Teste: Jeep Commander Limited – avaliamos as versões flex e diesel e te contamos os detalhes
Jeep Commander Limited Flex

Teste: Jeep Commander Limited – avaliamos as versões flex e diesel e te contamos os detalhes

O Jeep Commander Limited, versão de entrada do SUV de sete lugares, é vendido nas opções flex e diesel e é uma excelente opção em ambas as motorizações.

Ele foi apresentado ao mercado brasileiro no último semestre de 2021 e, na época, muita gente disse que ele era só um Compass de 7 lugares.

cta blog venda seu carro

Na verdade, o Commander é muito mais do que isso, mesmo sendo produzido na mesma plataforma do Compass, mas com entreeixos maior (em 15 cm) e maiores bitolas.

O interessante de sua chegada ao mercado automotivo brasileiro é que o os concorrentes do Jeep Commander não são tantos, mas mesmo os mais caros, como o Toyota SW4 e os mais baratos, como CAOA Chery Tiggo 8 oferecem menos do que ele.

Além disso, o Commander é o único vendido com dupla opção de motorização, uma turbo flex e outra turbo diesel.

Avaliei o Commander Longitude com as duas motorizações e te conto se vale a pena ou não levá-lo para sua garagem. Confira!

Design e porte do Jeep Commander

Olhos menos treinados podem achar que o Commander é igual ao Compass de frente, mas ele é bem diferente.

Os faróis full LED são exclusivos do Commander, o para-choque tem linhas mais retas e a grade de seta aberturas tem design mais fino. O detalhe prateado na grade dá aspecto mais luxuoso ao  SUV de sete lugares.

Jeep Commander Limited Flex

Vale ressaltar ainda que o para-choque da versão flex é diferente da versão diesel, que tem maior ângulo de entrada para favorecê-lo nos trajetos offroad.

O Commander é um SUV grande e de bom espaço para todos os ocupantes, com exceção de quem anda na última fileira de bancos. Ali só alguém pequeno ou uma criança ficam confortáveis.

Jeep Commander Limited Flex - terceira fileira de bancos

O porta-malas do Commander também é generoso: são 661 litros, se estiver na configuração cinco lugares, ou 233 litros quando configurado para sete passageiros.

Jeep Commander Limited diesel - porta-malas completo

Ah, e por gosto pessoal, acho a traseira do Commander melhor resolvida que a do Compass. O design é mais bonito e requintado.

Jeep Commander Limited Flex - traseira

Por dentro, de igual somente o painel de instrumentos, volante e central multimídia. Mas o acabamento no Commander é superior, com destaque para o aplique central em suede que combina com a faixa cobreada que o contorna.

Jeep Commander Limited Flex - interior

Tecnologia a bordo do Jeep Commander

O Jeep Commander Limited é bem equipado, mesmo na versão de entrada.

Mas apesar de bem equipado e tecnológico, nem tudo se comporta como se espera. A central multimídia tem conectividade Android Auto e Apple CarPlay sem fio, mas apresentou irregularidades nos dois veículos durante os testes, como travamento de tela e lentidão no funcionamento.

Jeep Commander Limited diesel - central multimídia

Outro ponto que merece ressalva é com os assistentes de condução: o assistente de permanência em faixa é muito sensível e mais atrapalha do que ajuda.

Se você quiser puxar o carro um pouco mais para a direita ou para a esquerda para dar passagem a um motociclista, por exemplo, o sistema corrige a trajetória deixando a manobra insegura. A solução: desligá-lo.

O sistema de frenagem de emergência também é muito pessimista e te dá sustos com a mensagem “FREAR” no painel seguido de um alerta sonoro incômodo.

Ele sempre costuma achar que você não está no controle e mais te assusta no que te ajuda.

A parte boa é que quem gosta de ter controle total da situação não sofre, pois dá para desligar tudo isso e curtir o SUV.

Jeep Commander Limited Flex

Desempenho e consumo do Jeep Commander

O desempenho da versão turboflex 1.3 de até 185 cv e 27,5 kgfm e câmbio automático de 6 marchas é bom e deixa o SUV mais ágil em baixas rotações do que a versão 2.0 Multijet turbodiesel de 170 cv e 38,78 kgfm.

Enquanto o tuboflex tem câmbio automático de 6 marchas, o turbodiesel usa transmissão de 9 marchas que aproveita mais o torque em médias e altas rotações. É um SUV mais gostoso de pegar estrada, por exemplo.

Jeep Commander Limited diesel - alavanca de marchas

Do ponto de vista do consumo, no entanto,os desempenhos são bem diferentes.

Commander Limited Flex:

  • Cidade: 6,9 km/l de etanol;
  • Estrada: 9,4 km/l de etanol.

Commander Limited Diesel:

  •   Urbano: 10,3 km/l
  •   Estrada: 12,9 km/l

Vale ressaltar que a versão diesel depende de Arla 32 para alcançar as exigências de emissões do Proconve PL7.

Outra mudança da versão diesel em relação a flex é a tração 4×4 com distribuição de força entre os eixos automática.

Jeep Commander Limited diesel - seletor de terreno

O conforto de direção é bem parecido em ambos, embora na versão diesel a suspensão tenha recebido reforço e acerto específicos.

Itens de série do Jeep Commander Longitude

O SUV de sete lugares da Jeep é bem equipado de série traz itens como:

  • Rodas de liga leve de 18”;
  • Câmbio de seis marchas na turboflex e de nove na opção turbodiesel;
  • Sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para o joelho do motorista);
  • Faróis Full LED;
  • Bancos em couro/suede preto;
  • Painel de instrumentos de 10,25” digital customizável;
  • Central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence e espelhamento sem fio de smartphones Android e Apple;
  • Carregador de smartphone por indução
  • Bancos dianteiros com ajustes elétricos;
  • Abertura elétrica do porta-malas;
  • Sistemas de direção autônoma (ADAS): controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão com frenagem automática, detecção de ponto cego e de tráfego cruzado, alerta de mudança de faixa, frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista, reconhecimento de placas de velocidade, comutação automática de faróis e park assist;
  • Na versão a diesel TD380, incliu o modo 4×4 Low e o seletor de terrenos com os programas Sand/Mud, Snow e Auto, além do Hill Descent Control.

Veredicto

Em um mercado que nem tem tantas opções assim, a Jeep acertou em cheio ao oferecer um SUV em duas versões de acabamento com opção de mecânica flex ou diesel.

Bem equipado desde a versão de entrada, o Jeep Commander Limited é bonito, anda bem, tem ótimo acabamento e pode ser mais urbano, estradeiro ou até pronto para a enfrentar terra se for necessário. Basta você fazer a escolha certa!

Frente aos concorrentes, é sem dúvidas melhor que o Toyota SW4, mas o CAO Chery Tiggo 8 híbrido tem na eletrificação um diferencial ainda não presente no Jeep Commander. Pelo menos ainda não.

Ficha Técnica Jeep Commander Longitude T270

Motorquatro cilindros em linha, 1.3, 16 válvulas, turbo e injeção direta
Cilindrada1.332 cm3
CombustívelFlex
Potência185/180 cv (E/G) a 5.750 rpm
Torque27,5 kgfm a 1.750 rpm
CâmbioAutomático de 6 marchas
Direçãoeletroassistida
SuspensõesMcPherson (dianteira) e multilink (traseira)
Freiosdiscos ventilados (dianteira) discos sólidos (traseira)
TraçãoDianteira
Dimensões4.769 mm (comprimento), 1.859 mm (largura), 1.680 mm (altura)
Entre-eixos2.794 mm
Pneus235/50 R19
Porta-malas233 litros (7 lugares) / 661 litros (5 lugares)
Tanque61 litros
0-100 km/h9,9s
Vel. máxima202 km/h
Consumo cidade (Inmetro)6,9/9,8 km/l (E/G)
Consumo estrada (Inmetro)8,3/11,8 km/l (E/G)

Ficha Técnica Jeep Commander Longitude TD380

Motorquatro cilindros em linha, 2.0, 16 válvulas, turbo e injeção direta
Cilindrada1.956 cm3
CombustívelDiesel
Potência170 cv a 3.750 rpm
Torque35,7 kgfm a 1.750 rpm
CâmbioAutomático de 9 marchas
Direçãoeletroassistida
SuspensõesMcPherson (dianteira) e multilink (traseira)
Freiosdiscos ventilados (dianteira) discos sólidos (traseira)
TraçãoDianteira
Dimensões4.769 mm (comprimento), 1.859 mm (largura), 1.680 mm (altura)
Entre-eixos2.794 mm
Pneus235/50 R19
Porta-malas233 litros (7 lugares) / 661 litros (5 lugares)
Tanque61 litros
0-100 km/h10,7s
Vel. máxima198 km/h
Consumo cidade (Inmetro)10,7 km/l
Consumo estrada (Inmetro)13,8 km/l

Galeria de fotos do Jeep Commander Limited Flex e diesel

Posts relacionados

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Carros que parecem ter sido feitos no Minecraft

Conheça alguns modelos de carros que parecem ter saído do Minecraft, um dos jogos de videogame mais famosos do mundo…
Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *