Teste: Jeep Compass Longitude diesel – o SUV pronto para tudo
Jeep Compass Longitude Diesel

Teste: Jeep Compass Longitude diesel – o SUV pronto para tudo

Para quem busca um SUV com todas as características que um SUV precisa, o Jeep Compass Longitude diesel é uma das melhores opções do mercado.

Avaliar um Jeep Compass sempre é um desafio importante, pensando que é um modelo com uma gama grande de fãs e um dos destaques do mercado automotivo nacional.

cta blog venda seu carro

Vendido em motorizações para o todos os gosto, deste o Compass Flex até o Compass híbrido, testamos a versão a diesel mais apta para o uso na terra com um pitada de luxo: o Jeep Compass Longitude Diesel. 

Jeep Compass Longitude Diesel

A versão custa a partir de R$ 232 mil e traz sob o capô o motor 2.0 turbodiesel, presente no modelo desde 2016 e também encontrado nas versões Limited TD350 4×4 e Trailhawk TD350 4×4.

Basicamente, o sucesso dessa versão mora não apenas nesses “upgrades”, mas sim no fato do Jeep Compass diesel ser uma ótima escolha para quem busca um carro robusto pronto para enfrentar estradas e off-road. 

Design externo e interno

Repaginado por dentro e por fora, o novo Jeep Compass Longitude diesel passou a contar com os faróis e lanternas em Full LED em toda a linha, além do novo desenho do para-choque frontal e as rodas de 18 polegadas redesenhadas. 

Jeep Compass Longitude Diesel

Por dentro, o modelo se tornou muito mais bonito do que a geração anterior, com camadas de couro pegando grande parte do painel. Destaque ainda para o teto solar panorâmico (opcional por quase R$ 9 mil) e para o sistema de som Beats, que inclui até subwoofer no porta-malas.

Além disso, o consumidor do Jeep Compass diesel conta com um quadro de instrumentos analógico com computador de bordo digital de 7 polegadas. A marca estadunidense também incluiu entradas USB-A e USB-C, além da nova central multimídia de 10,1 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay sem fio.  

Desempenho do Jeep Compass Longitude Diesel

O SUV, como dito no começo deste texto, possui o motor 2.0 turbodiesel, capaz de gerar 170 cv de potência e 35,7 kgfm de torque, acoplado à transmissão automática de nove marchas. Com esse conjunto, o modelo agrada mesmo em baixos giros. 

Jeep Compass Longitude Diesel - motor TD350

Tanto na cidade quanto em viagens, o condutor do Compass sentirá ele um veículo ágil, porém barulhento como todo bom e velho SUV a diesel. eu particularmente gosto.

Em uma velocidade média de 80 km/h, o utilitário roda a baixos 1500 rpm. Caso queira se arriscar mais, o Compass oferece a função Sport, que faz com que as trocas de marchas aconteçam em rotações mais altas, dando mais diversão ao motorista.

Jeep Compass Longitude Diesel

Como era de se esperar, o Compass Longitude a diesel também bebe pouco combustível: segundo o Inmetro, o consumo fica na casa dos 10 km/l na cidade e 13 km/l em circuito rodoviário. 

Alguns itens também fazem a diferença no desempenho do Compass, como a precisão da direção assistida e com a boa estabilidade e firmeza do conjunto de suspensão independente, na frente e atrás. 

Jeep Compass Longitude Diesel - lateral

Vale ressaltar que o seletor de terrenos (Selec-Terrain) permite ainda que o Compass Longitude diesel enfrente os mais diversos tipos de terreno, da terra batida à lama. Portanto, é SUV certo para quem pensa em ter um carro apto a fazer quase tudo.

Itens de série Jeep Compass Longitude Diesel

Entre os itens de série, o comprador do Jeep Compass Longitude a diesel encontrará a coluna de direção ajustável, seis airbags, ar-condicionado digital dual zone, câmera de ré, chave presencial, controles de tração e estabilidade, assistente de partidas em rampas, controlador de velocidade, sensor de chuva/de ré, função Auto Hold e monitoramento da pressão dos pneus.

Caso queira incrementar o modelo, a Jeep oferece os opcionais: revestimento dos bancos em couro Steelgrey, visual escurecido, carregador de smartphone por indução, som da Beats com oito alto-falantes, retrovisores com rebatimento automático e partida remota.

Veredito

Entre seus concorrentes, como Toyota Corolla Cross e VW Taos, o Compass é uma opção interessante para quem quer mudar de um carro flex para um diesel, com o bônus da tração integral. Apesar do preço acima dos R$ 230.000, o Compass Longitude a Diesel vale o preço.

Jeep Compass Longitude Diesel - traseira

Isso não se dá apenas pelo belo e motor valente, mas sim porque o modelo caiu no gosto do brasileiro e faz muito bem o que lhe é pedido. Quem tem um Compass Longitude a diesel provavelmente irá apenas atualizar para uma versão mais nova, e depois por outra mais nova ou até evoluir para o Jeep Commander, dependendo do tamanho da família e da necessidade por um SUV de sete lugares

Enquanto a Jeep ainda apostar na motorização a diesel, ao contrário da tendência de mercado migrando para os eletrificados, o Compass a Diesel continuará tendo uma legião de fãs.

Quando parar, será o que é ainda hoje: um ótimo carro no mercado de seminovos e usados, ou seja, um baita negócio para uma futura revenda.

Ficha técnica do Jeep Compass Longitude Diesel TD350 4×4

Motor quatro cilindros em linha, 2.0, 16 válvulas, turbo e injeção direta
Cilindrada 1.956 cm3
Combustíveldiesel
Potência170 cv
Torque 35,7 kgfm a 1.750 rpm
Câmbio automático convencional de nove marchas
Direção eletroassistida
Suspensões McPherson (dianteira) e multilink (traseira)
Freios discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)
Traçãointegral sob demanda
Dimensões 4.404 mm (comprimento), 1.819 mm (largura), 1.625 mm (altura)
Entre-eixos 2.636 mm
Pneus 225/55 R18
Porta-malas410 litros
Tanque 60 litros
0-100 km/h10,7 segundos
Vel. máxima198 km/h
Consumo cidade (Inmetro)10,7 km/l
Consumo estrada (Inmetro)13,8 km/l

Galeria de Fotos do Jeep Compass Longitude Diesel

Posts relacionados

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…
São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

A capital paulista será palco do E-Prix da abertura da temporada 11 da Fórmula E, categoria de elétricos, em 7…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *