Teste: Hyundai HB20 1.0 Sense é o novo rei do custo-benefício
hyundai hb20 sense (5)

Teste: Hyundai HB20 1.0 Sense é o novo rei do custo-benefício

Com o mesmo preço de concorrentes pelados, o Hyundai HB20 Sense se destaca pelo bom desempenho e pela boa oferta de equipamentos de série.

No mercado automotivo brasileiro, é quase uma regra que a versão de entrada de um carro popular seja visualmente mais pobre e bem menos equipada que nas configurações mais caras. Mas nem sempre precisa ser assim. E uma prova disso é o Hyundai HB20 Sense.

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

O compacto da marca sul-coreana feito em Piracicaba (SP) é a versão mais simples da linha e sai por R$ 64.190. Mas você pode conferir aqui o preço das configurações mais caras. Confira a avaliação a seguir.

Exterior e interior

hyundai hb20 sense (21)

Confesso que o design da 2ª geração do Hyundai HB20, lançada em setembro de 2019, não me agradou na época da sua chegada ao mercado.

Mas passados mais de dois anos do lançamento, diria que me acostumei às linhas do modelo e já não acho tão estranho assim. Mesmo nesta versão Sense, a mais básica da linha.

hyundai hb20 sense (18)

Apesar de trazer rodas de aço de 14” com pneus na medida 175/70, o visual externo é caprichado, deixando o modelo sem aquele visual de carro de frota. Ainda mais com a presença da grade dianteira em preto brilhante.

Por dentro, o rádio tem uma tela simples, mas é fácil de usar, enquanto o painel traz instrumentos traz mostradores convencionais e uma pequena tela monocromática, que concentra informações de temperatura do motor, nível de combustível, quilometragem e os dados do computador de bordo.

hyundai hb20 sense (14)

O quadro de instrumentos é semelhante ao usado no HB20 de 1ª geração. Mas o resultado visual e a disposição das informações me agrada mais do que no painel com velocímetro digital dos HB20 mais caros. Que por sua vez lembra aquele usado no Onix de 1ª geração.

A versão de entrada do HB20 também agrada ao olhar. O ambiente monocromático em preto é quebrado por apliques prateados. Outro ponto que merece destaque na cabine é a qualidade do acabamento. Apesar dos plásticos duros típicos do segmento, o encaixe das peças é bom e os plásticos não tem rebarbas. 

Preço e equipamentos

hyundai hb20 sense (32)

O Hyundai HB20 Sense está posicionado um degrau acima dos subcompacto Fiat Mobi e Renault Kwid, na mesma faixa de preços de outros hatches compactos de entrada como os veteranos Chevrolet Joy (o Onix de 1ª geração rebatizado) e o Volkswagen Gol 1.0, que partem respectivamente de R$ 64.240 e R$ 65.590.

Mesmo sendo o carro pelado da linha, esse HB20 aposta em um fórmula muito parecida ao do finado Volkswagen Fox: oferecer mais conteúdo por um menor preço. 

hyundai hb20 sense (40)

Tanto que, sem opcionais, traz de série sistema de som com bluetooth e controles do som no volante, airbags laterais, controles eletrônicos de tração e estabilidade, vidros dianteiros e travas elétricas das portas e ar-condicionado e direção elétrica.

Com exceção da direção assistida, do ar-condicionado e dos vidros elétricos, todos os outros itens estão presentes apenas em versões mais caras dos concorrentes. 

É claro que foi necessário fazer algumas concessões: faltam alças no teto, alto-falantes nas portas traseiras, iluminação no porta-malas e porta-luvas e uma chave com controle remoto. Mas nada que tire o brilho do conjunto. 

Motorização

hyundai hb20 sense (26)

O Hyundai HB20 Sense está equipado com um motor 1.0 flex de três cilindros, que desenvolve 75/80 cv (gasolina/etanol) de potência e 9,4/10,2 kgfm de torque a 4.500 rpm (gasolina/etanol). A única opção de câmbio é o manual de cinco marchas.

Apesar dos números dentro da média do segmento, o HB20 agrada pelo bom desempenho para um modelo 1.000, com bom fôlego mesmo por volta de 2.000 rpm. Outro ponto de destaque vai para a suavidade de funcionamento do propulsor, que trabalha de maneira silenciosa e com pouca vibração.

O câmbio também merece elogios pelos engates leves e precisos. Mas embora a opção por relações mais curtas tenha contribuído para dar agilidade ao modelo, faz com que o HB20 fique com motor girando em alta rotação em uso rodoviário (por volta de 4.000 rpm a 110 km/h). Situação em que faz falta uma transmissão de seis marchas.

Isso reflete no consumo de combustível. De acordo com o PBE Veicular, do Inmetro, o propulsor 1.0 aspirado garante médias 9,5 km/h (cidade) e 10,5 km/l (estrada) com etanol. Boas marcas, que ficaram próximas às obtidas no nosso teste no “mundo real”. Mas pouco abaixo dos resultados de alguns concorrentes de três cilindros.

Impressões

hyundai hb20 sense (31)

A presença do banco com regulagem de altura facilita na hora de achar uma boa posição de dirigir mesmo com a coluna de direção fixa. Os comandos ficam todos ao alcance das mãos e isso contribui bastante para o conforto dos motoristas mais baixos, como eu (1,65 m). Pode parecer besteira, mas nem todo carro compacto é assim.

Em termos de espaço interno, o HB20 fica dentro da média do segmento, permitindo levar quatro adultos com relativo conforto. O mesmo pode ser dito do porta-malas, com capacidade para 300 litros, que também não se destaca e nem é alvo de críticas. A cabine tem bom isolamento acústico. Quase não se ouve o motor e nem a suspensão trabalharem.

E por falar em molas e amortecedores, todo o conjunto tem um acerto bem acertado e mais voltado para o conforto. Algo que é amplificado pelos pneus borrachudos. Mas sem afetar a capacidade do compacto de contornar curvas de maneira estável e transmitindo segurança.

Conclusão

hyundai hb20 sense (24)

O Hyundai HB20 Sense é um dos carros 0km atualmente oferecidos no mercado automotivo brasileiro que mais se destacam no quesito custo-benefício.

Além de trazer o mesmo visual externo das versões mais caras, traz um conjunto mecânico atual e bem afinado, que é combinado a uma lista de equipamentos com ótima oferta de itens de conforto e segurança.

Numa faixa de mercado com margens de manobra tão estreitas, a marca sul-coreana fez um trabalho competente para posicionar o modelo. O que se reflete nos números de venda: no acumulado do ano até setembro, o HB20 liderava o mercado com mais de 67 mil emplacamentos.

Em relação aos pontos de melhoria, não faria mal a Hyundai equipar um pouco mais este HB20 de entrada (equipamento nunca é demais), além de combinar o motor 1.0 a um câmbio de seis marchas.

Outra opinião: Fernando Naccari

foto fernando naccari

O Hyundai HB20 Sense surpreendeu, mesmo sendo um carro pensado para ser a porta de entrada para o portfólio de veículos da marca.

Como o Evandro comentou, o HB20 Sense é um carro bem acertado, bem equipado, anda bem (na cidade) e tem um consumo condizente. Em trechos com trânsito pesado e com ar-condicionado ligado o tempo todo, a média ficou em 8,6 km/l de etanol.

Outro ponto a se destacar é o conforto de direção: os bancos tem boa anatomia e apoiam bem a região lombar, tem bom equilíbrio em maciez e firmeza, e a suspensão filtra bem as irregularidades das vias. Em velocidades mais altas, é firme ao ponto de lembrar carros de segmento superior.

Senti falta de itens como alarme antifurto e chave com comando para o travamento. É bastante incomum nos tempos atuais, mesmo em veículos de entrada, precisar colocar a chave na fechadura para trancar o veículo.

Mas, ao que interessa, se você pensa em ter um hatch de entrada para chamar de seu e precisa de itens de série vitais, como ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, rádio com conectividade bluetooth e também pensa num carro que tenha design que foge do padrão, faça um test drive com o modelo. É bem provável que você pense em colocá-lo no topo da sua lista.

Galeria de fotos do Hyundai HB20 Sense

Ficha Técnica Hyundai HB20 Sense

MotorFlex
TipoDianteiro e Transversal
Número de cilindros3
Cilindrada em cm3998
Válvulas12
Taxa de compressão11,5:1
Injeção eletrônica de combustívelMultiponto
Potência Máxima (G/E)75/80 cv a 5.800 rpm
Torque Máximo (G/E)9,4/10,2 kgfm a 4.500 rpm
Transmissão
TipoManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteira
Freios
TipoDiscos ventilados (dianteira) e tambor (traseira)
Direção
TipoElétrica
Suspensão
DianteiraIndependente, McPherson
TraseiraEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasRoda de aço
Pneus175/70 R14 
Dimensões
Comprimento total (mm)3.940
Largura (mm)1.720
Altura (mm)1.470
Distância entre os eixos (mm)2.530
Capacidades
Capacidade de carga (kg)431
Tanque (litros)50
Peso vazio em ordem de marcha (kg)989

Fonte: Hyundai

Posts relacionados

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Tesla Model Y é o carro mais vendido do mundo, veja o ranking

Em levantamento em mais de 115 países, Tesla Model Y desbanca Corolla e se torna carro mais vendido do mundo,…
Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *