Água do radiador: quando é hora de completar?
água do radiador

Água do radiador: quando é hora de completar?

Já foi abordado por um frentista pedindo para completar a água do radiador? Se sim, veja se realmente é hora de fazer o procedimento ou não

Quando se tem um automóvel, é necessário saber que existem itens importantes para a manutenção do carro que podem ser cuidados no dia a dia. Por falta de informação ou por negligência, há quem deixe de cuidar desses detalhes simples que, se não forem conferidos de maneira adequada, podem causar sérias dores de cabeça futuramente.

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

Um desses cuidados é com o nível da água do radiador. Tecnicamente, o certo é chamá-lo de líquido do sistema de arrefecimento, que é responsável por refrigerar o motor do carro. E respondendo à pergunta do início deste texto, faça a verificação do fluído do radiador por conta própria, seguindo as dicas a seguir.

Como funciona o radiador?

radiador

Assim como acontece com os organismos vivos, os motores dos carros precisam de algum mecanismo que regule sua temperatura durante o funcionamento. No caso dos motores a combustão refrigerados por líquido, que hoje equipam basicamente todos os carros novos, é o radiador quem faz esse trabalho.

O item radia para o ambiente externo o calor produzido pela queima do combustível, promovendo o resfriamento da máquina. Ao proteger o motor das altas temperaturas, o radiador evita o desgaste prematuro de seus componentes ou até mesmo a fundição do propulsor.

Para fazer esse equilíbrio térmico, o líquido de arrefecimento percorre um circuito fechado que vai do interior do motor, de onde o calor é retirado, até o radiador, que efetivamente dissipa a alta temperatura no ambiente. Quando o carro está em movimento, o ar recebido pela frente é direcionado para o radiador, retirando dali o calor acumulado.

Água ou fluido aditivo?

aditivo para radiador para que serve

Apesar da água da torneira ser um excelente refrigerante natural, suas características físicas e químicas podem não ser adequadas para garantir a estabilidade da temperatura nos motores.

Usar água pura no sistema de arrefecimento pode provocar a criação de impurezas nas galerias e componentes do sistema de arrefecimento, além de provocar o aparecimento de corrosão e acelerar o desgaste das mangueiras.

Por isso mesmo, o sistema de arrefecimento só deve ser completado com uma solução de água destilada e aditivo próprio, que além de aumentar o ponto de ebulição e reduzir o de congelamento, ajuda também a prolongar a durabilidade dos componentes do motor.

Quando trocar o aditivo?

aditivo para radiador para que serve

Durante muito tempo se recomendou a troca do fluído a cada 30 mil quilômetros ou a cada 12 meses. Mas muitos automóveis atuais recebem aditivos de longa duração, que costumam durar 5 anos e ultrapassar a marca de 200 mil quilômetros. Com isso, vale a pena chegar o prazo na documentação técnica do seu carro.

O sistema de arrefecimento dos carros atuais é do tipo circuito fechado. no qual o nível do fluído não deveria baixar. No reservatório de água há duas marcas que indicam os níveis máximo e mínimo de líquido no sistema. Mantenha o líquido sempre entre esses indicadores para que fique tudo bem no sistema de arrefecimento.

Aliás, na maioria das vezes, a necessidade de completar a água, como sugerem os frentistas, é um sinal de que alguma coisa não vai bem no sistema — provavelmente, há algum vazamento. Ou até mesmo um problema na tampa do vaso de expansão.

Posts relacionados

Novo Mini Aceman 2025 será lançado na Auto China 2024

Novo Mini Aceman 2025 será lançado na Auto China 2024

O SUV Crossover 100% elétrico, Mini Aceman, terá sua estreia ainda este mês no Salão do Automóvel de Pequim A…
Toyota SW4 versão híbrida leve é lançada e pode chegar ao Brasil

Toyota SW4 versão híbrida leve é lançada e pode chegar ao Brasil

Toyota SW4 lança versão híbrida leve na África do Sul com o nome de Fortuner, mas modelo deve ir para…
Mercedes-AMG EQS 53: Luxo, tecnologia e desempenho a um preço (quase) proibitivo

Mercedes-AMG EQS 53: Luxo, tecnologia e desempenho a um preço (quase) proibitivo

Mercedes-AMG EQS 53 é um elétrico tão absurdo que o seu preço é só uma coisa a mais para te…

2 Comments

  1. Camila

    Meu carro estava sem água. Sim, um erro gravissimo. Mas posso colocar água da torneira e ir em uma loja especializada, para assim comprar o aditivo?
    E como fazer para ‘tirar’ essa água que coloquei só para chegar na loja?

    1. Fernando Naccari

      Oi, Camila. Tudo bem? Usar a água de torneira como uma “emergência”, não tem problema. É emergencial. Agora, para tirar toda essa água e substituir por um líquido novo aditivado, aí o recomendado é fazer em uma oficina mecânica mesmo. O procedimento caseiro pode fazer entrar ar no sistema e acabar causando um problema maior.
      Mas fica tranquila que em um local especializado o procedimento é rápido e simples 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *