dos carros da família Ka, o SUV compacto EcoSport também foi uma vítima do fechamento das fábricas da Ford no Brasil.

Lançado em 2003, o modelo desenvolvido no Brasil foi o primeiro entre os nacionais a apostar na fórmula de uma carroceria de utilitário esportivo sobre a base de um carro compacto.

Apesar de ter dominado o mercado em sua primeira década de vida, o modelo – já em sua 2ª geração – perdeu mercado com a chegada de modelos como o Jeep Renegade (2015) e Nissan Kicks (2016).

Troller T4

carros-deixaram-fabricados-2021-troller_tx4_13

Surgida como uma empresa independente na cidade de Horizonte (CE), em 2001, a Troller se tornou propriedade da Ford em 2007.

A marca era conhecida pelo seu modelo T4, um utilitário 4×4 com boa procura pelos fãs de off-road pelas suas capacidades extremas.

O T4 foi vítima da decisão da Ford de fechar as suas fábricas brasileiras. Inicialmente, o fabricante afirmou que queria vender as instalações de produção e o projeto para outras empresas. Mas depois acabou voltando atrás na decisão.

Citroën C3 e Aircross

carros mais valorizados citroen c3 28

Já bastante defasados em relação à linha europeia, o compacto Citroën C3 de 2ª geração e o aventureiro Aircross se despediram do mercado brasileiro no início de 2021.

Mas ambos serão substituídos por uma nova família de produtos, feita sobre CMP e também com fabricação na unidade industrial de Porto Real (RJ).

O primeiros deles será justamente o novo C3, que estreia este ano com uma pegada aventureira.

Toyota Etios Hatch e Sedã

toyota etios

O Toyota Etios chegou ao Brasil em 2012 e foi a primeira aposta da marca japonesa, mais conhecida pelo médio nacional Corolla e pelos carros importados, na faixa de entrada do mercado brasileiro.

De projeto indiano, o Etios chocava pela sua simplicidade. Mas sempre foi elogiado como um carro bom de dirigir e pelo bom espaço interno.

Ganhou sofisticação nos últimos anos, mas nunca engrenou em vendas. Em março, a Toyota anunciou que iria manter a produção do modelo apenas para exportação.

Volkswagen Up!

instacarro volkswagen_cross_up_32

Em abril, foi a vez de a Volkswagen anunciar o fim da produção do Brasil do Up! Lançado em 2014, o subcompacto posteriormente se tornou sucesso de crítica com o bom desempenho das suas variações com a mecânica 1.0 TSI.

Com visual diferentão e projeto moderno, foi o primeiro Volkswagen brasileiro equipado com o motor 1.0 de três cilindros, que nos anos seguintes se tornaria padrão nos compactos da empresa.

Mas nunca engrenou em vendas. Nos últimos meses, estava disponível apenas com o motor turbo e com apenas quatro lugares. Por conta da mudança na legislação brasileira que passou a exigir apoio de cabeça e cintos de três pontos para todos os ocupantes. Algo não previsto inicialmente no projeto do modelo.

Volkswagen Fox

carros vendidos fipe vw fox

Outra baixa de 2021 foi a do compacto Fox, que era produzido em São José dos Pinhais (PR) desde 2003. Nascido para substituir o Gol, acabou não cumprindo este papel.

Mesmo assim, foi até o final de seus dias um modelo bom de loja. Nos últimos anos como uma opção de carro completo e com motor 1.6 por um preço próximo ao dos compactos 1.0 aspirados.

No ano passado, somou 17.946 emplacamentos. Número pouco inferior ao bem mais atual Polo (19.196). Mas a Volkswagen preferiu retirar o Fox de linha para expandir a capacidade produtiva do SUV T-Cross.

Chevrolet Montana

caminhonetes-ate-R$-70-mil-chevrolet-montana-1

Inicialmente derivada do Corsa, a picape leve Montana foi lançada em 2010 numa 2ª geração, com uma carroceria de linhas polêmicas e feito sobre a plataforma do hatch Agile.

Saiu de cena em maio e seguiu os seus últimos anos no mercado praticamente sem sofrer modificações. Inclusive mantendo o motor 1.4 Família I da geração Econoflex.

A Montana irá ressurgir como uma picape de porte maior. Derivado do SUV Tracker, o novo modelo irá competir diretamente com a Fiat Toro.

Honda Civic, Fit e WR-V

carros mais vendidos instacarro honda fit

O fim de 2021 marcou uma revolução dentro da filial brasileira da Honda, com o fim da produção local dos veteranos Civic, Fit e também do aventureiro WR-V (que já testamos aqui no Blog da InstaCarro), modelo derivado do monovolume.

O Civic irá se manter presente no mercado em uma nova geração, agora importada, enquanto suas versões de entrada serão cobertas pelo City sedã de nova geração.

Já o Fit será substituído pelo novo City Hatch, que estreia no mercado em março. Para compensar a troca de um monovolume por um hatch, o novo modelo irá preservar o sistema versátil de assentos do carro que sai de linha.

Fiat Uno, Doblò e Grand Siena

fiat uno ciao

A entrada em vigor do novo padrão de emissões Proconve L7 neste ano acelerou também o fim da produção em 2021 de alguns modelos da Fiat tradicionais no mercado.

O furgão Fiat Doblò estava em produção desde 2001. Mas nunca avançou além da 1ª geração. Já o Fiat Grand Siena foi lançado em 2012 e era o único remanescente da linha Palio ainda em linha. Era conhecido como o único modelo a sair de fábrica pronto para GNV.

Mas a ausência mais sentida é a do Fiat Uno. A geração atual chegou ao mercado em 2010, chamando atenção pelo seu visual ousado. Mesmo em baixa no mercado, ainda tinha bons números de venda (20.555 emplacamentos em 2021). Se despede com uma (merecida) série especial Uno Ciao.

Renault Sandero R.S.

Sandero R.S. Finale

Outra vítima do Proconve L7 foi o esportivo Renault Sandero R.S. Apresentado em 2015, foi o primeiro carro brasileiro da marca a ganhar uma preparação da Renault Sport, o braço esportivo do fabricante francês.

O seu desempenho e o acerto dinâmico eram elogiáveis. Mas o veterano motor 2.0 16V de 150 cv era um projeto antigo, herdado das Scénic dos anos 2000, e cobrava a conta do com rendimento com alto consumo.

Assim como o Uno, o Sandero R.S. também recebeu da Renault uma homenagem especial de despedida.

Posts relacionados

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *