Anúncios de venda de carros: 6 erros que você não pode cometer

21/01/2019 anúncios de carros

Pensando em vender seu veículo, mas ainda tem dúvidas sobre a maneira mais eficiente de fazer anúncios de venda de carros para fazer negócio sem dores de cabeça, de forma rápida e lucrativa? Pois bem, neste artigo trataremos das questões mais comuns durante esse processo.

Não cometer alguns erros básicos é fundamental para que você tenha um bom anúncio e consiga assim ter um resultado satisfatório na negociação. Se você se questiona sobre como evitar essas falhas, acompanhe este artigo até o final e confira todas as dicas que daremos!

1. Ser genérico ou falhar na descrição do carro

Quando um comprador procura por um carro na internet, vários são os detalhes que o levam a se interessar por um anúncio — o tipo de veículo, ano, modelo e valor que cabe no orçamento ou na sua capacidade de compra, por exemplo.

Quando ele encontra o que procura e atende a esses parâmetros, o próximo passo é checar a descrição do automóvel, a qual será fundamental para que o interesse em comprar continue. Por isso, evite apresentar informações genéricas no conteúdo do enunciado.

Opte por uma descrição mais completa, objetiva e clara, que ofereça dados sobre o histórico do automóvel, tipo de combustível, quilometragem rodada, estado de conservação do veículo e de itens como pneus, pintura e manutenção.

2. Não colocar o preço certo do carro no anúncio

Outro erro comum é falhar no valor da proposta do anúncio colocando um preço muito alto ou bem abaixo do valor de mercado. Nos dois casos, o consumidor pode rechaçar o anúncio logo de cara, se desinteressando por achar que está muito barato e pode ser uma fraude, ou que está muito caro e não é possível negociar.

Procure em sites especializados as tabelas que dão referência de valores para auxiliar nessa tarefa, e não cometa o erro de precificar de forma equivocada o seu veículo. Uma alternativa ainda é recorrer para uma vistoria técnica que fará uma melhor avaliação do seu automóvel, eliminando as chances de falha na precificação.

3. Fotos de má qualidade nos anúncios de carros

Dizem que uma imagem vale por mil palavras, por isso, valorize seu anúncio com fotos de qualidade que destacam detalhes do carro como os acessórios, o estado de conservação, alguns aspectos internos e externos.

Alguns especialistas afirmam que o ideal é que se coloque de seis a nove imagens, contemplando todos os lados do carro. No entanto, se a plataforma utilizada permitir, quanto mais imagens melhor para o possível comprador avaliar se entra em contato para negociação ou não.

Para apresentar boas fotos você não precisa ser um profissional da fotografia e pode até mesmo utilizar seu smartphone para obter um bom resultado. Basta seguir as seguintes dicas:

  • cuide da iluminação do local;
  • use um ambiente agradável como cenário para as fotos, de preferência em áreas abertas;
  • deixe o carro limpo e vistoso para a sessão de fotos;
  • mantenha uma distância que o carro fique enquadrado, sem cortes;
  • tire fotos do painel com cuidado para que o mostrador fique nítido.

4. Divulgar somente em redes sociais

As redes sociais podem parecer um bom canal de divulgação na internet e certamente muitas pessoas dirão que conseguiram vender um produto ou bem por esse meio. No entanto, quem for anunciar um veículo deve ficar ciente que o alcance das redes sociais é limitado e sua venda pode não se concretizar na velocidade que se espera.

Por isso, focar somente nesse meio para vender um carro pode ser um erro fatal para concretizar um bom negócio. Ao vender pela internet, procure por plataformas que ofereçam condições para que seu veículo fique em destaque e ao alcance de milhões de compradores em todo o país, de forma organizada e segura.

5. Omitir informações relevantes

Já falamos aqui sobre a descrição completa do anúncio com informações claras e abrangentes sobre os detalhes do item anunciado, mas é importante ressaltar um erro muito sério e, por vezes, cometidos pelos vendedores: omitir ou dar uma informação errada sobre o automóvel.

Procure descrever as informações que são diferenciadas, porém, verdadeiras e de fácil comprovação. Por exemplo, se for falar sobre o consumo de combustível, que é a média de litros por quilômetro, procure demonstrar isso com imagens do painel do seu veículo, caso ele disponha dessa informação.

Informações falsas que envolvem a quilometragem, por exemplo, ou até mesmo detalhes na pintura podem levar a uma frustração do comprador, que ficará com grandes chances de desistir do negócio por não se sentir seguro. Então, evite essa prática para a sua tranquilidade e ofereça uma venda mais segura para quem compra.

6. Não citar todos os acessórios do veículo

Mais um erro que pode custar caro para a sua lucratividade na venda ou até atrapalhar na hora de oferecer no site é não citar todos os acessórios que seu carro tem. Além de valorizar o produto, eles são um chamariz para os compradores que sempre procuram vantagens nos negócios.

Assim como os itens originais, a customização é um diferencial que para um público específico pode ser de um valor agregado inestimável. Não esqueça de nenhum acessório na descrição e, se possível, tire boas fotos de cada item para que se possa até mesmo justificar o preço sugerido do veículo.

Pronto, agora que você conhece alguns dos principais erros ao anunciar seu carro, basta colocar em prática as nossas dicas para ter o melhor anúncio. Sem dúvidas, a propaganda é a alma do negócio, por isso, capriche e evite esses erros para conseguir vender bem o automóvel, com um preço justo e de forma rápida.

Embora não exista uma ciência exata para anúncios de venda de carros, ao evitar esses deslizes é possível ter mais segurança e garantia de que será possível fechar negócio. Desse modo, tenha muita atenção ao anunciar o veículo e não deixe de conferir se todas as informações foram colocadas antes de fazer a publicação.

E aí, gostou deste post? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba diretamente na sua caixa de entrada outras informações úteis e relevantes!

descubra como o modelo da instacarro funcionaPowered by Rock Convert

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *