Teste: Jeep Compass 1.3 Turbo Série S combina bom desempenho e visual esportivo
Jeep Compass 1.3 turbo Série S branco pérola

Teste: Jeep Compass 1.3 Turbo Série S combina bom desempenho e visual esportivo

O Novo Jeep Compass 1.3 turbo Série S ficou mais gostoso de dirigir, e mostra novos recursos para continuar sendo o líder de mercado. Os concorrentes precisam se mexer!

O Jeep Compass continua absoluto no mercado automotivo nacional. O líder entre os SUVs médios desde 2017 fechou o ano de 2021 mais uma vez na frente: 70.923 unidades emplacadas, segundo a Fenabrave.

cta blog venda seu carro

Para se ter uma ideia, o mais próximo dele foi o Toyota Corolla Cross, modelo que avaliamos na última semana, e que registrou apenas 34.255 unidades emplacadas em 2021.

O top 5 da categoria foi completado por: 3° CAOA Chery Tiggo 8 (10.454 unidades emplacadas), 4° Volkswagen Taos (7.732 unidades emplacadas) e 5° CAOA Chery Tiggo 7 (4.002 unidades emplacadas).

Mas esse reinado de quase meia década não foi o suficiente para a Jeep deixar de fazer evoluções importantes no Compass.

A última delas ocorreu no primeiro semestre de 2021, quando ganhou novos design na dianteira e no interior, nova motorização 1.3 turbo flex (T270) e uma lista itens de série e segurança ainda mais recheada.

Nas próximas linhas contarei para você todos os detalhes da versão de caráter mais esportivo e topo de linha entre os Flex: o Jeep Compass 1.3 turbo Série S, que tem preços partindo de R$ 216.562 (preço em janeiro de 2021).

quanto vale esse carro na instacarro

Design do Jeep Compass Série S 1.3 Turbo

O Novo Compass ganhou mudanças sutis na dianteira, que ficou mais moderna.

Agora, os faróis full LED estão mais finos e a grade de sete aberturas, tradicional da marca, tem desenho interno novo. Também são novos o para-choque e o nicho onde vão os faróis de neblina.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S branco pérola

Por falar em para-choque, o ângulo de entrada aumentou em 33% (de 16,2° para 21,5°) e agora raspar a dianteira em valetas e rampas deve ser mais difícil.

De lado, a Série S tem alguns detalhes diferenciados, como os apliques plásticos que vão do para-choque dianteiro, passam pelas caixas de rodas, soleira de portas e até o para-choque traseiro, todos são pintados na cor do carro. Já as rodas de 19” têm acabamento grafite.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S branco pérola

Na traseira, as mudanças são ainda menores e de diferente mesmo só o T270 na parte inferior esquerda da tampa do porta-malas, que identifica que esse Compass já carrega o novo motor Turbo Flex.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S branco pérola

O modelo avaliado está na cor perolizada Branco Polar Bicolor, mas o Serie S pode ser adquirido na versão também nas cores Deep Brown Bicolor (metálica) ou na Sting Gray Bicolor (especial).

Interior do Novo Jeep Compass Série S 1.3 Turbo

Se as mudanças foram sutis do lado de fora, por dentro o Novo Compass mudou bastante.

Ao entrar no SUV já dá para notar o novo quadro de instrumentos digital de 10,25”, novo volante multifuncional, painel, console central e central multimídia de 10,1”. É notável a evolução na qualidade dos materiais que tem aspecto mais nobre.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S - interior

Na Série S, por exemplo, versão mais cara entre as versões Flex do Novo Compass, o Jeep além de ter um acabamento melhor, está mais esportivo e tecnológico, com destaque para o interior em tom escurecido e para o teto solar panorâmico.

Desempenho do Jeep Compass 1.3 Turbo

De nada adiantaria um retrabalho no visual do Compass sem que houvesse evoluções do ponto de vista técnico.

E foi o que aconteceu: o chamado T270 é o motor Flex com maior potência e torque entre os motores fabricados nesta configuração no Brasil.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S motor T270

A potência máxima do turbinado chega a excelentes 185 cv a 5.750 rpm e o torque máximo é de 27,5 kgfm (que convertendo para Newtons-metro, dá 273 Nm, daí a nomenclatura do ‘T270’).

Sempre ligado ao câmbio automático de seis velocidades, o Compass 1.3 turbo acelera de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos.

Se colocarmos no papel estes números comparados aos concorrentes, o Toyota Corolla Cross XRX híbrido faz o 0 a 100 km/h em somente 13 segundos e o Volkswagen Taos Highline faz a mesma aceleração em 9,3 segundo.

quanto vale o seu carro na instacarro

Melhor que o Compass neste quesito também é o sino-brasileiro lançamento CAOA Chery Tiggo 7 Pro, que faz o 0 a 100 km/h em 8,1 segundos.

Na prática, o Novo Jeep Compass 1.3 turbo Série S ficou ágil nas acelerações, e as trocas do câmbio automático são precisas.

É possível tornar a experiência de condução ainda melhor se você optar pela função Sport (que também deixa o volante mais firme) e pelas trocas manuais nas borboletas atrás do volante.

Já no uso do dia a dia, o Compass 1.3 Turbo roda em giro baixo e o foco é economizar combustível sem prejudicar o desempenho. Além disso, o modelo conta com Start Stop, que desliga o motor em paradas rápidas, como em semáforos, por exemplo.

Consumo do Compass Série S

Por falar em consumo, neste quesito o Jeep Compass Série S 1.3 Turbo não repetiu na prática os números divulgados pelo Inmetro, mas bebe menos do que o antigo Tigershark.

Em uso urbano, o consumo do Novo Jeep Compass com etanol ficou em 6,2 km/l (8 km/l, segundo o Inmetro) e 7,9 km/l na estrada (8,3 km/l, segundo Inmetro).

Jeep Compass 1.3 turbo Série S - painel de instrumentos digital

Vale ressaltar que o consumo é bastante sensível a vários fatores, como a qualidade do combustível utilizada, a intensidade do trânsito enfrentado, se o trajeto tem mais retas ou mais relevos e a forma de condução do motorista, é claro.

Como efeito de comparação, testei o Compass no passado com a mecânica 2.0 Tigershark Flex e, nos mesmos trajetos de teste e também com etanol no tanque, o consumo ficou em 5,5 km/l na cidade e 7,2 km/l, na estrada.

Itens de Série do Novo Jeep Compass Série S

Como a versão topo de linha entre os Flex, o Jeep Compass Série S é completo de série e não possui equipamento opcionais.

Jeep Compass 1.3 turbo Série S - interior

Entre os itens que merecem destaque, estão o teto solar panorâmico, frenagem autônoma, reconhecimento de placas de trânsito, faróis automáticos, monitoramento de permanência em faixa, central multimídia 10,1” Full HD com conectividade Android Auto e Apple CarPlay, som Premium Beats de 506 watts de potência, 9 alto-falantes e subwoofer, detector de fadiga, piloto automático adaptativo e Park Assist.

Conclusão

Jeep Compass 1.3 turbo Série S branco pérola

Vai ser difícil a concorrência produzir um SUV médio que realmente brigue com o Jeep Compass. Na análise fria entre fichas técnicas, o mais próximo de vencê-lo é o CAOA Chery Tiggo 7 Pro, mas esta não é a melhor análise.

O Compass é o que possui melhor mercado entre os seminovos, maior pós-vendas e um produto que carrega o pesado nome da Jeep, que embute ainda a ideia de robustez e luxo.

Se você não quer errar na escolha do seu SUV médio, vai de Compass. Mas se você quer um Compass mais apto a enfrentar estradas de terra, uma lama aqui e acolá, não confunda, você precisará focar nas versões a diesel que custam a partir de R$ 224.923 na versão Longitude TD350 4X4 (preços em janeiro de 2021).

Ficha Técnica do Novo Jeep Compass Série S

Motor quatro cilindros em linha, 1.3, 16 válvulas, turbo e injeção direta
Cilindrada 1.332 cm3
CombustívelEtanol/gasolina
Potência185 cv (E) / 180 cv (G) a 5.750 rpm
Torque 27,5 kgfm a 1.750 rpm
Câmbio automático convencional de seis marchas
Direção eletroassistida
Suspensões McPherson (dianteira) e multilink (traseira)
Freios discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)
TraçãoDianteira
Dimensões 4.404 mm (comprimento), 1.819 mm (largura), 1.625 mm (altura)
Entre-eixos 2.636 mm
Pneus 235/45 R19
Porta-malas410 litros
Tanque 64 litros
0-100 km/h9,4 segundos
Vel. máxima206 km/h
Consumo cidade (Inmetro)7,2 km/l (E) / 10,2 km/l (G)
Consumo estrada (Inmetro) 10,2 km/l (E) / 11,7 km/l (G)
Fonte: Stellantis

Ficha Técnica do Novo Jeep Compass Série S

Posts relacionados

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

SVOLT, divisão da GWM, desenvolve bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos e que promete durar mais de…
Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

BYD confirma a chegada do Dolphin Mini 5 lugares, versão esperada desde o lançamento do elétrico compacto, e com novidade…
Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Se você quer descobrir a melhor forma de vender carro em Santo André, conheça a InstaCarro e sua solução. Saiba…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *