SUVs: os carros grandes que vieram para ficar
Carros estacionados na rua

SUVs: os carros grandes que vieram para ficar

A sigla SUV vem do inglês ‘Sport Utility Vehicle’ (veículo utilitário esportivo, em tradução livre), e se caracterizam por serem carros grandes e espaçosos.

Originalmente, quando o Ford Ecosport chegou ao Brasil, em 2003 – considerado o primeiro SUV compacto a rodar no país -, os utilitários eram conhecidos por serem carros enormes, com tração 4×4 e, capazes de andar em estradas de terra e montanhas.

Neste post, iremos explicar o que realmente é considerado um SUV e mostrar, também, alguns desses modelos vendidos como SUV que na verdade são, no máximo, hatches maiores. 

cta blog venda seu carro

O que é um SUV?

Traduzindo ao pé da letra, o SUV é um veículo utilitário esportivo. Normalmente derivados de caminhonetes, essa categoria remete a carros com capacidade para andar fora da estrada – devido a sua característica tração 4×4.

No interior, apresentam um design que lembra muito os veículos familiares conhecidos como peruas. Em resumo: são carros grandes, extremamente espaçosos – podem totalizar até nove assentos para passageiros – e capazes de andar fora da estrada.

Cinco “SUVs” que não são SUVs

O termo SUV, hoje em dia, não é muito preciso quando se fala de estilo de veículos. Para se enquadrarem na categoria, basta serem carros altos. Porém, há algumas montadoras que estão extrapolando nesse sentido.

Em alguns casos, se o veículo é um pouquinho maior comparado a um compacto simples, já o consideram um mini-SUV. É o caso do novo Renault Kwid – que, vendo de perto, não engana nem o mais leigo no assunto. Confira alguns casos que são dignos de questionamento:

Honda WR-V

O “mini-SUV”, não passa de um hatch com traços musculosos derivado do Fit. Para quem não possui dinheiro suficiente para adquirir um HR-V, o WR-V pode ser uma opção, saindo a partir de R$ 83.700.

Mercedes-Benz GLA

Considerado um veículo de luxo, com valor acima de R$ 100 mil, o GLA está mais para um hatch anabolizado. Sua carroceria acaba comprometendo o espaço interno, tornando-o um pouco mais baixo do que concorrentes direto do segmento, como a BMW X1 e o Audi Q3.

Renault Kwid

A Renault teve a brilhante ideia de lançar o Kwid como um micro-SUV. O maior desafio mesmo é achar algum elemento de utilitário no modelo, visto que ele tem porte para ser comparado com o Volkswagen UP!, um dos menores carros de todo o mercado.

Suzuki S-Cross

Mesmo trazendo tração 4×4 nas versões de topo, o S-Cross não possui carroceria de SUV. No máximo, pode ser considerado um crossover.

E aí, você lembra de mais algum modelo que é chamado por aí de SUV mas na verdade não passa de um hatch mais robusto? Deixe nos comentários! 

Posts relacionados

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

O Novo Superesportivo Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega ao mercado com mais de 100 kgfm e preços a…
Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Presidente da Abeifa classifica a inclusão de carro elétrico no Imposto Seletivo como “anomalia do sistema” e pede debate aberto…
Como consultar multas pela placa do carro?

Como consultar multas pela placa do carro?

Saiba como funciona o sistema de consulta de multas pela placa do carro e como é feita em cada estado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *