5 novas tecnologias automotivas que você precisa conhecer

21/05/2018

Foi-se o tempo em que o câmbio automático chamava a atenção dos motoristas — ou que o painel eletrônico deixava muita gente boquiaberta. Atualmente, com a velocidade das inovações, a tecnologia automotiva está anos luz à frente das conquistas do passado.

Dos carros híbridos aos autônomos, movidos a energia solar, com aerodinâmica que reduz o peso e o consumo de combustível, as mudanças são consequências de inúmeras pesquisas feitas com um mercado consumidor bem exigente e comprometido com as causas ambientais.

E você? Já está por dentro das novidades do setor automotivo? Então, continue lendo nosso post e saiba que bem mais do que trata o livro “Manual da Tecnologia Automotiva”, que aborda tudo sobre engenharia automotiva, é possível estar ainda melhor informado sobre o assunto com 5 novas tecnologias que, certamente, estarão nas ruas nos próximos anos.

Mas, antes, vamos mostrar os motivos que fazem o setor da tecnologia automotiva crescer em todas as montadoras.

O que a indústria automotiva oferece de tecnologia?

Com o nível de competitividade cada vez mais acirrado entre as diversas montadoras — das tradicionais americanas, italianas, japonesas e alemãs até as recém-chegadas, como as chinesas —, o investimento em inovações tecnológicas é o pulo do gato no presente momento da economia mundial. Não há como negar: as marcas estão cada vez mais de olho em tudo sobre tecnologia automotiva e fazendo de tudo para conquistar a atenção do consumidor.

De olho na conquista de novos compradores, as empresas têm firmado parcerias com institutos de pesquisa. Ou, então, elas contam com departamentos próprios para o desenvolvimento de novidades que tornem seus carros mais atraentes, econômicos e potentes.

E isso vai bem mais longe que utilizar produtos como os da Tech One de tecnologia automotiva, como modernos acumuladores de bateria, ou da Remofer tecnologia automotiva, com seus avançados scanners ou bicos injetores.

Assim, os veículos estão se transformando em verdadeiros robôs comandados pelo homem. Isso aumenta a segurança e traz mais conforto tanto para quem dirige quanto para os passageiros.

Sabendo-se que as companhias querem sempre superar os avanços das concorrentes, quem ganha com tudo isso é o consumidor, já que com todas as tecnologias automotivas a qualidade aumenta, o design fica mais arrojado e o custo diminui.

As 5 principais inovações tecnológicas

Agora, conheça as 5 novas tecnologias automotivas que são as grandes apostas das montadoras para os próximos anos.

1. Carros elétricos: tecnologia automotiva cada vez mais próxima

Muita gente pensa que o petróleo é um recurso interminável no planeta. No entanto, a cada ano, seu consumo cresce em todos os países, diminuindo a quantidade do produto (que é finito, ou seja, um dia deixará de existir nas profundezas da Terra).

Além disso, a poluição causada pelos efeitos do gás carbônico na atmosfera, sem falar nos altos custos dos carros flex, fizeram com que os institutos de pesquisa criassem opções movidas à bateria. Apesar de os valores ainda serem salgados para a realidade brasileira, existem muitos modelos rodando mundo afora.

Podemos citar o Bolt, da Chevrolet, que deve chegar ao Brasil a partir de 2019. Apresentado no salão do automóvel de Detroit (Estados Unidos) em 2016, o compacto sai por cerca de R$ 120 mil e conta com uma bateria de lítio de 60 kWh, com autonomia para rodar cerca de 320 quilômetros.

O motor conta com potência de 200 cavalos e vai de 0 km a 100 km em apenas sete segundos. De maneira geral, o modelo é muito parecido com um carro flex e tem todas as comodidades internas que bastariam a um motorista bem exigente. Trata-se de uma aposta que deve movimentar o mercado brasileiro.

2. Veículos movidos a hidrogênio

Inúmeras montadoras já apresentaram seus modelos movidos a hidrogênio. Essa tecnologia em sistemas automotivos traz mais uma alternativa de combustível ao mercado, que já sente os impactos causados pela queima do petróleo.

A ideia é superar a autonomia e o tempo de carga alcançados pelos elétricos, sendo uma opção mais vantajosa para os motoristas. Também conhecidos como FCV (Fuel Cell Vehicle), os carros armazenam o hidrogênio em tanques especiais, que suportam as baixas temperaturas do motor.

Na reação entre hidrogênio e ar, o veículo libera vapor de água, criando uma corrente elétrica por meio do choque e alimentando o motor elétrico. Trata-se da união entre as duas tecnologias, com um ganho na autonomia.

O hidrogênio pode ser abastecido com maior rapidez. Em vez das nove horas necessárias para completar a bateria de um automóvel elétrico, o movido a hidrogênio é abastecido em apenas três minutos. Ou seja: a otimização do tempo é uma grande vantagem.

Apesar de seus benefícios, essa tecnologia ainda é bem cara para o bolso do consumidor brasileiro, o que dificulta sua comercialização no país, sendo considerada uma tecnologia automotiva do futuro, mas que a indústria pretende atingir.

Até mesmo nos Estados Unidos, há poucos postos de abastecimento: em todo o país, são apenas 14, sendo 11 no estado da Califórnia. Ainda assim, a tecnologia já vem sendo desenvolvida pelas montadoras há mais de 20 anos. Entre os veículos movidos com esse sistema, podemos citar o Toyota Mirai, o Honda Clarity e o Audi h-tron quattro.

3. Água como combustível

Esse sistema pode ser comparado ao do carro movido a hidrogênio. Porém, aqui, o combustível é retirado das moléculas da fórmula H2O, ou seja, da própria água.

No entanto, o gasto de energia é muito grande, impossibilitando sua comercialização. Mas pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, descobriram que a substância química boro consegue quebrar o H2O sem a necessidade de muita energia.

A técnica ainda está sendo estudada, mas é bem provável que ganhe força nos próximos anos. Isso se deve principalmente ao interesse da Turquia, país que detém 64% das reservas mundiais de boro.

A proposta é melhorar a qualidade de vida nas cidades, além de contribuir com o meio ambiente, sendo uma excelente alternativa para movimentar os veículos.

4. Tinta automotiva resistente a riscos

Pesquisadores do Senai de Minas Gerais estão desenvolvendo uma tinta automotiva que não é danificada com riscos ou peças mais resistentes.

Fora isso, o líquido será isolante térmico e acústico, podendo representar um grande avanço tanto no conforto quanto na economia de combustíveis. E outro ponto positivo é que o carro, ao ser exposto ao sol, teria uma proteção a mais contra os raios ultravioletas, sem falar em um combate aos efeitos da maresia e, até mesmo, a pedras ou cascalhos.

5. Banco antissono

A tecnologia automotiva também chegou aos assentos dos motoristas. Estudiosos brasileiros estão desenvolvendo uma poltrona antissono, com o objetivo de reduzir os acidentes causados por motoristas profissionais que dormem ao volante.

Equipada com assento vibratório, manta térmica de aquecimento, sistema de refrigeração e alto-falantes para mensagens, o banco tem comandos que são acionados por um aplicativo de celular, por meio do Bluetooth.

A ideia é deixar os motoristas sempre atentos, principalmente em horários críticos, como na madrugada ou nas primeiras horas do dia. O foco é reduzir o índice de colisões nas estradas brasileiras.

Um mercado em expansão

Como observado neste artigo, a tecnologia eletrônica automotiva é um dos principais investimentos das montadoras. Dos painéis eletrônicos com várias possibilidades a comandos de voz, os motoristas podem desfrutar cada vez mais de inovações que trazem conforto e segurança.

Dessa maneira, os estudos avançam a cada ano, sempre de olho na conquista de novos mercados e inovando nos aspectos estético, eletrônico ou de comodidade.

Gostou de saber mais sobre a tecnologia automotiva mas ficou curioso sobre o livro citado acima “Manual da Tecnologia Automotiva Bosh?”. A publicação já está na 25ª edição  e traz tudo sobre engenharia automotiva para os apaixonados pelo tema, com tópicos como combustíveis, dinâmica veicular, sistema de freios, gestão ambiental, etc. Também é possível conhecer o conteúdo do “Tecnologia Automotiva” em pdf.

Quer ficar ainda mais informado sobre esse universo? Então, assine nossa newsletter e receba todas as novidades em seu e-mail!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *