Roubo de faróis: entenda o crime que está comum na Europa
roubo de faróis porsche

Roubo de faróis: entenda o crime que está comum na Europa

A prática criminosa de roubo de faróis pode está ligada ao valor caro dos itens e a plantação de cannabis

Para quem pensa que só o Brasil sofre com crimes ligados a carros, eis que a Europa também está vivenciando uma fase difícil de roubos e delitos do tipo. E por lá, um que está se popularizando é o roubo de faróis.

cta blog venda seu carro

A cidade de Dusseldorf, na Alemanha, recentemente testemunhou um ato audacioso. Ladrões não hesitaram em atacar um Porsche Taycan Cross Turismo, arrancando seus valiosos faróis enquanto o veículo estava estacionado em uma rua tranquila. 

O prejuízo, como já era de se imaginar, foi enorme para o proprietário do modelo, conhecido por ser um modelo valioso e caro, em cada detalhe. Esta cena, que viralizou nas redes sociais, não é um caso isolado. Infelizmente, o roubo de faróis tem se tornado uma prática preocupante em muitos países.

Porsche Taycan na tomada - carro elétrico com maior autonomia à venda no Brasil

E o incidente em Dusseldorf é um exemplo do que está se tornando uma tendência global. Durante a calada da noite, os ladrões usam ferramentas afiadas e de grande potência para despojar o veículo de seus faróis.

O resultado é uma dianteira danificada, incluindo para-lamas e capô, o que aumenta ainda mais o prejuízo para além do valor dos faróis em si. É uma ação que não apenas causa danos materiais, mas também abala a sensação de segurança dos proprietários.

No caso citado, os faróis do Porsche custam nada menos que US$ 4.390 (aproximadamente R$ 22 mil na cotação atual), ou seja, são verdadeiras joias da engenharia automotiva. Equipados com tecnologia de ponta, esses faróis vão além de simples dispositivos de iluminação, oferecendo recursos como luz alta automática, fachos direcionais e até mesmo a inovação dos raios laser, proporcionando uma iluminação de qualidade superior.

Por aqui, se repete

Em nosso país, relatos de furtos semelhantes têm se multiplicado também, ganhando destaque nas redes sociais e até mesmo na mídia tradicional. Figuras públicas, como o ator e empresário Felipe Titto e o rapper Salvador da Rima, tornaram-se vítimas desse tipo de crime, compartilhando suas experiências para alertar outros motoristas sobre os perigos que rondam seus veículos de luxo.

O roubo de faróis não é apenas um inconveniente financeiro para os proprietários de automóveis. Ele representa uma ameaça à segurança nas estradas, especialmente durante a condução noturna ou em condições climáticas adversas, pois a pessoa pode estar em uma viagem quando tem os itens furtados. 

Imagine a situação: você sai com seu carro de alto padrão para uma viagem, lá, ladrões roubam os faróis do veículo, em uma cidade onde não há autorizada da marca, já que a maioria estão em grandes centros urbanos. O que você faz? Volta para a cidade grande sem os itens e com o boletim de ocorrência. 

Nessa volta, se for a noite, sua segurança e de outras pessoas estará totalmente comprometida. Além da possibilidade de multa pela falta dos itens, os faróis desempenham um papel crucial na visibilidade do motorista, e a ausência desses dispositivos pode resultar em acidentes graves.

Faróis e maconha: o que tem a ver?

Faróis de LED de carros de luxo, como os da Porsche, tornaram-se alvos de alguns criminosos não apenas pela sua tecnologia de iluminação, mas pelo uso alternativo que alguns cultivadores de maconha encontraram para eles: fornecer luz ideal para suas plantações indoor.

Na clandestinidade das operações de cultivo de cannabis, a necessidade de evitar atenção leva os produtores a ambientes fechados e discretos. Sem acesso à luz solar direta, recorrem à iluminação artificial, e os faróis automotivos tornaram-se uma escolha popular devido à sua eficiência energética e custo relativamente baixo.

Além de reduzir os custos de energia, essa prática também ajuda a evitar chamadas de atenção das empresas de eletricidade, que poderiam suspeitar de padrões de consumo incomuns para uma residência comum.

Apesar da justificativa plausível, alguns argumentam que o alto valor agregado dos faróis de carros premium os torna um alvo atraente por si só, independentemente de sua utilidade na produção de cannabis.

Quando não usados para esse fim, os faróis roubados acabam nas mãos de revendedores ilegais. Enquanto o roubo de faróis de carros de luxo aumenta em grandes cidades brasileiras, estacionar em locais seguros é a melhor medida preventiva de curto prazo, já que não há solução imediata para conter essa prática criminosa.

Posts relacionados

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Os golpes na compra e venda de carros no Brasil ainda estão em alta, confira os modelos mais visados pelos…
Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi lança modelos A4 e A5 com preços até R$ 394.990,00 para A5 na versão topo de linha A Audi…
BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

Edição limitada e mais potente do BMW M3 CS: apenas 17 unidades disponíveis que já foram vendidas no país. A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *