Os Hyundai usados fazem sucesso hoje em dia!
Símbolo da Hyundai

Os Hyundai usados fazem sucesso hoje em dia!

Mesmo não sendo líderes do mercado, algumas marcas de carro atingem uma grande parcela dos consumidores de automóveis devido suas qualidades inovadoras. O design e a tecnologia, por exemplo, contam muito. Nesse sentido, para trocar de carro, os Hyundai usados podem ser uma boa opção.

Desde 2007 em solo nacional, a montadora tem o DNA asiático: tecnologia e durabilidade. Tão moderno quanto o Corolla, da Toyota, os carros da Hyundai oferecem muitos benefícios para os seus proprietários. Com a recente instalação de uma fábrica no Brasil, os preços ficaram mais acessíveis — consequentemente, as vendas subiram.

cta blog venda seu carro

Confira o post abaixo e saiba mais sobre a trajetória da Hyundai nos últimos 11 anos!

O começo da trajetória no Brasil

Formando uma parceria com o Grupo CAOA — que dura até os dias de hoje —, a Hyundai desembarcou no Brasil em 2007. Naquela época, no entanto, a produção se limitava aos comerciais leves — dentre eles o Hyundai HR, que ainda é o líder do seu segmento. Pode-se dizer que começava, aí, uma nova época para o mercado automotivo.

Não que a montadora sul-coreana seja a líder do ramo automobilístico nos dias de hoje, mas é fato que tanto os Hyundai usados como os novos atingem ótimos números de vendas. Para chegar nesse patamar, o seu primeiro modelo chegará às lojas em 2010: o Tucson foi um marco, visto que vendeu muito bem na época.

Com o tempo, novos modelos chegaram às lojas do grupo. O Santa Fé, por exemplo, semelhante à Tucson, é um outro veículo que conquistou os consumidores. Com designs inovadores e uma proposta nova de automóvel, a Hyundai não precisou de muito tempo para se estabelecer no mercado.

Atualmente, as duas empresas ainda mantém a parceria. A CAOA possui uma linha de montagem em Anápolis (GO), e lá acontece a produção de futuros modelos Hyundai usados como o iX35 e o New Tucson. Em 2012, no entanto, a Hyundai deu um grande passo para aumentar as suas vendas: abriu uma fábrica própria, em Piracicaba (SP).

A construção da primeira fábrica no hemisfério sul

No dia nove de novembro de 2012, a Hyundai deu um grande salto para se estabelecer não só no mercado automobilístico brasileiro, como o de boa parte do hemisfério sul. William Lee, presidente da Hyundai Motors Brasil, que não possuir uma fábrica no Brasil é um erro, visto que o país está estrategicamente muito bem posicionado no hemisfério.

Montada na cidade de Piracicaba, no estado de São Paulo, inicialmente a fábrica tinha como meta realizar a produção de 150 mil veículos por ano, com dois turnos de trabalho para os funcionários. Atualmente, há um turno a mais de labuta, e são produzidos em torno de 36 veículos da Hyundai por hora.

A inauguração do estabelecimento, inclusive, foi o marco para a saída de Chang Kyun-Han da presidência nacional da montadora. Com a marca estabelecida na América Latina e no Brasil, o sul-coreano se viu pronto para retornar ao seu país natal, deixando a companhia nas mãos do atual mandatário, William Lee.

Mesmo tendo uma fábrica a disposição, os Hyundai usados produzidos em Piracicaba são apenas o HB20, o HB20S e, recentemente, o Creta. Os outros veículos tem como origem a linha de montagem da CAOA, em Anápolis — eis, então, o motivo para os sul-coreanos manterem a parceria com o grupo automotivo.

Hyundai conseguiu fazer “50 anos em cinco”

Com U$S 600 milhões investidos inicialmente, a fábrica em Piracicaba foi um marco para a montadora sul-coreana. Como dito, alguns carros da marca Hyundai, naquele momento, passariam a ser produzidos em solo nacional. Isso a possibilitou de investir em diversos projetos de marketings e publicidade para alavancar as vendas.

O HB20, por exemplo, se tornou um dos melhores carros populares do mercado. Com a produção nacional, os preços caíram, e a demanda aumentou consideravelmente. No interior paulista, além do popular, a marca produz o HB20S e o Creta — que entrou no cronograma da fábrica como uma aposta da montadora para liderar o segmento.

Para montar em sua fábrica, a Hyundai tem preferência pelos modelos que julga poder atingir melhores desempenhos no mercado automobilístico. Coincidência ou não, dentre todos os carros vendidos em 2016 pela montadora, 85% foram produzidos na fábrica de Piracicaba — em torno de 168 mil veículos.

Com mais de 150 robôs e em torno de 2,5 mil funcionários, a Hyundai chegou a fechar o ano retrasado na quarta colocação do mercado — somando os rankings de automóveis e comerciais leves. Fora as gigantes Chevrolet, Fiat e Volkswagen, a Hyundai é uma das marcas mais estabelecidas do ramo — ótimo para quem acabou de completar apenas 10 anos de presença no país.

Ótimo desempenho dos produtos fabricados em Piracicaba

Como demonstrado anteriormente, há diversos fatores positivos para a Hyundai em relação a produzir os modelos na sua própria fábrica, em Piracicaba. Dentre os sete postos de produção que a montadora detém ao redor do mundo, o do Brasil é apenas o sexto que mais produz carros ao ano: 198 mil unidades.

Tendo em vista que a fabricação não é tão extensa quanto, por exemplo, na Coréia do Sul — 1,9 milhões de veículo ao ano —, a marca produz os futuros Hyundai usados que mais tendem a vender bem no mercado.

No geral, em 2016, o Brasil foi o quinto país de maior emplacamento de futuros Hyundai usados, abaixo apenas da China, Coréia do Sul, Índia e Estados Unidos.

Vendendo Hyundai usados com a Instacarro

Quer vender Hyundai usados de forma rápida e sem nenhuma dor de cabeça envolvida no processo? Saiba que o melhor lugar para fazer isso é na Instacarro! Resolvendo o processo da venda — desde a avaliação do seu veículo até a transferência de toda a documentação. Para conhecer o nosso serviço, entre no site e agende uma inspeção gratuita!

Posts relacionados

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *