5 sinais que indicam que as válvulas de carro estão desreguladas

10/09/2018

É sempre um grande susto quando você dá a partida no carro e começa a escutar barulhos estranhos ou percebe que o veículo não está se comportando como antes. Logo vem a dúvida sobre o que está acontecendo, não é? Você sabia que, dentre as diversas causas responsáveis por esse problema, as válvulas desreguladas podem ser uma delas e causar impacto nas condições do veículo? Deste modo, andar com um carro batendo válvula não é uma atitude aconselhável. Mas, você sabe o que é válvula de carro?

O comando de válvulas fica junto ao motor e nem sempre recebe a atenção merecida pelos motoristas. Fumaça, ruídos, perda de potência: tudo isso pode ser consequência de problemas nesse conjunto de peças que são fundamentais para o funcionamento do veículo.

Se você não está muito familiarizado com as válvulas, neste artigo, vamos mostrar 5 sinais de que essas peças estão desreguladas ou danificadas e explicar como regular válvula de carro e quais os impactos podem causar no veículo. Acompanhe e aprenda como saber se o carro é 8 ou 16 válvulas!

Confira 5 sinais de válvulas desreguladas

Quando estamos dirigindo, precisamos sempre estar atentos a todas as indicações que o veículo nos apresenta. Se o carro se comporta de alguma maneira diferente ou inesperada, é preciso verificar se não existem problemas ocorrendo em alguns dos sistemas, principalmente com as válvulas do carro.

Separamos os principais sintomas que o carro apresenta quando alguma falha está ocorrendo nas válvulas. Veja!

1. Ruídos

Esse é o sinal mais clássico de que algo de errado está acontecendo nesse comando de peças, seja em carros de 8 válvulas ou em um carro 16 válvulas. O som leve, semelhante ao barulho de uma máquina de costura, indica que a válvula necessita de um ajuste ou que pode estar solta.

Se os ruídos forem mais fortes, isso pode indicar que a peça está desgastada ou danificada e, nesse caso, é indicado que a troca seja realizada.

2. Fumaça

Quando o carro faz fumaça na hora da partida, é o momento para parar em uma oficina. A primeira peça a ser verificada é a válvula, já que, quando ela está com problemas na vedação, o excesso de óleo passa pelo sistema, ocasionando a fumaça.

3. Perda de potência do motor

Vários são os problemas no veículo que apresentam a perda de potência como sintoma, porém, se ela estiver acompanhada de ruídos ou de fumaça, é um sinal de que pode haver uma desregulagem ou falha nas válvulas.

4. Aumento no consumo de combustível

Quando você escuta barulhos, percebe a fumaça no cano de escape somente quando liga o veículo e ainda nota que o carro está consumindo mais combustível, esse é um sinal claro de que o comando de válvulas do motor está danificado.

5. Aquecimento do sistema

Quando o comando da válvula de carro apresenta algum tipo de falha, o motor precisa aumentar a pressão e sobrecarrega o trabalho para chegar à potência necessária. Com isso, pode gerar um superaquecimento do sistema, que leva à parada do veículo.

Saiba como evitar problemas com as peças

Um dos maiores causadores de problemas com as válvulas do veículo é o óleo. A sujeira e os baixos níveis podem danificar ou desgastar as pontas da peça. Com isso, elas podem ser bloqueadas ou não funcionarem da maneira correta. É importante ficar de olho nesse conjunto em todas as revisões programadas, além de estar atento aos sintomas. Deste modo, não é possível afirmar que carro 16 válvulas é ruim, pois a não manutenção também pode desencadear problemas em carros 8 válvulas.

Mas, claro, é sempre possível evitar que os problemas apareçam. Por isso, separamos algumas dicas importantes.

Troca de óleo

Obedeça as indicações do fabricante do óleo que você utiliza. Via de regra, a troca acontece a cada 10 mil quilômetros ou no prazo de seis meses. Use o tipo de óleo mais indicado para o seu veículo de acordo com o manual da montadora. Faça a substituição correta do filtro de óleo a cada duas trocas para evitar o acúmulo de resíduos.

Regulagem das válvulas

A cada revisão, verifique se as válvulas estão apertadas ou podem estar com algum tipo de folga. As peças precisam estar ajustadas para evitar vazamento de óleo e aquecimento do motor durante o uso.

Ajuste de sincronia

As válvulas são fundamentais para o correto funcionamento do motor. Por isso, elas devem ser ajustadas na distância ideal para evitar problemas de pressão e sobrecarga durante o desenvolvimento da potência do motor.

Rotação do motor

Evite trafegar com o carro em rotações muito baixas. Isso pode fazer com que a força seja maior para manter o torque, gerando danos irreversíveis ao motor. A mesma atenção é necessária quando se utiliza o veículo em alta rotação por muito tempo, pois isso pode ocasionar o superaquecimento.

Giro do motor

Dirija observando o giro do motor no painel e não exceda o limite para não causar danos a essa peça. Em casos de constante excesso, as válvulas podem entortar pelo aumento da pressão promovida para manter o giro alto e, com isso, danificar o bloco.

Entenda quais são os impactos no desempenho do veículo

O comando de válvulas merece a atenção do motorista, pois tem fundamental importância no funcionamento e desempenho do veículo. Falhas nesse sistema costumam gerar aumento do consumo de combustível e de óleo.

Os sinais precisam ser analisados de forma conjunta para verificar os problemas. Na prática, se o motorista começa a escutar ruídos, percebe uma fumaça na hora de dar a partida e constata que o carro está com o desempenho de motor mais fraco e o de combustível mais alto, é hora de parar na oficina.

Quando os sinais não são levados em consideração e o motorista continua forçando o veículo sem verificar os problemas, possivelmente ele causará danos graves ao motor. A pressão alterada pode levar o veículo a parar por um bloqueio parcial ou total dos componentes desse item.

Assim como o nosso corpo, o carro também precisa de constantes manutenções periódicas para evitar imprevistos, como as válvulas desreguladas. Se as falhas forem identificadas inicialmente, os reparos podem ser suficientes para solucionar os problemas. Quanto mais trafegar com um veículo que apresenta falhas, maior a chance de danificar peças importantes — o que pode comprometer o funcionamento do motor.

Você curtiu este post sobre válvulas desreguladas e os sinais clássicos desse problema? Consegue agora definir se carro 16 válvulas vale a pena? Então, que tal aproveitar para saber tudo sobre a bateria automotiva e se tornar um expert em carros?

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *