[POST ESTENDIDO] Carros no valor de R$ 60 mil podem ser uma boa opção

27/11/2018

Ultimamente, a grande maioria das ofertas de carros 0 km apresentam valores proibitivos. Quando os preços não são um obstáculo, eles ainda assim não representam o melhor negócio, quando comparamos com o segmento dos usados.

Para entender melhor esse mercado, elencamos boas opções de carros de até R$ 60 mil. Siga a leitura e descubra!

Os motivos para optar pelos usados

Essencialmente, a principal razão de estacionar um veículo usado em sua garagem está na relação custo-benefício, que não consegue ser superada por veículos zero km. Salvo casos extremos, como se compararmos, por exemplo, a manutenção de um luxuoso SUV de 2003 com a de um compacto popular e zero km.

É exatamente nessas circunstâncias que o consumidor precisará estar atento ao mercado de usados. Os mesmos R$ 60 mil podem te garantir um veículo extraordinariamente melhor, mas você precisa reconhecer os custos de posse e manutenção da sua aquisição.

É fundamental que você determine um propósito realístico à sua compra, restringindo as opções e melhorando a sua tomada de decisão. Então, você poderá aproveitar a maravilhosa variedade do mercado de usados, fazendo a melhor compra com o seu orçamento estipulado.

Conscientemente, a compra de um usado quase sempre será melhor do que a de um 0 km. Vamos aos exemplos! Você prioriza conforto? Um usado de R$ 60 mil oferece uma infinidade de itens de conveniência a bordo, enquanto um zero nessa faixa de preço ainda estará na gama de carros de entrada ou intermediários.

O mesmo torna a acontecer se a sua prioridade for segurança. Veículos usados de R$ 60 mil costumam estar mais bem equipados com assistentes eletrônicos e demais itens de segurança passiva e ativa. Estamos falando de carros que há poucos anos representavam uma faixa de preços cerca de R$ 40 mil acima dos atuais zero km. A mesma história se repete no desempenho, na exclusividade e aí por diante.

Os carros de até R$ 60 mil

Sendo assim, elaboramos uma lista com opções conscientes na faixa dos R$ 60 mil. São os melhores negócios e figuram nesta lista pelo excelente pacote de equipamentos e itens de conveniência, apresentando uma ótima relação custo-benefício. Acompanhe!

Chevrolet Tracker 1.8 LTZ 2013/14

Quer um carro com aspecto mais familiar, que ofereça confortos equilibrados nessa faixa de preço e que, sobretudo, seja um SUV com bom custo de manutenção? A Tracker pode ser uma boa pedida para você e sua família. Realizando boas pesquisas você encontrará modelos a partir de 2013 flutuando entre R$ 50 e 65 mil reais.

SUV compacto da norte-americana conquistou o mercado nacional logo ao momento de seu lançamento, representando uma compra consciente mesmo com zero km. No entanto, ao momento do baque da instabilidade econômica sobre o país, todo o mercado automotivo sofreu o impacto violentamente.

Atualmente, a versão comparável da Tracker LTZ de 2014 que é comercializada, a Tracker Premier, custa a partir de R$ 101 mil.

Seus destaques técnicos:

  • motorização 1.8, desempenhando 144 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 306 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria SUV.

Mitsubishi Outlander 2.0 2013/2013

Por exemplo: atualmente, com um valor entre R$ 50 e 60 mil reais compra-se um Fiat Punto novo — modelo que é apenas um hatch premium. Com o mesmo montante, no mercado dos usados, é possível adquirir uma Mitsubishi Outlander, com motor 2.0 e modelo 2013.

A média pedida por donos particulares ou lojistas pelo SUV japonês gira em torno de R$ 58 mil, podendo ser encontrado tanto por R$ 50 mil quanto por R$ 65 mil. Sendo parte da família dos carros grandes, a Outlander é um automóvel muito espaçoso. Fichas técnicas afirmam que o espaço comporta cinco pessoas, mas, aparenta ser o suficiente para umas sete.

Para a família, principalmente, pode ser uma ótima opção. Mesmo sendo grande, o modelo é relativamente potente para a categoria: 160 cavalos, acelerando de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos.

Seu breve descritivo técnico:

  • motorização 2.0 desempenhando 160 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 715 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria SUV.

Volvo C30 2.5 RD Turbo 2012/2012

Se você está em busca de diferenciação, segurança e desempenho, esse Volvo é a melhor opção, definitivamente. A Fipe aponta uma média aferida em R$ 57 mil para esse veículo, que contém uma infinidade de itens de conveniência e conforto.

Além disso, como em todo Volvo, ele conta com inúmeros sensores e controles eletrônicos, constantemente analisando a estabilidade do carro, garantindo a condução mais segura entre todos da lista.

O visual do C30 é o que embala todo o pacote, sendo considerado o carro conceito da montadora sueca, lançado na primeira geração no Brasil, ainda em 2007. No entanto, a cereja do bolo é protagonizada pelo motor 2.5 Turbo, com um desempenho impressionante.

Suas características:

  • motorização 2.5 Turbo desempenhando 230 cv;
  • duas portas e bagageiro com 233 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria coupé.

Volkswagen Jetta 2.0 Comfortline Flex 2013/2014

Por mais que seja um carro de uma montadora famosa pelos seus modelos populares — como o Fusca e, posteriormente, o novo Gol — a Volkswagen também investe em modelos considerados premium. O Jetta é um sedan de elite, famoso pela potência do seu motor e pelo seu poder de arranque.

Apresentado em 2011, o modelo chegou ao país para substituir o Bora — antigo sedan premium da montadora alemã. Em cavalos, sua potência realmente não é das maiores mesmo. Entretanto, os 120 cv são compensando por um valor alto de torque em 18,4 Kgfm.

Quem não dá nada pela velocidade Jetta, muda de ideia quando pisa no acelerador de um: em 11,1 segundos, o carro atinge 100 km/h. Mesmo sendo longo, o modelo não é tão pesado quanto parece, o que propicia uma boa situação de arranque e aceleração.

Para adquirir uma belezinha dessas de modelo 2013/2014 usado, são necessários ao menos R$ 58 mil, podendo ser encontrado até por R$ 53 mil. Se tratando de carros no valor de R$ 60 mil, o Volkswagen Jetta, assim como o seu motor, deixa vários concorrentes comendo poeira.

Algumas informações:

  • motorização 2.0 desempenhando 120 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 510 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria sedã.

Volkswagen Golf 1.4 TSI Comfortline 2014/2015

Precisamos concordar a respeito da versatilidade do Golf. Afinal de contas, a recente geração MK7 renovou o veículo, que já era um sucesso de vendas e público, entre os brasileiros. Tornando a considerar sua versatilidade, entendemos o sucesso desse produto global, aqui no Brasil.

Trata-se de um veículo que divide grande porcentagem de sua mecânica com o primo rico, o Audi A3. Essencialmente, até mesmo a plataforma foi compartilhada nessas gerações, com a implementação da plataforma estrutural e modular MKB, capaz de diminuir os custos de produção e consequentemente, ao consumidor final.

Em suma, a Fipe aponta uma variação de R$ 59.000 a R$ 67.500 para esse legítimo alemão. No entanto, você pode encontrá-lo com certa facilidade ao custo teto dessa lista, R$ 60 mil. Trata-se de um carro confortável, muito bem equipado, com excelente desempenho e um custo de manutenção honesto.

Alguns dados:

  • motorização 1.4 Turbo desempenhando 140 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 313 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria hatch.

Audi A4 2.0 TFSI Ambiente 2011/2011

Sim, um Audi. Estranho né? Logo uma marca que remete tanto a carros luxuosos. Seria mais fácil encontrá-lo na categoria de carros de maior valor. Mas, sendo usado, meu amigo, é possível encaixá-los em carros até R$ 60 mil.

O Audi A4 de 2011 é um exemplo de que isso é possível. Como carro zero, ele é um dos modelos mais caros nas concessionárias da montadora alemã. Joga a favor do consumidor o fato de que logo o ano de 2011 foi o de mais vendas do A4, com 1.708 unidades comercializadas.

Isso ajuda a aumentar a oferta, o que, ligeiramente, abaixa o preço do veículo. Esse Audi é comprido, estiloso e executivo. Robustez e conforto são as metas da montadora com esse modelo. Em termos de potência, possui incríveis 183 cavalos e 32,6 Kgfm de torque, podendo acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 8,8 segundos.

Uma “humilde” bagatela de R$ 60 mil deve ser o suficiente para adquirir um Audi A4. No caso desse modelo, o preço não varia tanto quanto os outros: possivelmente, o menor preço encontrado para o A4 será de R$ 56 mil e o maior de R$ 65 mil.

Algumas características:

  • motorização 2.0 Turbo desempenhando 183 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 480 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria sedã.

BMW X1 2.0 sDrive 4×2 2010/2011

O X1, então, é um dos mais desejados. Justamente porque, sendo o primeiro modelo da linha X, possui um dos preços mais “acessíveis” — que não é tão acessível assim, não é mesmo? O modelo de 2011 foi vendido 4.974 vezes — o melhor desempenho do X1.

No mercado dos SUVs, certamente, a BMW X1 é uma das mais equipadas da categoria. Isso ajuda na hora de escolher o carro novo. Dentre os carros no valor de R$ 60 mil, dificilmente encontraremos um modelo com mais acessórios e equipamentos do que a X1.

Além disso, a sua robustez e digna de elogios, bem como seu o acabamento. O carro é lindíssimo, sem sombra de dúvidas. Para adquiri-lo, ao menos R$ 58 mil. Ao menos. Mesmo sendo um dos carros no valor de 60 mil, a média, no entanto, é de R$ 64 mil.

Seus destaques:

  • motorização 2.0 desempenhando 150 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 420 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria SUV.

Mercedes-Benz C 180 1.6 CGI Sport 2013/2013

Na onda do luxo em carros no valor de 60 mil, a Mercedes-Benz é mais uma marca que pode ser encontrada nessa faixa de preço a um bom custo-benefício. O Classe C 180, na verdade, é considerado um veículo muito mais caro do que os carros seminovos até R$ 60 mil, mas, assim como outros modelos desse post, é possível, sim, achá-lo por uma bagatela gorda de R$ 59.990.

Isso vai demandar uma extensa pesquisa, ok, mas para se ter uma Mercedes-Benz desse calibre na garagem vale o esforço, não é mesmo? Mesmo sendo um sedan 1.6 com motor CGI Sport, o seu consumo é um dos mais baixos não só da categoria, mas do mercado todo. Chega a fazer 15 km/L em algumas ocasiões.

Além disso, por ser um carro da luxuosa montadora alemã, é certo que o conforto, tanto para o passageiro quanto para o motorista, estará em primeiro plano. Com o tanto de tecnologia que Mercedes implementa nos seus modelos, é certo que este é um dos melhores carros no valor de R$ 60 mil disponíveis entre os usados.

Suas características:

  • motorização 1.6 Turbo desempenhando 156 cv;
  • quatro portas e bagageiro com 475 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria sedã.

MINI Cooper 1.6 S Turbo 2012/2012

Agora, um veículo de nicho. Os modelos Cooper não têm nenhuma pretensão de atender a uma família. São carros muito segmentados, para um público que quer absolutamente aquilo que eles propõem. Típicos carros que você ama ou você odeia. Mas por quê?

Bem, os MINI Cooper são — essencialmente — veículos de imagem. Eles trazem o mesmo DNA estilístico que o primeiro Cooper, o 997, desenvolvido ainda em 1961. São carros nostálgicos, vintage e que se sobressaem em qualquer lugar em que aparecem.

A condução dos MINIs é sobretudo divertida. Até por que não teria como não o ser, tratando-se de carrinhos pequenos e leves. No entanto, não são a melhor escolha para quem viaja muito, dada a suspensão rígida e o espaço a bordo limitado.

Características:

  • motorização 1.6 Turbo desempenhando 184 cv;
  • duas portas e bagageiro com 160 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria coupé.

Audi A3 2.0 TFSI Sport 2011/2012

Agora, trataremos do primo rico do Golf, o Audi A3. Você poderá encontrá-lo em uma faixa de preço que flutua dos R$ 50 aos 59 mil, valor sustentado pela Fipe, aferindo média de R$ 58 mil a esse modelo. É uma excelente compra por combinar as qualidades inerentes a um Audi, como o bom pacote de equipamentos, conforto na condução e a bordo, além de um moto muito eficiente.

Informações:

  • motorização 2.0 Turbo desempenhando 200 cv;
  • duas portas e bagageiro com 350 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria hatch.

Audi A1 1.4 TFSI Sportback Attraction 2012/2013

O A1 representa a aposta da Audi no segmento do MINI Cooper, assim como todos os compactos urbanos e premium. O pequeno alemão encontrou o sucesso imediato no Brasil por trazer um belo desenho, aliado a um bom peso e motor.

Você encontrará essa belezura sempre circulando entre R$ 55 e 65 mil, ultrapassando o gargalo da lista em algumas ocasiões, geralmente pela menor quilometragem. Não é um carro para família, mas com certeza, uma opção mais adequada ao consumidor mais despojado e jovem.

Dados:

  • motorização 1.4 Turbo desempenhando 122 cv;
  • duas portas e bagageiro com 270 lt;
  • câmbio automático;
  • carroceria hatch.

E aí, você gostou dessa lista elencando os melhores carros de até R$ 60 mil? Lembrou-se de outros exemplos nessa faixa de preço, que também representam bons negócios? Então compartilhe essa informação conosco e demais leitores, colaborando para que a comunidade faça boas escolhas no mercado de usados!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *