Jeep Commander: veja os concorrentes do SUV de 7 lugares
Jeep Commander Overland frente

Jeep Commander: veja os concorrentes do SUV de 7 lugares

Conheça quais são e o que oferecem os concorrentes diretos do novo Jeep Commander no mercado brasileiro

O Jeep Commander fez sua estreia no final de agosto no mercado automotivo brasileiro. Produzido em Goiana (PE), o SUV de sete lugares chegou com a proposta de ser o topo de linha entre os Jeep nacionais.

cta blog venda seu carro

Com preços entre R$ 199.990 e R$ 279.990, o SUV compartilha a plataforma com o Compass. Mas é um pouquinho maior, com 4,769 m de comprimento, 1,859 m de largura, 1,682 m de altura e 2,794 m de entre-eixos.

O porta-malas leva 661 litros com a última fileira rebatida ou 233 litros na lotação máxima. Por dentro, o Commander é bem parecido com o Compass, com quadro de instrumentos digital e central multimídia de 10 polegadas com tela flutuante. 

Disponível no mercado nas versões Limited e a Overland, o modelo pode contar nas duas configurações com motores flex e a diesel. O primeiro é o 1.3 GSE turbo de 185 cv e 27,5 kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de seis marchas e tração dianteira. Propulsor lançado recentemente no Compass.

Já o segundo é o conhecido 2.0 turbodiesel de 170 cv de potência e torque de 38,7 kgfm de torque. Combinado ao câmbio de nove marchas e ao sistema de tração integral, é o mesmo conjunto visto no Renegade e Compass e também na picape Fiat Toro.

Agora que conhecemos melhor o SUV de sete lugares, a dúvida que fica é com quem ele briga por um lugar na garagem do consumidor. Listamos abaixo os cinco concorrentes diretos do Jeep Commander.

Caoa Chery Tiggo 8

jeep commander chery tiggo 8 95

O Caoa Chery Tiggo 8 sai por R$ 187.890. Mas apesar de ser mais barato e pouco menor que o SUV da Jeep, o modelo de sete lugares fabricado em Anápolis (GO) traz como atributos o motor potente e um bom pacote de equipamentos.

A lista de itens de série da versão única TXS inclui multimídia de 10,25″ com conexão para Android Auto e Apple CarPlay, volante multifuncional, ar-condicionado automático digital de duas zonas, controlador automático de velocidade e teto solar panorâmico. 

Já a relação de itens de segurança e tecnológicos traz seis airbags, banco do motorista e passageiro com ajustes elétricos, câmera 360º, partida remota e climatização à distância, controles eletrônicos de tração e estabilidade e assistente de subida e descida de rampa.

Sob o capô o Tiggo 8 traz um motor 1.6 turbo com injeção direta de gasolina, que despeja 187 cv de potência e 28 kgfm de torque. O propulsor é acoplado ao câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas.

Mitsubishi Outlander

jeep commander mitsubishi outlander hpe-s 5

Importado do Japão, o SUV médio Mitsubishi Outlander acabou de ganhar uma nova geração no exterior. Mas o carro de 3ª geração não deixa de ser uma opção para quem busca um utilitário esportivo de sete lugares.

Com preços entre R$ 208.990 e R$ 283.990, o Outlander compete exatamente na mesma faixa de preço do Jeep Commander. A versão de entrada é a 2.0 HPE. Traz um propulsor 2.0 de 160 cv acoplado a um câmbio automático CVT e ao sistema de tração dianteira.

Mas a linha inclui ainda o 3.0L V6 HPE-S (R$ 255.990), que conta com a tração integral combinada ao propulsor 3.0 V6 de 240 cv e ao câmbio automático de seis marchas. Já o topo de linha Diesel HPE-S é o único a contar com o motor 2.2 turbodiesel de 165 cv.

Desde a versão de entrada o SUV já traz itens como bancos de couro com aquecimento na dianteira, chave presencial, ar-condicionado automático de duas zonas, teto solar, multimídia com Android Auto e Apple CarPlay e assistente de partida em rampas.

Volkswagen Tiguan Allspace

jeep commander tiguan allspace

Dentre os concorrentes do Jeep Commander, o rival da marca alemã é o Volkswagen Tiguan Allspace. O SUV feito no México é oferecido no mercado brasileiro apenas em uma versão: a R-Line 350 TSI.

Com preço de R$ 236.090, o SUV fica posicionado entre a versão Overland T270 (R$ 219.990) e a configuração mais acessível a diesel do Commander, a Limited TD380 (R$ 259.990).

O destaque do Tiguan fica por conta do motor 350 TSI. Trata-se de um 2.0 turbo a gasolina que gera 220 cv de potência e 35,69 kgfm de torque. O veículo conta ainda com transmissão automática DSG de sete velocidades com função Tiptronic. 

O modelo traz câmera de ré, ar-condicionado automático de três zonas, controle adaptativo de velocidade de cruzeiro, frenagem autônoma com reconhecimento de pedestre, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e controle eletrônico de tração e estabilidade.

No quesito design, o Tiguan se destaca pela pegada esportiva, com o interior “Dark Grid”, rodas de liga leve 19 polegadas e pacote aerodinâmico exclusivo.

Toyota SW4

jeep commander toyota sw4 68

Utilizando o chassi da picape Hilux, o Toyota SW4 é entre os concorrentes do Jeep Commander o único que segue a filosofia do SUV raiz.

A versão do SUV feito na Argentina que compete diretamente com o Commander é a SRV flex, equipada com um motor 2.7 de quatro cilindros e 163 cv. Que por sua vez é acoplado ao câmbio automático de seis marchas e ao sistema de tração 4×2.

Com preço inicial de R$ 262.990, conta com banco do motorista com ajustes elétricos, chave presencial, ar-condicionado digital e multimídia de 8 polegadas com conectividade Android Auto e Apple CarPlay. 

O modelo possui ainda câmera de ré, controle eletrônico de estabilidade, controle eletrônico de tração, assistente de subida, sistema de assistência em frenagem de emergência nas quatro rodas, além de possuir sete airbags. 

Existe ainda uma versão diesel de sete lugares, equipada com o propulsor 2.8 turbo de 204 cv. Mas ela é bem mais cara: R$ 374.690.

Mercedes-Benz GLB 200

jeep commander mercedes-benz glb 200 launch edition 83

Os carros de marcas premium acompanharam a subida de preços do mercado nos últimos meses e também ficaram menos acessíveis. Mas pelo preço de um Jeep Commander é possível levar para casa um Mercedes-Benz: o GLB 200.

É claro que essa opção por um modelo premium também cobra o seu preço. O GLB é quase 14 cm mais curto que o SUV da Jeep (o que reflete em um espaço interno menor, com um porta-malas com 130 litros na lotação máxima).

Já o motor 1.3 turbo é menos potente: desenvolve 163 cv, embora seja acoplado ao um câmbio automatizado de sete marchas e dupla embreagem. A tração é dianteira.

Por outro lado, o modelo traz um interior bem acabado e com as linhas em sintonia com os carros mais caros da marca alemã.

De série, traz banco do motorista com ajuste elétrico e memória de posição, ar-condicionado automático, assistente de estacionamento, frenagem autônoma, faróis full-LED, chave presencial, painel digital e central multimídia inteligente MBUX.

Posts relacionados

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Em levantamento em mais de 115 países, Tesla Model Y desbanca Corolla e se torna carro mais vendido do mundo,…
Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *