Carros que menos desvalorizam: confira os principais modelos
Imagem ilustrando carro em forma de desenho

Carros que menos desvalorizam: confira os principais modelos

Quem procura um carro seminovo a venda vai encontrar uma série de opções, mas além do conforto, durabilidade e outros itens que devem ser pesquisados, é fundamental saber quais os carros que menos desvalorizam entre os que estão sendo oferecidos no mercado.

Quem leva isso em consideração, tem a chance de não perder muito dinheiro, pois o levantamento apresentado a seguir demonstra um pouco sobre como o mercado se manifesta em face da recente crise.

cta blog venda seu carro

Se você quer passar longe dos carros com maior depreciação de mercado, continue lendo este post!

Descubra outros carros que menos desvalorizam

A lista abaixo foi baseada em análises realizadas entre 2017 e 2018, uma boa faixa quando estamos pensando em usados e seminovos. No entanto, você não precisa pesquisar somente esses modelos na hora de trocar de carro.

Para ajudar na sua busca, a InstaCarro criou o Guia de Compra e Venda de Veículos. Nele você pode navegar diferentes montadoras, modelos, anos e versões e descobrir o valor real de revenda e da Tabela Fipe, além de outras informações.

Clique no botão abaixo e navegue!

Lista dos carros que menos desvalorizam

HR-V

O modelo SUV da Honda se destacou por ser um dos carros que menos desvalorizam, quase mantendo o preço de mercado no ano de 2017. A taxa de depreciação encontrada no levantamento indicou 4,5% após um ano de uso. Esse resultado encontrado, inclusive, foi o menor registrado desde quando a pesquisa passou a ser feita, em 2001.

O utilitário teve uma perda média de R$ 3,7 mil diante do valor de mercado medido pela Fipe, que é de pouco mais de R$ 82 mil. Esse desempenho mostra que a montadora japonesa tem se consolidado no mercado brasileiro. Veja o valor Fipe e de revenda do HR-V no Guia de Compra e Venda.

Onix

O hatch compacto da Chevrolet apareceu muito bem colocado no ranking de carros com menor índice de depreciação. Ao longo de 12 meses, o veículo sofreu desvalorização de apenas 8,3%. Com base no quesito oferta e demanda, o carro está na preferência de muita gente.

Ele também foi uma aposta da montadora para se posicionar no mercado dos hatchs e superou a Ford, que teve um sucesso logo no lançamento do novo Ka. Por conta de seu valor 0km, a média de desvalorização dele ficou em torno de R$ 4.075. O carro novo custa a partir de R$ 49 mil. Veja o valor Fipe e de revenda do Onix no Guia de Compra e Venda.

Volkswagen UP

O carro não é exatamente um popular — setor que a montadora alemã teve muito destaque na década de 1990 e também nos anos 2000 — mas está na categoria de entrada e foi eleito para tentar substituir de vez o Gol.

Embora a depreciação de carros usados seja algo inevitável, o índice de depreciação encontrado para o UP foi de 9,4%, que significa uma perda relativamente baixa e que vai custar, depois de um ano, em torno de R$ 3.901. Entre os hatchs de entrada, ele é o que teve menor desvalorização. Nessa mesma modalidade estão o Ka, Uno e Palio. A partir desses dados, é possível afirmar que o carro possui todas as características favoráveis para  superar o Gol. Veja o valor Fipe e de revenda do Volkswagen Up no Guia de Compra e Venda.

Land Rover Discovery Sport

Para um patamar bem acima dos carros mencionados até aqui, o SUV Compacto de luxo e importado surpreendeu no levantamento ao ter nível de desvalorização de 9,3%, o que significa estar abaixo do UP — guardadas, é claro, as devidas ressalvas.

O veículo da conceituada Land Rover é importado do Reino Unido e nem mesmo o preço caro da manutenção, a revisão que não tem valor definido e a rede de atendimento especializado não ser grande se for comparado a outras lojas pesam tanto na decisão de quem anda nele por conta do seu acabamento e desempenho.

A desvalorização do modelo em dinheiro chega a quase R$ 17 mil depois de 12 meses. Novo, o valor do SUV é a partir de R$ 182.540,00. Veja o valor Fipe e de revenda do Land Rover Discovery no Guia de Compra e Venda.

Honda City

A montadora japonesa aparece outra vez no ranking com seu sedã compacto. A desvalorização registrada na pesquisa para o modelo foi de 10,4% — primeira porcentagem com dois dígitos da tabela.

Com preço médio de R$ 49.925, depois do primeiro ano de uso, o preço dele perde em torno de R$ 5.192. A qualidade de construção dos veículos da Honda tem sido um fator positivo para manter o City, por exemplo, bem ranqueado na pesquisa de carros com menor depreciação.

O carro tem como dados positivos — e que parecem atrair a atenção de muitas pessoas — um porta-malas de 506 litros e bons itens de série em qualquer uma de suas versões. Como ponto negativo está o tanque de 42 litros que não rende boa autonomia quando abastecido a etanol. Mas quando o assunto é tabela de depreciação de carros, o City apresente bom desempenho. Veja o valor Fipe e de revenda do Honda City no Guia de Compra e Venda.

Fiat Strada

Há muitos fatores envolvidos sobre quanto um carro deprecia por ano, e, entre as picapes pequenas, a Strada é a que mais mantém seu valor depois de se tornar um seminovo. A desvalorização medida ficou em 10,5% e mostrou que o modelo pode ser um bom negócio.

Em alguns meses de anos anteriores, a picape da Fiat conseguiu a liderança nas vendas, mesmo comparada ao preço de carros que não eram da mesma categoria. Sinal que há demanda para o utilitário.

O preço está a partir de R$ 46.790 e a depreciação fica em cerca de R$ 4.912. As qualidades mencionadas do veículo incluem preço justo para a manutenção, boa capacidade de transportar peso e bons itens opcionais e de série. Veja o valor Fipe e de revenda do Fiat Strada no Guia de Compra e Venda.

Honda Fit

A Honda figura novamente no ranking, depois do HR-V e o City. Desta vez é o monovolume Fit que, entre os carros com menor índice de depreciação, apresentou saldo de 10,5% — o mesmo que a Strada, da Fiat.

A durabilidade do modelo é algo muito destacado, bem como a autonomia, acabamento e espaço interno que agrada. O que é analisado como negativo envolve o fato de o carro ficar baixo com o máximo de passageiros a bordo e ter chance de arrastar no asfalto. O veículo é encontrado no mercado a partir de R$ 58.700 e sua desvalorização fica em torno de R$ 6.163,50. Veja o valor Fipe e de revenda do Honda Fit no Guia de Compra e Venda.

Volvo XC60

A empresa sueca garantiu lugar no ranking de carros com menor índice de depreciação. O XC60 é um SUV médio com desvalorização de 11% do valor pago como 0km.

A versão mais barata do veículo sai por R$ 144.950. O carro tem itens que valorizam quem procura exclusividade e, pelo luxo oferecido, a valorização é comum. Veja o valor Fipe e de revenda do Volvo XC60 no Guia de Compra e Venda.

HB20 S

Hyundai já teve o modelo HB20 bem mais valorizado no passado, principalmente até 2016. O carro, em 2017, apresentou índice de depreciação de 11,6%.

O sedã de entrada tem um problema com o consumo e apesar de ser um veículo que era para oferecer bom espaço, internamente ele deixa a desejar. O preço inicial é de R$ 45.000. O veículo caiu um pouco na relação de demanda e oferta com relação a 2012, quando foi lançado no Brasil.

Com sua relação de demanda e oferta, o mercado apresenta uma série de variações ao se identificar os carros com menor índice de depreciação. Quem analisa essa condição, ao menos sabe como deve ser a revenda — tanto em rapidez para achar um comprador como também para identificar o preço que conseguirá na venda. Informações muito importantes para quem é proprietário de um carro. Veja o valor Fipe e de revenda do HB20-S no Guia de Compra e Venda.

Qual a diferença entre carros que menos desvalorizam e outros?

Um fato importante é sempre lembrar que veículos importados depreciam mais do que os nacionais, por terem um valor alto de manutenção de peças. Se você planeja receber um bom valor considerável, é ideal efetuar a troca anualmente.

Os carros que menos depreciam são os de fabricação nacional e considerados básicos e com um número baixo de quilometragem. Para os importados, o valor de depreciação pode chegar a quase metade do valor do veículo.

É importante saber que as caminhonetes e os SUVs depreciam mais rápido com relação aos carros de passeio, já que atendem um público consideravelmente menor, que gira em torno de apenas dez por cento da população.

Como calcular a desvalorização?

O cálculo de depreciação de um veículo revela o valor que ele perde em cinco anos e a estimativa de vida útil de um carro. Para realizar o cálculo, basta dividir o valor do automóvel zero quilômetro por cinco. Deste modo, você descobre o valor de depreciação. Em seguida, divida o valor obtido por 12, que corresponde ao número de meses por ano. O resultado será o valor da depreciação mensal do veículo.

E aí, gostou do conteúdo desse post? Para continuar a par de outras novidades sobre o setor, curta nossa página no Facebook e receba atualizações diretamente no seu feed de notícias!

Se você quer acompanhar assuntos de quanto um carro deprecia por ano ou como calcular a depreciação de carros continue acompanhando nosso blog para se manter atualizado sempre.

Pensando em vender? Conte com a InstaCarro

Se você está pensando em vender o seu carro, conte conosco. Com a nossa plataforma, você anuncia seu modelo para revendedores especializados, vendendo seu carro em 1h30 e recebendo o dinheiro no dia seguinte.

Faça um agendamento e confira.

Posts relacionados

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Em levantamento em mais de 115 países, Tesla Model Y desbanca Corolla e se torna carro mais vendido do mundo,…
Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *