Teste: Ford Bronco Sport é o SUV raiz bonito e bem equipado
Ford Bronco Sport

Teste: Ford Bronco Sport é o SUV raiz bonito e bem equipado

Testamos o Ford Bronco Sport por uma semana e contamos todos os detalhes sobre o SUV que tem tudo para ser o melhor do segmento, mas posicionamento de mercado atrapalha.

O Ford Bronco começou a ser vendido no Brasil em maio de 2021, então já não podemos considerá-lo uma novidade, não é verdade?

cta blog venda seu carro

Mas quantos você já viu na rua? Dá para encher uma mão? Acredito que não. Pois é, e isso se deve ao posicionamento do Bronco como um carro “de nicho” no Brasil.

Ford Bronco Sport

Com preços a partir de R$272.650 (preço em janeiro de 2021, mas que você pode conferir atualizado no Guia de Preços de Veículos da InstaCarro), custa cerca de 24 mil reais a mais que o Jeep Compass Trailhawk.

quanto vale esse carro na instacarro

Com porte semelhante ao do Jeep, o Ford vem com motor a gasolina 2.0 EcoBoost de 240 cv, enquanto o Compass vem com mecânica diesel de 170 cv. O torque é pouca coisa maior no Bronco, 38 kgfm contra 35,7 kgfm do rival. Ambos têm tração 4×4 sob demanda.

Se você colocar todos os opcionais possíveis no Jeep Compass, ele praticamente iguala os itens de série do Ford Bronco e ainda recebe o teto solar panorâmico. Mesmo assim, ainda sai cerca de 5 mil reais mais barato que o Bronco.

E o Ford ainda tem alguns pontos que jogam contra, como a decisão da Ford de fechar fábricas no Brasil, a redução abrupta no número de concessionárias e a dúvida que isso gera no consumidor.

Mas e se eu te falar que mesmo com tudo isso, comprar o Ford Bronco Sport seria uma escolha interessante? Te conto nos próximos parágrafos.

Design

Vendido nos EUA de 1966 até 1996, o Ford Bronco sempre teve um visual quadradão, mecânica resistente e confiável e ainda era capaz de enfrentar todo-terreno, como um SUV dessa época deveria ser.

Ford Bronco 1971

Agora, o novo SUV tem visual claramente inspirado no Bronco dos anos 70, com destaque para as linhas predominantemente retas, os faróis redondos em LED e para a grade que lembra a utilizada no modelo daquela época.

Ford Bronco Sport

O visual do Ford Bronco é, com certeza, um dos seus principais atributos. Por ser diferentão, chama a atenção por onde passa, sem que contar que é inegavelmente bonito. Destaque também para as rodas de 17 polegadas em tom cinza escuro, teto em preto brilhante

Ford Bronco Sport - rodas de 17 polegadas

Por dentro, porém, esqueça o visual histórico. O acabamento é impecável e predominam materiais macios ao toque.

O volante multifuncional tem revestimento em couro e boa empunhadura. O painel de instrumentos é digital e, no centro do painel há a central multimídia que, embora seja pequena para os padrões atuais, casa com o visual do carro.

Ford Bronco Sport - central multimídia

Destaque também para a faixa em tom marrom que divide o painel em dois andares e que é replicada nos painéis de porta e nos ótimos bancos em couro.

Ford Bronco Sport - interior

Desempenho do Ford Bronco Sport

Rodei com o SUV em trajetos urbanos e rodoviários, que é onde deverá ser o seu habitat natural durante toda a sua vida.

Com o motor 2.0 EcoBoost a gasolina de 240 cv e 38 kgfm e câmbio automático de oito marchas convencional, o Bronco é esperto na cidade e acelera com vigor na estrada. As trocas de marchas são suaves e “sem engasgos”.

Ford Bronco Sport - motor 2.0 ecoboost

Há ainda sete modos de condução diferentes, sendo os tradicionais Normal, Eco e Sport voltados ao uso em vias pavimentadas, e os demais voltados ao 4×4: Sand (vias arenosas) e Slippery (via escorregadia) e os modos extremos Rock Crawl (algo como rastejar sobre pedras) e Mud/Ruts (enfrentar lama e sulcos).

Testei os três primeiros modos e, sim, eles fazem bastante diferença na experiência de condução do Bronco.

No modo Normal, o Bronco é o que já falei: anda bem na cidade e na estrada, tem trocas de marchas suaves e é bem gostoso de guiar.

Já, no modo Eco, focado em economia de combustível, o acelerador passa a ter respostas mais lentas e o câmbio prioriza as trocas com rotação do motor baixa. Ainda é um SUV ágil, mas é notável a diferença.

Agora, quando o modo Sport é acionado, o Ford Bronco passa a ter o pedal de acelerador muito sensível, com respostas ainda mais rápidas na aceleração e o câmbio passa a trocar de marcha com rotações mais altas que o normal. Na estrada “vira um canhão” e você precisa tomar cuidado para não passar do ponto.

Ford Bronco Sport - traseira

No mais, o comportamento é o que se espera de um SUV: centro de gravidade alto e suspensão que prioriza o conforto é igual a um carro não tão legal assim para enfrentar curvas em alta velocidade. Esse, talvez, seja o ponto que mereça uma atenção do futuro comprador.

Um exemplo é o comportamento do veículo em subidas de serra com trechos íngremes. A sensação é de que a traseira empurra a frente mais do que devia e, com isso, o Ford Bronco tem a tendência a sair de frente.

Por isso, nada de abusos, andar com o Bronco em trechos assim é com cautela e seguindo todas as regulamentações de trânsito para a região.

Mas vale ressaltar que o bronco conta com recursos eletrônicos para te ajudar a ter uma condução segura, como controles eletrônicos de tração, estabilidade e sistema anticapotamento.

Consumo do Ford Bronco Sport

O Ford Bronco é um SUV que vai visitar pouco o posto de gasolina, mas não por ser o rei da economia.

Ford Bronco Sport - painel de instrumentos

Segundo o Inmetro, o consumo urbano do Ford Bronco Sport é 8,3 km/l e 10,1 km/l em trajeto rodoviário. No tempo em que testei o carro, o consumo foi ligeiramente melhor: 8,6 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada.

Não são número ruins para o porte do carro, mas com o preço da gasolina subindo dia após dia, isso vai pesar no bolso.

Em contrapartida, vai ser caro encher o tanque de gasolina de 64 litros, mas a autonomia é boa: 530 km em cidade ou 646 km em rodovias.

Itens de série

O Bronco Sport é um SUV que honra sua tradição no visual e na capacidade off-road, mas não dá para ficar só nisso, não é verdade?

Ford Bronco Sport - interior

Assim, para ser um carro seguro e conectado, como o mercado atual pede, o SUV da Ford traz como itens de série tecnologias semiautônomas.

No pacote, estão o piloto automático adaptativo (que acelera e freia o veículo baseado no veículo à frente), assistente de permanência em faixa, leitor de placa de trânsito, e sistema de frenagem automática de emergência.

A lista de itens de série é extensa, mas dá para destacar a pintura bicolor com teto em preto brilhante, farol alto automático, pneus Pirelli Scorpion AT de uso misto, vidro do porta-malas com abertura independente da tampa, mesinha dobrável no porta-malas, nove airbags, alerta de ponto cego, câmera de ré, câmera frontal para uso no off-road, teto solar, sistema de som Bang&Ollufsen com 10 alto-falantes, um subwoofer e 1.000 Watts, acesso remoto ao veículo via celular pelo Ford Pass, ar-condicionado digital de duas zonas com duto para o banco traseiro e bancos com regulagem elétrica, aquecimento e revestidos parcialmente em couro com suede.

Conclusão

Ford Bronco Sport

O Ford Bronco é uma excelente opção para quem quer um SUV que pode fazer tudo, de encarar lama até fazer bonito no estacionamento do shopping, mas se colocarmos seus melhores atributos ao lado de um Compass Trailhawk Diesel, por exemplo, o rival iguala a grande maioria dos atributos e consegue ser melhor em tantos outros.

Subindo um pouco de nível e considerando que o Bronco não foi pensado para ser rival do Compass no Brasil, mas sim um para quem quer sair da mesmice e beliscar algumas pitadas do mercado de SUVs de luxo, ele tem preço próximo ao Audi Q3, por exemplo.

Se o compararmos ao “rival alemão”, que custa a partir de R$ 278.990, o Ford Bronco oferece melhor desempenho, tem capacidade de enfrentar o fora de estrada, é maior e mais completo, mas não oferece o luxo e requinte naturais que um Audi por si só pode oferecer.

Se a Ford conseguisse reposicionar o modelo no mercado junto ao Compass ou então limpar essa imagem negativa que ela mesma criou com sua saída do País, o Bronco com certeza teria mais relevância no mercado. Qualidades para isso ele tem de sobra!

Ficha Técnica – Ford Bronco Sport Wildtrack

Ford Bronco Sport Wildtrak

  • Motor: quatro cilindros em linha, 2.0, 16 válvulas, turbo e injeção direta
  • Cilindrada: 1.999 cm3
  • Combustível: gasolina
  • Potência: 240 cv a 5.500 rpm
  • Torque: 38 kgfm a 3.000 rpm
  • Câmbio: automático convencional de oito marchas
  • Direção: eletroassistida
  • Suspensões: McPherson (dianteira) e multilink (traseira)
  • Freios: discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)
  • Tração: integral, bloqueio do diferencial traseiro
  • Dimensões: 4386 mm (comprimento), 1938 mm (largura), 1797 mm (altura)
  • Entre-eixos: 2670 mm
  • Pneus: 225/65 R17
  • Porta-malas: 580 litros
  • Tanque: 64 litros
  • 0-100 km/h: 8s
  • Vel. máxima: 180 km/h
  • Consumo cidade (Inmetro): 8,3 km/l
  • Consumo estrada (Inmetro): 10,1 km/l

Galeria de Fotos

Posts relacionados

Koenigsegg CC850 traz câmbio revolucionário que é automático e manual ao mesmo tempo

Koenigsegg CC850 traz câmbio revolucionário que é automático e manual ao mesmo tempo

Koenigsegg CC850 nasceu como homenagem ao aniversário do fundador, mas o que chama a atenção é o incrível câmbio automático…
F1: GP da Emilia Romagna em Ímola, veja horários e onde assistir

F1: GP da Emilia Romagna em Ímola, veja horários e onde assistir

Confira como assistir e os horários do retorno da F1 2024 no GP de Emilia Romagna em Ímola neste final…
Lula sanciona novo DPVAT, SPVAT, com veto à multa por inadimplência

Lula sanciona novo DPVAT, SPVAT, com veto à multa por inadimplência

Confira tudo o que você precisa saber sobre o novo DPVAT sancionado por Lula, e o que muda em comparação…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *