5 carros proibidos no Brasil
carros proibidos bugatti chiron

5 carros proibidos no Brasil

Confira quais carros podem até ser desejados por nós, mas infelizmente são carros proibidos e não podem rodar nas ruas brasileiras

Nosso mercado é vasto e diversificado, oferecendo uma ampla gama de veículos para atender às necessidades e desejos dos consumidores brasileiros. No entanto, existem alguns carros que, por motivos diversos, são proibidos em nosso país. 

cta blog venda seu carro

Essas restrições podem estar relacionadas a questões de segurança, padrões de emissão de gases, legislação específica ou outros fatores. Ficou curioso? Neste texto, exploraremos cinco carros proibidos no Brasil, revelando as razões pelas quais eles não podem circular nas ruas brasileiras.

Bugatti Chiron

Começamos nossa lista com o Bugatti Chiron, um dos supercarros mais poderosos e luxuosos já produzidos. O modelo é proibido no Brasil devido a suas características técnicas. 

carros proibidos bugatti chiron

Com um motor quad-turbo W16 de 8.0 litros, o Chiron é capaz de produzir incríveis 1.500 cv de potência. Essa potência exorbitante faz com que o veículo ultrapasse os limites legais estabelecidos para a circulação em vias públicas brasileiras. Além disso, o alto consumo de combustível e as emissões poluentes também não estão em conformidade com os padrões ambientais do país. 

Ford F-150 (Diesel)

carros legais - Ford F150 raptor

A Ford F-150 é uma picape icônica e líder de vendas nos Estados Unidos, conhecida por sua robustez, capacidade de carga e opções de motores “brabos”. No entanto, ela está entre os carros proibidos no Brasil devido a diferenças nas regulamentações automotivas entre os dois países. 

VEJA TAMBÉM:

Uma das principais razões na qual o modelo não pode rodar no Brasil é porque nossa lei proíbe o uso de propulsores diesel em caminhonetes que não tenham pelo menos 1 tonelada de capacidade de carga na caçamba. Além disso, as regulamentações de segurança e emissões também podem não ser atendidas pelo modelo específico comercializado nos Estados Unidos. 

Toyota Land Cruiser

O Toyota Land Cruiser é conhecido mundialmente por sua robustez, capacidade off-road e confiabilidade, como um bom Toyota. Apesar de ser encontrado em alguns países, além do Japão, seu projeto e especificações técnicas não atendem aos padrões exigidos pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) do Brasil.

Além disso, a comercialização desse veículo fora do país niponico, sua terra natal, é altamente restrita. A Toyota impõe essas restrições devido a preocupações com segurança e questões relacionadas ao uso indevido da Land Cruiser em conflitos armados no Oriente Médio. 

Citroën Ami

O Citroën Ami é um carro elétrico compacto projetado para oferecer uma solução de mobilidade urbana eficiente e acessível. Apesar de seu tamanho compacto e proposta eco-friendly, o Ami também está entre os carros proibidos no Brasil, mas neste caso para circulação nas ruas, em ambiente aberto. O Ami foi confirmado para venda no Brasil, mas somente para circulação interna, já que o veículo será vendido no Brasil na versão sem portas.

citroen ami

A principal razão para sua proibição é que os requisitos de segurança exigidos pelo DENATRAN para a homologação de veículos não foram atendidos pelo Ami, o que levou à sua proibição por aqui. 

Por ser projetado para curtos deslocamentos urbanos, com uma velocidade máxima limitada a 45 km/h, carroceria compacta (2,41 metros de comprimento e 1,39 m de largura), sem portas traseiras e com capacidade para apenas dois passageiros, o modelo abriu mão de itens importantes, como airbag.

O tempo de recarga da bateria de 5,5 kWh em tomadas residenciais 220V é de apenas 3 horas. A autonomia no ciclo WLTP é de 80 km.

Proibido como carro, a saída foi homologá-lo como quadriciclo ou mesmo ser utilizado como veículo de transporte em ambientes fechados, sem acesso às ruas.

Hyundai Nexo

O Hyundai Nexo é um veículo movido a células de combustível de hidrogênio, considerado uma tecnologia inovadora e promissora para a mobilidade sustentável. No entanto, atualmente o Nexo não pode ser vendido no Brasil devido a algumas limitações e desafios específicos relacionados à infraestrutura e regulamentações desse tipo de combustível em nosso país.

hyundai nexo

Uma das principais razões para a indisponibilidade do modelo em nosso país é a falta de uma infraestrutura de abastecimento de hidrogênio. O país ainda está em estágios iniciais de desenvolvimento de uma rede de postos de abastecimento desse tipo de combustível, o que dificulta a viabilidade e o uso prático de veículos com essa tecnologia.

Além disso, as regulamentações específicas do Brasil também podem representar desafios para a homologação e importação do Nexo. As certificações e testes exigidos pelas autoridades brasileiras podem diferir de outros países, o que demandaria adaptações e custos adicionais para a marca coreana.

Foco na redução de poluentes

Embora os carros proibidos no Brasil despertem admiração e desejo em muitos apaixonados por automóveis, é fundamental compreender as razões por trás dessas restrições. 

As normas nacionais visam garantir a segurança dos motoristas, passageiros e pedestres, bem como promover a redução da emissão de poluentes. Embora esses modelos permaneçam inacessíveis para a maioria das pessoas, sua existência ressalta a busca constante por inovação e desempenho na indústria. 

Por enquanto, a vontade de ter um desses veículos na garagem continua sendo apreciada por meio de exposições, eventos automobilísticos e pela imaginação dos entusiastas, mesmo que seu uso nas estradas seja proibido.

Posts relacionados

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Em comemoração aos 40 anos do festival Rock in Rio, a Volkswagen lança uma edição especial do Polo Track A…
Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Modelos híbridos da Lexus ES 300h e NX 350h recebem novos equipamentos como sistema de som Mark Levinson e carregador…
Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Investimento da Stellantis em Porto Real terá foco na plataforma CMP do C3 e C3 AirCross, mas Jeep Avenger pode…

2 Comments

  1. Bruno

    Acabo de ver um Citroën Ami estacionado nas ruas de Santa Cruz do Sul, RS, kkkkkkk acho que tá errado aí moço

    1. Fernando Naccari

      Ele ainda não está homologado para rodar nas ruas do País, porém, vai ser vendido por aqui. Não se sabe ainda se será homologado como quadriciclo ou se será veículo de transporte de locais fechados. O modelo que você viu provavelmente tem uma autorização especial para rodar, pois deve ser uma das unidades de homologação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *