Carros com motores de outra marca?
motor gm fiat 1.8 - carros com motor de outras marcas

Carros com motores de outra marca?

Fiat com motor Chevrolet, Volkswagen com motor Ford e Renault com motor Nissan? Conheça alguns carros com motores de outra marca.

O mercado automotivo, ao tempo que é fechado em alguns quesitos, também pode ser uma verdadeira “salada mista”. Acontece que, em determinados modelos, não basta apenas ver o logo na grade frontal para se certificar que aquele carro é um veículo autêntico daquela marca. 

cta blog venda seu carro

Em alguns casos, as fabricantes realizaram parcerias entre si para fornecer o coração de alguns veículos a empresas concorrentes. Veremos agora alguns exemplos de carros com motores de outra marca:

Ford com motor Volkswagen

Começamos nossa lista carros com motores de outra marca com uma união que ficou muito famosa aqui em nosso país, a Associação de Fabricantes de Veículos do Continente, também conhecida popularmente como Autolatina

A partir de 1987, a Volkswagen e a Ford começaram a compartilhar as mesmas plataformas e motores, tendo como fruto modelos emblemáticos, como as linhas Escort e Del Rey, que em 1989 ganharam o motor da Volkswagen AP 1.8. 

autolatina ford versailles - carros com motores de outra marca

Variações do motor da empresa alemã, com menos (1.6) e mais (2.0) cilindradas também equiparam outros modelos da empresa norte-americana. A união entre as empresas, que por muitos é vista como um sucesso,  durou até 1996. 

Volkswagen com motor Ford

Como dito acima, por conta da Autolatina, modelos da Volkswagen também receberam motores Ford. Gol, Voyage, Saveiro e Parati foram equipados com o motor 1.6 da fabricante com sede nos Estados Unidos, chamado de CHT durante alguns anos.

Esse propulsor ficou famoso por estar por baixo do capô da primeira geração do Gol 1.000, que ganhou uma versão com cilindrada reduzida para 1.0, também utilizada pelo Escort Hobby. Um fato interessante desse motor é que ele inicialmente não foi desenvolvido nem pela Ford, mas sim pela Renault. 

VW Gol 1000 carros com motores de outras marcas

Peugeot com motor Renault

Rivais também se unem nessa list de carros com motores de outra marca. É o que aconteceu com as rivais francesas Peugeot e Renault no início do século XXI. No lançamento do Peugeot 206, em 2001, cerca 70% dos automóveis vendidos no Brasil eram 1.0, porém a Peugeot só tinha um motor 1.1, que não se encaixava na classificação de motores de mil cilindradas justamente pelo 0,1 litro adicional (e por isso pagaria mais imposto).

Como a Peugeot estava no Brasil a pouco tempo e não tinha outra alternativa para reduzir a cilindrada do modelo, a empresa recorreu a sua concorrente Renault, que vendeu o motor 1.0 16V para sua oponente de mercado. Porém, a união acabou em pouco tempo, em 2004.

Mercedes-Benz e Nissan com motor Renault

Muito se engana quem acha que marcas mais requintadas não usam motores de empresas mais “populares”. Prova disso é a Mercedes que usa nos modelos de entrada (Classe A, hatch e sedã, e CLA) um propulsor 1.3 turbo fabricado pela empresa francesa Renault. 

mercedes-benz a 200 sedan frente

Já a Nissan tem uma relação mais profunda com a Renault. No mercado exterior, o Nissan Kicks usa o mesmo conjunto dos modelos da Mercedes – embora que por aqui ele use o conhecido 1.6 aspirado. Além do SUV, o compacto March, entre 2011 e 2015, utilizou o mesmo 1.0 de quatro cilindros e 16 válvulas do Renault Clio.

Renault com motor Nissan

Como dito acima, a Nissan e a Renault tem uma união mais forte, já que ambas fazem parte da aliança global feita em 2016 pelas duas montadoras e a Mitsubishi. Por conta disso, as empresas compartilham novas tecnologias e, obviamente, motores também. 

Atualmente, a maioria dos automóveis que a marca francesa comercializa em nosso país tem mecânica proveniente da parceira japonesa. O motor 1.6 de quatro cilindros e 16 válvulas, que a Renault chama comercialmente de SCe, na verdade, usa o mesmo bloco do motor Nissan, conhecido pelo código XH1. 

renault sandero motor sce

De um lado, esse motor vai no Renault Sandero, Logan, Captur, Duster e Oroch, e do outro, Nissan Kicks, Versa e March. O extinto Fluence, que era argentino, também utilizou um motor 2.0 similar ao do Sentra.

Fiat com motor Chevrolet

motor gm fiat 1.8 - carros com motor de outras marcas

Em 2000, iniciou-se na Europa um acordo importante para o segmento automotivo, pois foi quando a Fiat e a General Motors decidiram compartilhar alguns itens, como motores e até mesmo plataformas. Outro caso clássico de carros com motores de outra marca.

Por aqui, a parceria fez com que um propulsor da empresa norte-americana fosse parar nos veículos da Fiat. O modelo em questão foi o famoso Fiat Stilo, lançado em 2002 no Brasil. O motor GM também esteve presente no Palio, Doblò, Punto e Idea. A aliança acabou em 2005, mas o propulsor continuou na linha Fiat até 2010, quando a marca apresentou a gama E.torQ. O trem de força da GM que esteve em modelos Fiat existe até hoje e equipa a Chevrolet Spin.

Posts relacionados

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Em comemoração aos 40 anos do festival Rock in Rio, a Volkswagen lança uma edição especial do Polo Track A…
Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Modelos híbridos da Lexus ES 300h e NX 350h recebem novos equipamentos como sistema de som Mark Levinson e carregador…
Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Investimento da Stellantis em Porto Real terá foco na plataforma CMP do C3 e C3 AirCross, mas Jeep Avenger pode…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *