Rolls-Royce: conheça a trajetória da marca de luxo
rolls-royce_silver_ghost

Rolls-Royce: conheça a trajetória da marca de luxo

A Rolls-Royce é uma marca conhecida por produzir alguns dos carros mais luxuosos do mundo. Conheça sua história aqui

Você pode nunca ter andado ou até mesmo visto um Rolls-Royce. Mas sem dúvidas você já ouviu falar sobre a classe e luxo dos veículos dessa marca britânica, hoje de propriedade da BMW. Em sua história, a empresa tem a pompa de ser o modelo preferido de realezas e celebridades mundo afora. 

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

Em 1904, o engenheiro Henry Royce construiu seu primeiro automóvel na sua fábrica de gruas e componentes elétricos em Manchester. Em maio deste mesmo ano, conheceu o aristocrata inglês Charles Stewart Rolls, um apaixonado por carros e cuja empresa vendia modelos da Peugeot e da belga Minerva.

rolls-royce_10_hp

Impressionado com o funcionamento suave do carro criado por Royce, Rolls fechou um acordo para vendê-lo. Depois de sugerir algumas melhorias, o automóvel ganhou o nome de Rolls-Royce 10hp. Usava um motor de dois cilindros e era capaz de atingir 63 km/h.

Com o sucesso da parceria, ambos decidiram formalizar a empreitada em 1906, com a criação oficial da Rolls-Royce. Royce ficaria responsável pela área técnica, enquanto Rolls iria cuidar da parte financeira e comercial do negócio.

A oficialização do negócio veio acompanhada da construção de uma nova fábrica e da estratégia de concentrar a produção da empresa em um único modelo de luxo, que usava um motor 7.0 de seis cilindros e 48 cv. Chamado oficialmente de 40/50 hp, ficou conhecido em pouco tempo como Silver Ghost, nome que seria adotado extraoficialmente para o carro.

rolls-royce_silver_ghost

O Silver Ghost ficou em produção até 1925 e teve mais de 6.000 unidades vendidas. O modelo foi o responsável por firmar a reputação da empresa de fabricar carros de alta qualidade, numa época em que os automóveis ainda eram pouco confiáveis. O seu chassi, inclusive, serviu de base para um carro blindado usado pelas tropas britânicas na Primeira Guerra Mundial.

Charles Stewart Rolls também tinha paixão por aviões, sendo o primeiro britânico a atravessar o Canal da Mancha em um, além de ser também o primeiro inglês a morrer num desastre aéreo em 1910, aos 32 anos. Já Henry Royce morreu em 1933, aos 70 anos.

Uma curiosidade: em 1914, com o começo da Primeira Guerra Mundial, a empresa começou a produzir motores para uso em aviões. Essa relação permanece até hoje, embora o braço de aviação seja uma empresa separada da marca de carros.

Spirit of Ecstasy

Rolls Royce Spirit of Ecstasy

Inicialmente, os carros da Rolls-Royce levavam apenas o emblema do duplo “R”. Até que, em 1909, o Lord Montagu decidiu encomendar ao escultor Charles Robinson Sykes um mascote para o capô do seu Silver Ghost, que teve como modelo a atriz Eleanor Velasco Thornton.

Incomodado com os mascotes instalados por alguns clientes em seus carros, Claude Johnson, diretor da marca, decidiu encomendar um emblema único para o mesmo Sykes, que modificou a estatueta criada para o carro de Lord Montagu para criar o Spirit of Ecstasy.

Inicialmente, o mascote não equipava todos os carros da marca, sendo vendido como um opcional. Mas se tornaria item padrão em todos os Rolls-Royce feitos a partir dos anos 1940 até os dias atuais.

Expansão

bentley_3_1_2_litre

Em 1921, a Rolls Royce inaugurava sua segunda fábrica, localizada em Springfield, estado americano de Massachusetts, para atender à grande demanda de carros por clientes dos Estados Unidos. Esta fábrica operou durante dez anos. 

Em 1931, a empresa adquiriu a Bentley, que era conhecida pelos seus carros esportivos, permanecendo como proprietária da marca até o fim dos anos 1990.

Em 1971, a Rolls-Royce original foi à falência. Enquanto a divisão aeronáutica foi nacionalizada, a de carros seguiu como uma empresa independente, de propriedade privada.

Em 1980, a Rolls-Royce foi comprada pelo grupo Vickers, que em 1998 decidiu vender a marca para a BMW, de quem já comprava motores e outros componentes.

BMW

rolls royce phantom

Tudo estava encaminhado para que a fábrica alemã de carros de luxo levasse a Rolls-Royce. Mas a Volkswagen atravessou o negócio, dando início a um longo processo de negociação entre as duas empresas.

O problema é que a BMW já tinha o direito de usar o nome e o logo Rolls-Royce, por conta de acordos com a divisão aeronáutica da RR. Mas era a Volks que acabou se tornando detentora dos direitos do Spirit of Ecstasy e do desenho da grade frontal.

Isso deu início a um processo de negociação, no qual a BMW cedeu a Bentley para a Volkswagen e a tradicional fábrica dos carros em Crewe. Enquanto a Volks passava os direitos sobre o mascote e a grade frontal.

carro mais caro do mundo Rolls Royce Boat Tail

Atualmente, a Rolls-Royce produz numa nova fábrica em Goodwood (Reino Unido) os sedãs Phantom e Ghost, além do conversível Dawn, o cupê Wraith e o SUV Cullinan. Mas é possível encomendar projetos especiais e exclusivos por meio do programa Coachbuild, que deu origem a carros como o Boat Tail, considerado um dos carros mais caros do mundo.

Posts relacionados

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Índice de roubos e furtos caí em 11% no primeiro trimestre de 2024, Fiat Strada entra no ranking dos carros…
Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

O novo Nissan Sentra 2025 foi lançado em duas versões, sendo a opção de entrada Advance com o preço inicial…
Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Que tal conhecer um pouco da garagem do astro de Hollywood chileno Pedro Pascal? Pedro Pascal, aclamado ator chileno, não…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *