Veja 5 carros que entraram para a história por serem perigosos demais
Ford-Pinto-carros-perigosos

Veja 5 carros que entraram para a história por serem perigosos demais

Chevrolet Corvair, Ford Pinto e por aí vai: conheça cinco carros conhecidos no Brasil e no mundo por serem muito perigosos.

Até que a indústria automobilística chegasse ao seu nível atual de desenvolvimento, não foram poucos os erros de projeto de falhas catastróficas de engenharia e fabricação, que ocasionaram recalls e escândalos associados a determinados modelos.

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

Seja uma (má) fama justa ou injusta, confira a seguir alguns carros famosos no Brasil e no mundo que ficaram marcados por serem perigosos demais para os consumidores.

Chevrolet Corvair

chevrolet corvair carros perigosos

Fabricado nos Estados Unidos entre 1960 e 1969, o Chevrolet Corvair era a resposta americana ao sucesso do Volkswagen Fusca. Por isso mesmo, repetia a fórmula do modelo alemão ao trazer um motor traseiro com arrefecimento a ar. O que causou a estranheza do público local.

Apesar disso, teve um relativo sucesso nos seus primeiros anos de mercado. Mas a reputação do modelo foi prejudicada em 1965, com o lançamento do livro “Unsafe at Any Speed”, do advogado e ativista do direito do consumidor Ralph Nader.

No livro, o autor criticava o projeto de suspensão do Corvair, que teria sido feito deliberadamente para tornar o carro menos seguro. O que inclusive teria sido responsável direto por alguns acidentes com o modelo.

Posteriormente, ficou provado que o nível de segurança do modelo era compatível com outros modelos americanos da época.

Ford Pinto

Ford-Pinto-carros-perigosos

Embora o nome desse hatch compacto da Ford americana tivesse potencial para gerar piadas no Brasil, o nome Pinto vem de uma raça de cavalos. Mesma origem do nome do pony car Mustang.

O veículo, criado pela montadora estadunidense para tentar lidar com a crise do petróleo de 1970, acabou ficando conhecido pelo tanque de combustível vulnerável, que podia se romper e causar uma explosão em uma colisão traseira.

Assim como o Corvair, ficou provado posteriormente que o que acontecia com o Pinto em colisões traseiras não era muito diferente daquilo que ocorria com outros carros americanos do mesmo período.

Apesar de nunca ter chegado ao mercado automotivo brasileiro, o carro tinha uma ligação com o Brasil. O motor 2.3 de quatro cilndros, que no Brasil equipava modelos como o Maverick e o Jeep CJ-5, era exportado para uso no Pinto.

DeLorean DMC-12

delorean_dmc-12_8

Não é exagero dizer que a franquia de filmes “De Volta para o Futuro”, iniciada em 1985, conseguiu reverter totalmente a reputação do DeLorean DMC-12, que desde então se tornou um modelo cultuado em todo o mundo.

Antes disso, o DMC-12 era conhecido como carro de visual esportivo, mas de baixo desempenho. E pela montanha de problemas que o afetou em apenas dois anos de produção (1981-1982) e resultaram em quatro recalls.

Além dos problemas de controle de qualidade na produção, como as portas desalinhadas e a suspensão com geometria errada, o modelo sofreu com a má qualidade de componentes de suspensão e sistema elétrico.

Fiat Tipo

fiat_tipo_mpi_2

O modelo da marca italiana foi do céu ao inferno. Mesmo importado da Itália, se tornou um dos carros mais vendidos no mercado automotivo brasileiro na 1ª metade dos anos 1990 por conta da atualidade do seu projeto.

Mas a sua ótima reputação acabou prejudicada por uma série de incêndios bem quando o modelo estava em seu auge. O problema era causado pela mangueira de fluido hidráulico da direção, que se rompia e provocava vazamento, iniciando um incêndio no veículo.

A falha foi solucionada por meio de um recall. Mas acabou com a reputação do modelo, que nos anos seguintes sofreu com uma alta desvalorização.

Brilliance BS6

brilliance_bs6_16

Os carros chineses avançaram muito em qualidade nos últimos anos. Mas muita gente ainda questiona o valor dos modelos com origem no país asiático. E uma das razões para isso tem a ver com o sedã Brilliance BS6.

Feito na China entre 2000 e 2010, o modelo era um sedã grande, com belas linhas desenhadas pelo estúdio italiano Italdesign. O mesmo responsável por modelos icônicos como o Volkswagen Passat e o Fiat Uno.

No Brasil, o modelo virou notícia em 2008 pelo péssimo resultado em um crash-test realizado na Alemanha, no qual o carro praticamente se desmancha.

Posts relacionados

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…
São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

A capital paulista será palco do E-Prix da abertura da temporada 11 da Fórmula E, categoria de elétricos, em 7…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *