Carros autônomos: um panorama geral sobre essa nova tendência

14/08/2018

Gigantes do setor da tecnologia e do automobilismo, a exemplo da Tesla Motors, Google, BMW, Apple, Uber e Mercedez-Benz figuram como as principais protagonistas na corrida pelos carros autônomos. Olhando mais de perto para aquilo que vem sendo desenvolvido, as perspectivas em termos tecnológicos e em inovação são bastante animadoras. Afinal, estamos falando sobre algo que está redefinindo o atual conceito de mundo automotivo.

Por outro lado, uma infinidade de avanços ainda são necessários para que esses veículos autônomos possam andar pelas vias públicas com segurança. Nos próximos parágrafos, vamos abordar uma série de aspectos importantes sobre a inovação do carro autônomo, seus desafios e impactos. Se você não sabe o que é carro autônomo, continue a leitura!

O que são carros autônomos

A partir dos seus conhecimentos prévios sobre os carros autônomos, vale lembrar que a ideia por trás de um veículo autônomo é a possibilidade de que ele consiga realizar tudo aquilo que o nosso cérebro faz enquanto dirige. Ou seja, todas as situações no trânsito ficam a cargo de computadores e sensores que analisam tudo de forma mais rápida e eficiente do que o ser humano faria. Como resultado, a probabilidade de falhas cai significativamente.

A tecnologia tem uma função fundamental aqui. Afinal, é todo um conjunto de equipamentos e de softwares que processarão as informações para a tomada da melhor decisão. Além disso, não podemos esquecer que esses sistemas são desenvolvidos para analisar e optar pela ação que gere menos riscos em determinada situação.

Principais desafios enfrentados

Boa parte das pessoas que já ouviram falar sobre os carros autônomos podem não se dar conta da série de desafios que essa inovação enfrenta. Para termos uma ideia do que é isso, basta dizer que a mudança de carros conduzidos completamente por pessoas para aqueles semi ou totalmente autônomos é considerada a migração mais drástica desde que trocamos as carroças puxadas por cavalos por motores a combustão.

Há uma série de dilemas morais e jurídicos que ainda precisam ser vencidos. Veja alguns dos aspectos mais importantes relacionados aos principais obstáculos sobre esse tema:

Infraestrutura

As cidades ainda não se encontram completamente preparadas para os carros autônomos. Elas não conseguem acompanhar a velocidade da evolução promovida pelas montadoras e pelas empresas de tecnologia. Para termos uma ideia mais clara, de acordo com a National League of Cities, apenas 6% das cidades norte-americanas estão considerando projetos e adaptações para um futuro próximo.

Como sabemos, os carros autônomos exigirão ainda mais investimentos em termos de tecnologia. A principal preocupação nesse caso é sobre as conexões com a internet, que além de estáveis, precisam oferecer coberturas para redes mais recentes.

Segurança

A questão da segurança é um fator que preocupa as principais cidades do mundo, especialmente no que diz respeito a assaltos e até mortes, como eventualmente vemos ocorrer no Brasil quando algum motorista erra o caminho e acaba em uma região complicada nesses termos.

Legislação

A definição sobre quais seriam as responsabilidades legais em eventos provocados por carros autônomos ainda é muito atrasada, tanto em estudos de desenvolvimento quanto em aplicações práticas.

Fator humano

A presença de um humano também entra na lista de desafios. Os modelos de carros autônomos consideram a programação que receberam em relação às regras de trânsito. O problema surge quando misturamos os carros inteligentes que obedecerão à risca essas regras com motoristas que as desrespeitam, por opção própria ou por não conhecerem as leis do local.

Por exemplo, um condutor pode ficar irritado quando o carro inteligente parar em um sinal mesmo sem nenhum pedestre para atravessar. Como bem sabemos, muitos motoristas se aproveitam de episódios semelhantes. Ou seja, mesmo sem prejudicar ninguém aquela ação não está incorreta. Também pode acontecer de uma nova lei entrar em vigor, nesse caso, o veículo automaticamente seria atualizado com ela enquanto que os motoristas precisam de tempo para a adaptação.

Vantagens dos carros autônomos

Mesmo que algumas pessoas olhem para essa evolução tecnológica com muita desconfiança, não dá para negar que as vantagens são significativas. Ao contrário de nós, humanos, esses veículos podem ter um campo de visão de 360 graus, avaliar situações de risco de forma mais rápida do que uma pessoa, além de reconhecer e tomar decisões com mais agilidade em relação a obstáculos nas estradas.

Além disso, um veículo inteligente não precisa enfrentar alguns problemas muito específicos e inerentes ao ser humano: misturar o consumo de álcool com direção, imprudência no volante, irritabilidade, distrações e cansaço, por exemplo.

A sociedade poderá ver os benefícios e as vantagens dos carros autônomos em diversas frentes como, por exemplo, tráfego mais eficiente e tecnologias que poderão mudar completamente a maneira como viajamos.

Aqui, cabe uma observação interessante: Sabastian Thrun, o criador do carro autônomo do Google batizado de Waymo, tomou a iniciativa de desenvolver algo nesse sentido justamente porque viu de perto o que o trânsito atual pode provocar. Em uma de suas participações no TED ele comentou sobre esse tema e o motivo de ter ingressado nesse setor:

“Aos 18 anos, perdi meu melhor amigo em um acidente de carro e decidi me dedicar a salvar as vidas de um milhão de pessoas por ano”, disse.

Veículos autônomos no Brasil

O Brasil também conta com alguns projetos de sucesso desenvolvidos nessa área. A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) já trabalha há alguns com a questão de carros autônomos no Brasil. No ano passado, o veículo desenvolvido pela equipe de pesquisadores da universidade trafegou pela primeira vez em vias urbanas e em rodovias sem que fosse preciso algum tipo de intervenção humana, que é o que o carro autônomo deve fazer.

Não resta dúvidas de que essa inovação tecnológica mudará completamente algumas tradições e comportamentos mais enraizados na sociedade atual. Como não é possível fugir do progresso, resta à iniciativa privada, aos governos e às universidades (e a quem mais quiser ajudar) desenvolver ações em conjunto tendo em vista agilizar a chegada desse novo jeito de transitarmos pelas nossas cidades.

Por fim, todo esse investimento na área de tecnologia dos carros autônomos acaba refletindo positivamente também nos veículos atuais. Várias tecnologias e aplicações são integradas aos carros mais modernos, resultando em projetos interessantes que tornam a vida do motorista mais prática e segura. Deste modo, no futuro, o interesse por financiar carro autônomo pode ser grande.

Vale lembrar, que se você possui interesse em entender exatamente qual a tecnologia dos carros autônomos, é melhor realizar uma leitura específica.

Então, agora que você conferiu os principais pontos envolvendo um veículo autônomo e aprendeu sobre qual a tecnologia usada por carros autônomos, aproveite e veja nosso post especial sobre outra categoria de veículos: a dos carros híbridos!

descubra como o modelo da instacarro funcionaPowered by Rock Convert

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *