Teste: Jeep Commander Overland é mais do que um SUV de 7 lugares
Jeep Commander Overland T270

Teste: Jeep Commander Overland é mais do que um SUV de 7 lugares

Jeep Commander Overland anda bem, tem acabamento primoroso e espaço suficiente para carregar a família inteira com conforto de sobra.

Lançado no último semestre do ano passado (2021), o Jeep Commander chegou ao Brasil como um “Compass de 7 lugares”, afinal, é produzido sob sua plataforma, mas na prática, entrega bem mais do que era esperado.

cta blog venda seu carro

Os concorrentes do Jeep Commander no mercado automotivo brasileiro não são tantos, com destaque para o renomado Toyota SW4, único derivado de uma picape e montado sob chassis, e o tecnológico SUV CAOA Chery Tiggo 8.

O principal ponto positivo para o SUV da Jeep frente aos concorrentes é a dupla opção de motorização, uma turbo flex e outra turbo diesel, e o acabamento interno superior.

Avaliei por uma semana a versão Flex, com motor 1.3 turbo T270 e te conto se vale a pena ou não levá-lo para sua garagem. Confira!

Design e porte do Commander

O Jeep Commander Overland T270, versão topo de linha flex, entrega um visual bastante alinhado à proposta dos demais SUVs da marca e, em certos aspectos, consegue ser mais bonito que a média.

Jeep Commander Overland T270
quanto vale esse carro na instacarro

Apesar de parecer o Compass, na prática, o Commander é bem diferente.

Os faróis fullLED são exclusivos, o para-choques tem linhas mais retas e a grade de sete aberturas é mais fina.

Jeep Commander Overland T270 - frente

Além disso, linhas prateadas na base do para-choque, na linha dos faróis de neblina e nas partes superiores e inferiores dos faróis unindo-os com a grade dão aspecto mais requintado ao SUV de sete lugares.

Jeep Commander Overland T270 - farol fullLED

As únicas peças iguais entre os SUVs é a caixa de rodas e a porta dianteira. A porta traseira é semelhante, porém é alongada em relação ao Compass devido ao maior entre-eixos, cerca de 15 cm maior no Commander.

Jeep Commander Overland T270 - lateral

No mais, o Commander realmente é um SUV de sete lugares de porte generoso. São 4.769 mm de comprimento, 2.794 mm de entre-eixos e 1.859 mm de largura.

Jeep Commander Overland T270 - lateral

O porta-malas do SUV da Jeep também é grande: 661 litros, quando configurado para cinco pessoas e 233 litros quando configurado para sete passageiros.

Agora, voltando a falar em design, a traseira do Commander também merece um destaque especial. É ela que consegue dar ao SUV o visual Premium que ele merece.

As lanternas em LED são finas e, na parte inferior, possui linha prateada que se estende por toda a área central, unindo as lanternas e, na parte central, se torna o acabamento da fechadura.

Jeep Commander Overland T270 - traseira

Já no interior, apesar de compartilhar componentes com o Compass e outros modelos da Stellantis, como o volante multifuncional e painel de instrumentos, por exemplo, o acabamento é exemplar.

Jeep Commander Overland T270 - interior completo

O painel tem aplique na área central em suede que combina com a faixa cobreada que o contorna.

Os bancos elétricos também trazem suede no acabamento, porém misto com o couro sintético de aspecto mais natural e em tom marrom.

Jeep Commander Overland T270 - bancos dianteiros

No mais, destaque para o ar-condicionado dual zone e ajuste de intensidade para as fileiras traseiras, teto solar panorâmico e bom espaço até para os ocupantes da última fileira de bancos

Tecnologia a bordo do Jeep Commander

O Jeep Commander Overland é um SUV bem equipado, como se espera de um SUV de sua faixa de preço e categoria.

Mas alguns itens não se comportaram tão bem quanto esperava, como a central multimídia com conectividade Android Auto e Apple CarPlay, mas que tem interface confusa e agrupa também os controles do ar-condicionado, algo que dificilmente é intuitivo no uso diário.

Jeep Commander Overland T270 - central multimídia

Outro ponto de atenção é como os assistentes de condução interferem de maneira exagerada na condução.

quanto vale o seu carro na instacarro

O assistente de permanência em faixa, por exemplo, é muito sensível e uma simples desviada para dar passagem a um motociclista, por exemplo, faz com que o sistema leia que você começou a “comer faixa” e corrija automaticamente a trajetória. Se não estiver atento e segurar o carro, é acidente na certa.

Além disso, se você deixar o alerta de ponto cego com alertas visuais (luz na ponta dos espelhos laterais) e sonoros (alarme), em todo o momento que algum carro estiver do seu lado, um alarme irá tocar. Isso mais te assusta do que te ajuda a ter atenção.

Para completar, o sistema de frenagem de emergência também é outro. Ele costuma apresentar a mensagem “FREAR” no painel seguido de um alerta sonoro incômodo, mas que em grande parte das vezes vem em hora errada, pois você está no controle da situação e à uma distância segura do carro da frente. Parece que a calibração do sistema é muito sensível.

A parte boa é que dá para desligar tudo isso e curtir o que o SUV pode te oferecer de bom!

Desempenho e consumo do Jeep Commander

Junto ao design, o desempenho do Jeep Commander Overland T270 são seus maiores trunfos.

Jeep Commander Overland T270 - motor

Com o motor turboflex 1.3 de até 185 cv e 27,5 kgfm e câmbio automático de 6 marchas, o Commander Overland T270 anda bem na cidade e na estrada.

Em trecho urbano, há fôlego de sobra nas saídas de semáforos e subidas íngremes. Na estrada, é um conjunto elástico e que proporciona agilidade em ultrapassagens e baixa rotação em velocidade de cruzeiro.

Para se ter uma ideia de como o Commander T270 é bem acertado, o SUV de 1.715 kg acelera de 0 a 100 km/h em apenas 9,9 segundos e tem consumo coerente:

  • Cidade: 6,9 km/l de etanol;
  • Estrada: 9,4 km/l de etanol.

Itens de série do Jeep Commander Overland T270

O SUV de sete lugares da Jeep é bem equipado de série traz itens como:

  • 2ª fileira de assentos reclináveis e com deslocamento longitudinal de 14cm;
  • 3ª fileira de assentos reclináveis;
  • Abertura eletrônica do porta-malas com sensor de presença;
  • Acendimento automático dos faróis;
  • Ajuste do volante em altura e profundidade;
  • Banco elétrico para o motorista e passageiro dianteiro (8 posições);
  • Bancos Premium em couro e Suede na cor marrom;
  • Bolsa porta objetos atrás dos bancos dianteiros;
  • Central Multimídia de 10,1″ com Adventure Intelligence Plus com Alexa in vehicle;
  • Chave de presença com telecomando para abertura de portas e vidros – Keyless Enter ‘n Go;
  • Controle eletrônico anti capotamento;
  • Detector de fadiga do motorista;
  • Iluminação do porta-malas;
  • Indicador de seta dinâmico;
  • Isofix;
  • Jeep Traction Control+
  • Modo sport;
  • Monitoramento de pontos cegos;
  • Painel de instrumentos Full Digital e HD de 10,25″;
  • Panic break assist;
  • Pavimento do porta-malas com revestimento duplo;
  • Piloto automático adaptativo;
  • Rack do teto com acabamento cromado;
  • Reconhecimento de placas de trânsito;
  • Remote start (partida remota);
  • Rodas de liga leve de 19″ e pneus 235/50;
  • Sensor de chuva;
  • Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro;
  • Sete airbags (Frontais, laterais, de cortina e para os joelhos do motorista);
  • Sistema Auto Hold;
  • Sistema Start&Stop (desligamento/acionamento automático do motor);
  • Sistema de estacionamento semiautônomo (Park Assist);
  • Sistema de monitoramento da pressão dos pneus;
  • Sistema de navegação GPS;
  • Sistema de som Premium Harman-Kardon de 450W (9 alto-falantes + subwoofer) e tecnologia Fresh Air;
  • Teto Solar Elétrico e Panorâmico Command View;
  • Teto pintado em preto;

Veredicto

O mercado de SUVs de 7 lugares não é tão grande e, claro, é focado exatamente em quem tem a necessidade de um carro mais espaçoso.

Jeep Commander Overland T270 - lateral

E nesse mercado se destaca quem pode oferecer mais do que somente três fileiras de bancos. Assim, o Jeep Commander consegue oferecer acabamento interno primoroso, bom desempenho e consumo de combustível satisfatório.

Claro, ele peca nos sistemas de segurança ativa muito invasivos, mas há um certo tempo para adaptação, algo que não ocorre apenas em uma semana, como foi o meu caso.

É o típico caso de carro que você precisa fazer um test drive se precisa de um nessa configuração. A concorrência que abra o olho!

Ficha Técnica Jeep Commander Overland T270

Motorquatro cilindros em linha, 1.3, 16 válvulas, turbo e injeção direta
Cilindrada1.332 cm3
CombustívelFlex
Potência185/180 cv (E/G) a 5.750 rpm
Torque27,5 kgfm a 1.750 rpm
CâmbioAutomático de 6 marchas
Direçãoeletroassistida
SuspensõesMcPherson (dianteira) e multilink (traseira)
Freiosdiscos ventilados (dianteira) discos sólidos (traseira)
TraçãoDianteira
Dimensões4.769 mm (comprimento), 1.859 mm (largura), 1.680 mm (altura)
Entre-eixos2.794 mm
Pneus235/50 R19
Porta-malas233 litros (7 lugares) / 661 litros (5 lugares)
Tanque61 litros
0-100 km/h9,9s
Vel. máxima202 km/h
Consumo cidade (Inmetro)6,9/9,8 km/l (E/G)
Consumo estrada (Inmetro)8,3/11,8 km/l (E/G)

Galeria de Fotos do Jeep Commander Flex

Posts relacionados

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

SVOLT, divisão da GWM, desenvolve bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos e que promete durar mais de…
Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

BYD confirma a chegada do Dolphin Mini 5 lugares, versão esperada desde o lançamento do elétrico compacto, e com novidade…
Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Se você quer descobrir a melhor forma de vender carro em Santo André, conheça a InstaCarro e sua solução. Saiba…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *