GP Singapura: Pérez vence mesmo após investigação da FIA
Sergio Pérez GP Singapura

GP Singapura: Pérez vence mesmo após investigação da FIA

O GP da Singapura foi marcado por chuva, diversos abandonos e decisões polêmicas da FIA ao final da corrida

O Grande Prêmio da F1 de Singapura no domingo (2) trouxe holofotes para os erros da FIA. No momento do pódio o piloto Sérgio Pérez estava em 1° lugar, Charles Leclerc em 2° e seu companheiro de equipe, Carlos Saiz, completando em 3°. Mas toda a comemoração poderia ser anulada trazendo Leclerc como vencedor da corrida, por penalizações que só foram decidas após o final da corrida.

cta blog venda seu carro

O piloto mexicano sofreu uma investigação da FIA, por não ter mantido a distância de 10 carros do Safety Car por duas vezes. Mas após o pódio, a FIA decidiu dar duas punições diferentes para duas situações iguais. Para a primeira ocorrência ele recebeu uma reprimenda e somente na segunda vez um acréscimo de 5 segundos.

O que gerou muita discussão entre os fãs do esporte, já que a regra do Safety Car é uma das principais e mais utilizadas. Essa incoerência não foi bem vista. Apesar disso, o resultado do GP da Singapura se manteve, já que o mexicano cruzou a linha com mais de 7 segundos de vantagem contra Charles Leclerc.

Atraso da largada do GP da Singapura

O circuito de Singapura não é conhecido por ter grandes ultrapassagens e é sempre marcado pelo desafio físico que os pilotos passam pelo calor e umidade altas durante a corrida. Em condições de chuva, a situação piora.

Uma hora e meia antes do horário da largada, uma chuva forte chegou próximo ao cirucuito de rua. Por isso, a largada precisou ser atrasada até que a chuva diminuísse, somente uma hora depois do horário programado que a chuva deu uma trégua. Com isso, a corrida foi por tempo e não por voltas.

A pista ainda estava molhada quando a corrida começou, com isso a largada foi cheia de erros dos pilotos que tiveram por toda a corrida muita dificuldade de controlar os carros.

Charles Leclerc (Ferrari) estava com a Pole Position, mas em um erro na largada perdeu a posição para o mexicando Pérez, da Red Bull. Esse erro já trouxe o tom que seria da corrida toda.

Em entrevista, após a corrida, o monegasco afirmou que patinou na largada e perdeu o controle do carro. A pista ainda muito molhada teria dificultado.

Boa corrida para a McLaren

Há um bom tempo que a McLaren não conseguia bons resultados para os dois pilotos do time. Ao meio de tantos abandonos e uma corrida átipica, a equipe conseguiu terminar com P4 para Lando Norris e P5 com Daniel Ricciardo. O australiano largou do 16° lugar recuperando muitas posições durante uma corrida com poucas ultrapassagens.

A equipe apostou em esperar um tempo maior para fazer o pitstop, já que o pitlane desse circuito traz mais tempo perdido nas paradas. A dupla não cometeu erros durante a corrida e trouxe bons pontos para a equipe.

Mercedes e os pneus

Lewis Hamilton

Logo na largada, Lewis Hamilton da Mercedes perdeu a posição do 3° lugar para Carlos Sainz, sofrendo até um toque do espanhol. Após um tempo, ele reclamou com a equipe que queria pneus intermediários usados para o início da corrida, mas a equipe não ouviu e decidiu optar por pneus novos. Em rádio, ele pediu que a equipe o escutasse nas próximas corridas já que estava sem aderência.

O britânico ficou preso atrás de Carlos Sainz por muito tempo da corrida. A pista estava molhada e ainda as zonas de DRS estavam desativadas pelo maior tempo da competição. Após a FIA permitir o DRS, a pista estava em algumas partes secas e outras ainda úmidas, fazendo com que não tivesse trilho suficiente para fazer ultrapasagens sem erro.

Quando Hamilton estava ainda atrás de Sainz acabou perdendo o controle do carro e bateu o carro. O heptacampeão conseguiu voltar o carro para a pista, mas ao final da corrida ficou em 9° lugar.

Já George Russell teve que largar do pitlane porque trocou o motor após um problema na qualificação. Ainda no início da corrida a equipe decidiu por um undercut (muito adiantado) e colocou pneus slicks na 12° volta.

Mas ao final do GP em Singapura acabou chocando com Mick Shumacher e terminou em 13° lugar.

Red Bull com um 7° e 1° lugar

red bull racing rb18 frente

Max Verstappen (Red Bull) chegou em Singarpura com a chance de levar o título de campeão mundial, mas essa expectativa não aconteceu. O holandês terminou a corrida eem 7° lugar, após uma qualificação com problemas da equipe e uma largada com erros.

O líder do campeonato afirmou após a corrida “Acho que tem que jogar tudo o que fizemos neste fim de semana no lixo”. Essa foi a pior classificação do piloto da Red Bull esse ano.

Apesar desse resultado para Max, a noite foi de comemoração na Red Bull com a segunda vitória do ano de Sérgio Pérez, com uma performance que há várias corridas não acontecia com o mexicano. Apesar dos erros cometidos, saiu o grande vencedor do GP.

Posts relacionados

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Os golpes na compra e venda de carros no Brasil ainda estão em alta, confira os modelos mais visados pelos…
Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi lança modelos A4 e A5 com preços até R$ 394.990,00 para A5 na versão topo de linha A Audi…
BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

Edição limitada e mais potente do BMW M3 CS: apenas 17 unidades disponíveis que já foram vendidas no país. A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *