Teste: Fiat Pulse Drive CVT – como se comporta a versão aspirada do SUV
Fiat Pulse Drive CVT cinza strato

Teste: Fiat Pulse Drive CVT – como se comporta a versão aspirada do SUV

Com boa posição de dirigir, economia de combustível e bom conforto, Fiat Pulse Drive CVT é umas das opções interessantes de mercado.

O carro do BBB! Tradição desde o primeiro programa, quando “Kleber Bambam” ganhou o prêmio de R$ 500 mil e um Fiat Marea 2.4 HLX, todos os vencedores do Big Brother Brasil levaram para casa um carro da Fiat.

cta blog venda seu carro

O mais recente prêmio do programa (além dos 1 milhão de reais, é claro) é o SUV Fiat Pulse, que inclusive foi divulgado para o mercado automotivo nacional durante o Reality Show.

E foi assim que a vencedora da edição de 2021, Juliette, se tornou a “primeira” proprietária de um Fiat Pulse no Brasil. No BBB 22, novamente o Fiat Pulse foi um dos prêmios do para o vencedor Arthur Aguiar.

Bom, indo ao que interessa, que para nós é o carro, tive a oportunidade de testar por uma semana a versão aspirada do SUV, o Fiat Pulse Drive CVT e posso te adiantar: vale, no mínimo, o seu teste drive.

quanto vale esse carro na instacarro

Design do Fiat Pulse Drive

A frente do Pulse Drive é elevada e traz faróis em LED, que são unidos por uma barra na cor cinza. No mais, nada de cromados: grade, moldura inferior do para-choque e os faróis de neblina (que nesta versão não estão disponíveis) são em plástico preto, assim como as molduras das caixas de roda e laterais.

Atrás, destaque para as belas lanternas em LED e o spoiler de teto. No veículo que a Fiat nos emprestou para avaliação, há dois pacotes de acessórios, o Pack Connect Me e o Pack Plus, que inclui entre outras coisas, o teto e retrovisores pintados em preto brilhante.

Fiat Pulse Drive CVT cinza strato traseira

Por dentro, por ser uma versão de entrada, o acabamento é mais simples, com teto em preto e apliques em tons cinza nas maçanetas internas, por exemplo. O painel de instrumentos é analógico, mas tem computador de bordo completo.

Fiat Pulse Drive CVT interior completo

O ar-condicionado também é analógicos, mas demorou um pouco até entender que o mesmo botão que regulava a temperatura, regulava também a velocidade da ventilação interna. Apertando-o, mudava de uma função para a outra.

Na mesma área há também o botão de controle de volume do sistema de som. Por falar nele, o modelo testado contava com multimídia de 8,4 polegadas, mas a moldura gigante enganava bem e parecia algo bem maior.

Fiat Pulse Drive CVT central multimídia

Os bancos do Pulse Drive CVT possuem revestimento em tecido, mas vale ressaltar que merecem nota 10 em apoio lombar e ergonomia.

Dirigindo o Fiat Pulse Drive CVT

O Pulse Drive foi o responsável por inaugurar a era CVT dentro da Fiat. Junto ao novo câmbio, está o recalibrado motor de quatro cilindros 1.3 litros, que por conta das novas leis de emissões do Proconve, acabou ficando menos potente.

Dessa forma, agora o motor 1.3 Firefly tem 107 cv de potência máxima (etanol) e 13,7 kgfm de torque.

Fiat Pulse Drive CVT cinza strato motor 1.3 firefly

O comportamento do Pulse Drive na cidade com este conjunto com as sete marchas simuladas é agradável, com respostas ágeis em acelerações e fôlego suficiente para enfrentar subidas caprichadas.

Na estrada o desempenho é semelhante, mas não espere um comportamento esportivo em ultrapassagens, por exemplo, mas para sua proposta é mais do que aceitável.

Além disso, a suspensão tem calibração elogiável, com conforto muito próximo do ideal entre a maciez na cidade e a firmeza nas curvas de alta nas estradas.

Fiat Pulse Drive CVT cinza strato

Isso quebra um pouco o paradigma dos carros da Fiat serem “moles” demais e desagradar quem prefere uma condução “mais na mão”.

Por falar em direção, a calibração do volante é boa, leve na cidade e firme na estrada. Antes que eu me esqueça, o Fiat Pulse Drive CVT bebe pouco: na cidade o consumo foi de 9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada, ambas medições com etanol no tanque.

Itens de série

Fiat Pulse Drive CVT interior

O Pulse Drive CVT traz como itens de série: 4 airbags (2 frontais, um de tórax e um de cabeça), ar-condicionado automático e digital, ASR (Controle eletrônico de tração), ESP (Controle eletrônico de estabilidade), ESS (Sinalização de frenagem de emergência), central multimídia com tela de 8,4″ touchscreen com conectividade com smartphones Apple Car Play e Android Auto sem fio, chave canivete, comandos de áudio e painel de instrumentos no volante, faróis em LED, Hill Holder (Assistente partida em rampa), TC+ (Controle de tração), console central com apoio de braço, porta-copos, porta-celular e porta-objetos e modo Sport com botão de acionamento no volante.

Como opcionais, é possível acrescentar o Pack Plus (R$4.437), que inclui câmera de ré com linhas adaptativas, carregador wireless, Key Less Entry’n Go, partida remota via chave, pintura bicolor, o Pack Connect////Me (R$ 3.838) – Fiat Connect////Me, que inclui navegação embarcada e espelho retrovisor interno eletrocrômico e o Pack multimídia (R$ 1.032) para dar um upgrade para a versão de 10,1”

Conclusão

O Fiat Pulse Drive CVT têm preços na casa dos 100 mil reais e, nessa faixa, disputa mercado com SUVs como o Nissan Kicks, JAC T40 CVT e com hatches “aventureiros”, como o Hyundai HB20x.

Neste mercado, o Pulse Drive tem tudo para nadar de braçada. No acumulado de vendas do ano, está no top 5 do mercado de SUVs com mais de 40 mil unidades emplacadas, atrás apenas de VW T-Cross, GM Tracker, Hyundai Creta e Jeep Compass. É bom a concorrência ficar de olho.

Ficha técnica Fiat Pulse Drive CVT

Motorquatro cilindros em linha 1.3, 8V
Cilindrada1.332 cm³
Combustívelflex
Potência98 cv a 6.000 rpm (g) e 107 cv a 6.250 rpm (e)
Torque13,2 kgfm a 4.250 rpm (g) e 13,7 kgfm a 4.000 rpm (e)
CâmbioCVT de sete marchas
Direçãoeletroassistida
SuspensõesMcPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira)
Freiosdiscos ventilados (dianteira) e tambores (traseira)
Traçãodianteira
Dimensões4.099 mm (comprimento), 1.774 mm (largura), 1.576 mm (altura)
Entre-eixos2.532 mm
Pneus195/60 R16
Porta-malas370 litros
Tanque47 litros
0-100 km/h11s2 (etanol)
Vel. máxima177 km/h (etanol)
Consumo cidade (Inmetro)12,9 km/l (gasolina) e 9,2 km/l (etanol)
Consumo estrada (Inmetro)14,3 km/l (g) e 10,4 km/l (e)
Fonte: Stellantis

Galeria de fotos do Fiat Pulse Drive CVT

Posts relacionados

Investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 Bilhão é para a produção de novo modelo

Investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 Bilhão é para a produção de novo modelo

Segundo divulgado pela marca, investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 bilhão é para preparar sua fábrica para lançamento…
Mercedes-Benz EQS 450+ é u SUV mais tecnológico da marca e beira o R$ 1 milhão

Mercedes-Benz EQS 450+ é u SUV mais tecnológico da marca e beira o R$ 1 milhão

Mercedes-Benz EQS 450+ oferece ótimo desempenho, autonomia, acabamento superior e luxo incomparável
Vender Carro em Duque de Caxias: tudo o que você precisa saber

Vender Carro em Duque de Caxias: tudo o que você precisa saber

Se você está pensando em vender carro em Duque de Caxias de maneira rápida e segura, a InstaCarro é a…

One Comment

  1. Reynaldo

    Esse é a melhor opção do Pulse. O motor 1.0 turbo não dá para sustentar, os testes falam em 9Km/l com gasolina, mas não chega a 7 Km/l com o pé bem leve. Não vale a pena. Comprem o 1.3 Drive que é só alegria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *