Teste: Fiat Strada Ranch CVT é bem equipada e bebe pouco
Fiat Strada Ranch CVT

Teste: Fiat Strada Ranch CVT é bem equipada e bebe pouco

Fiat Strada Ranch CVT é a versão de topo da picape de maior sucesso do mercado brasileiro.

Além de queridinhas entre os brasileiros, as picapes tem se aperfeiçoado para agradar ainda mais seu público. E a Fiat Strada é um dos maiores e melhores exemplos do quanto esse segmento faz sucesso no País.

cta blog venda seu carro
Fiat Strada Ranch CVT

Figurando sempre os modelos mais vendidos do País, as vezes sendo a líder do mercado automotivo, inclusive, a picape da Fiat passou por uma bela reformulação em sua nova geração.

Maior, mais moderna e econômica, tornou-se uma opção mais próxima a da irmã Fiat Toro, mas manteve a vocação para o trabalho que sempre foi o seu forte.

Avaliamos agora a versão topo de linha, a Fiat Strada Ranch CVT, isso mesmo, uma picape com câmbio continuamente variável para ser o carro de quem precisa de espaço e um belo porta-malas, mas com o conforto e suavidade que os tempos modernos pedem.

quanto vale esse carro na instacarro

Design externo e interno da Fiat Strada Ranch CVT

Quando comparamos com as outras versões da Strada, a Ranch traz alguns itens diferenciados para deixá-la com aspecto de picape “fazendeira”, como estribos laterais e para-barros, por exemplo.

Fiat Strada Ranch CVT

Além disso, traz ainda retrovisores em preto brilhante, rack, capota marítima e rodas de 15 polegadas com visual exclusivo.

Por dentro, a Strada Ranch CVT oferece um bom espaço, como uma cabine dupla de verdade deve ser. Lá atrás, a caçamba possui capacidade de 844 litros e 400 kg de carga útil. 

Fiat Strada Ranch CVT interior

Além disso, a Strada ganhou um toque de luxo ao ganhar um painel bicolor em preto e marrom, com os bancos seguindo a mesma estética.

Completam a parte visual do habitáculo o emblema “Ranch” nos assentos dianteiros, embaixo da central multimídia, nos tapetes, e no display quando o condutor dá partida.

Desempenho da Strada Ranch CVT

O conjunto motriz da Strada Ranch é o mesmo do seu irmão Fiat Pulse: o motor 1.3 Firefly de quatro cilindros capaz de produzir 107 cv de potência e 13,7 kgfm de torque máximo. O câmbio CVT simula sete velocidades. 

Fiat Strada Ranch CVT - motor firefly

Ao dirigir o modelo pela primeira vez já é possível notar que o foco não é o desempenho, mas sim uma condução agradável e suave, mas com bom torque mesmo em baixas rotações.

Na cidade o desempenho da picape foi mais do que satisfatório e, na estrada, apesar do centro de gravidade alto, não tomei sustos em curvas de alta velocidade, local onde veículos com centro de gravidade alto tendem a mostrar instabilidade.

Quanto ao consumo, a picape apresenta também bons resultados. Segundo o INMETRO, com etanol, a picape gasta 8,8 km/l na cidade, subindo para 9,9 km/l em estrada. Já com gasolina, o modelo fica na casa dos 12,4 km/l de gasolina na cidade, e 13,9 km/l de gasolina em circuito rodoviário. 

Itens de série da Strada Ranch CVT

Fazendo juz a posição de topo de linha, a picape traz (quase) tudo que se pode ter direito, tal como faróis de LED com DRL, quatro airbags, câmera de ré, controles de estabilidade e tração, computador de bordo de 3,5 polegadas, assistente de partida em rampas e sensor de monitoramento de pressão dos pneus.

Fiat Strada Ranch CVT - interior

O motorista ainda poderá fazer uso da central multimídia de 7 polegadas com conexão Android Auto e Apple CarPlay sem fio, ar-condicionado e carregador wireless para smartphone.

Veredicto

Líder de vendas, a opção CVT deve fazer os olhos dos consumidores saltarem mais ainda, já que o modelo consegue entregar um pacote atrativo de itens de fábrica, bom conjunto motriz e design já amado por muitos fãs da picape. Além disso, diante da crise de combustíveis, a Strada se mantém forte sendo econômica. 

Fiat Strada Ranch CVT

Se a compararmos com sua principal concorrente, a Volkswagen Saveiro, o modelo da marca italiana está bem à frente, já que a picape rival não evoluiu junto e está defasada.

Uma rival forte deve vir aí, a Nova Chevrolet Montana, mas acho difícil clientes fiéis da Strada mudarem de ares. Quem é fão da Strada não muda.

Ficha Técnica da Fiat Strada Ranch CVT

Motorquatro cilindros em linha, 1.3, 8 válvulas, injeção multiponto
Cilindrada1.332 cm3
Combustívelflex
Potência107 cv / 98 cv a 6.250 rpm (etanol/gasolina)
Torque13,7 kgfm (etanol) / 13,2 kgfm (gasolina) a 4.600 rpm
CâmbioCVT de sete marchas simuladas
Direçãoeletroassistida
SuspensõesMcPherson (dianteira) e eixo rígido (traseira)
Freiosdiscos ventilados (dianteira) e tambores (traseira)
Traçãodianteira
Dimensões4.480 mm (comprimento), 1.781 mm (largura), 1.576 mm (altura)
Entre-eixos2.737 mm
Pneus205/60 R15
Caçamba844 litros
Tanque55 litros
0-100 km/h12s
Vel. máxima165 km/h
Consumo cidade (Inmetro)12,4 km/l (gasolina) e 8,8 km/l (etanol)
Consumo estrada (Inmetro)13,9 km/l (gasolina) e 9,9 km/l (etanol)

Galeria de fotos da Fiat Strada Ranch CVT

Posts relacionados

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *