O que é IPI?: conversas sobre o imposto podem voltar
Imagem de volante de carro

O que é IPI?: conversas sobre o imposto podem voltar

Em dezembro de 2017, acabou o período de vigência do Inovar-Auto, regime de toda a indústria automobilística brasileira. Com isso, entrará em vigor o Rota 2030, que visa recuperar economicamente todo o setor a longo prazo. 

Dentre as várias propostas envolvendo diversas áreas do ramo automobilístico, uma delas mexerá com o IPI (Imposto sobre Produtos Importados) sobre os carros importados, uma das categorias que mais chama atenção dos consumidores. 

cta blog venda seu carro

Confira o post abaixo para entender melhor o que é IPI, como funcionará o novo regime da indústria automotiva e como ele poderá favorecer o ramo dos carros importados!

Afinal, o que é IPI?

Quando falamos sobre impostos e questões fiscais, é normal a maioria das pessoas não entender muita coisa sobre o assunto. 

Porém, entender o que é IPI é mais fácil do que parece. O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é um tributo federal sobre produtos industrializados em território nacional. Somente a União — no caso, o governo — pode instituí-lo. 

O artigo 153, IV, da Constituição Federal deixa regulamentada a cobrança, fiscalização, arrecadação e administração do IPI.

Rota 2030: o novo regime da indústria automotiva

O 2030 junto ao nome “Rota” não é à toa: o intuito é construir o futuro da indústria automotiva brasileira, e, para isso, precisam ter uma visão a longo prazo — pelo menos, no mínimo até 2030. 

Para isso, a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) apresentou algumas sugestões ao governo federal. Certos pontos, segundo o presidente da associação, são mais prioritários. Dentre eles, um dos mais importantes é a recuperação da cadeia de autopeças, por meio de um programa de refinanciamento de dívidas. 

Outra questão primordial é como a nova política automotiva poderá premiar a eficiência energética dos veículos. 

A Anfavea defende que a cobrança de impostos leve em consideração o nível de emissões de consumo e não mais a cilindrada do motor.

Ainda serão discutidas, dentre outras, questões de pesquisa e desenvolvimento, segurança, inspeção veicular e relações trabalhistas.

Mercado de importados 

A super taxação estipulada pelo Inovar-Auto, em 2012, foi um dos pontos mais criticados do programa. Ela limitou as vendas das empresas importadoras sem produção local, como a Kia, por exemplo. 

Por causa disso, a Organização Mundial do Comércio (OMC) até condenou o Brasil pela taxação excessiva de produtos importados em relação aos nacionais. 

E você, pensando em vender o seu carro para já ir levantando dinheiro para comprar um carro importando com IPI reduzido em 2020? A InstaCarro compra o seu veículo em até 90 minutos, sem que você passe por nenhuma preocupação. Entre no site e receba uma cotação gratuita do seu veículo.

Posts relacionados

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

O Novo Superesportivo Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega ao mercado com mais de 100 kgfm e preços a…
Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Presidente da Abeifa classifica a inclusão de carro elétrico no Imposto Seletivo como “anomalia do sistema” e pede debate aberto…
Como consultar multas pela placa do carro?

Como consultar multas pela placa do carro?

Saiba como funciona o sistema de consulta de multas pela placa do carro e como é feita em cada estado…

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *