Aditivo de gasolina: quais os tipos e quando usar
icms sobre combustíveis gasolina etanol mistura

Aditivo de gasolina: quais os tipos e quando usar

Existem muitas dúvidas sobre aditivo de gasolina, veja a melhor opção para cada tipo de uso e carro

Um assunto bem comum nos postos de gasolina e em oficinas mecânicas é a respeito dos aditivos de combustíveis. Comum como opção na gasolina, a mistura química visa melhorar o desempenho do carro. 

cta blog venda seu carro

O uso de aditivos de gasolina é uma prática comum tanto em postos de combustíveis quanto em oficinas mecânicas, com o objetivo principal de aprimorar o desempenho dos veículos. Esses aditivos são substâncias químicas formuladas para limpar e proteger o sistema de combustível, garantindo uma combustão mais eficiente e reduzindo o acúmulo de resíduos. Para escolher e usar o aditivo de gasolina correto, é crucial entender a quantidade ideal a ser aplicada e seguir as instruções específicas fornecidas pelo fabricante no rótulo do produto.

Aditivo de gasolina separado

Se escolher comprar o aditivo separado (vendido em frascos individuais), antes de usá-lo, é necessário entender quanto é o ideal para colocar na gasolina. A relação entre a quantidade aplicada e se a aplicação deve ser feita no tanque cheio ou com o tanque já na reserva variará segundo a marca do aditivo. Por isso, leia as instruções no rótulo da embalagem.

A aplicação dos aditivos deve ser feita apenas em trocas e nunca no formato de “completar”. Ou seja, a maioria das empresas irá pedir para que você aplique o produto com o tanque vazio e na sequência abasteça até o encher.

A proporção mais comum para usar o aditivo é de 1 frasco de 200 ml para tratar até 50 litros de combustível com total eficiência.

O aditivo vendido em frasco tem função detergente que remove e evita a formação de resíduos carbônicos da queima da gasolina. Além disso, ele também ajuda na quebra dos resíduos para poderem ser expelidos pelo próprio sistema de exaustão. 

Outra vantagem do produto que vem em frasco é porque este é uma boa solução para quem abastece em diferentes postos, pois garante 100% a aditivação adequada e o correto funcionamento do motor.

Gasolina Aditivada

mulher abastecendo seu carro delivery de gasolina

Ao contrário da aplicação manual, igual ocorre com os frascos de aditivos, na gasolina os produtos químicos de limpeza são aplicados diretamente na formulação do combustível. Normalmente, as propriedades são as mesmas, independente da marca. Diretamente no combustível, o aditivo tem o trabalho de remover os resíduos e as sujeiras de uma maneira simples. Porém, os principais atributos da gasolina aditivada é a economia no consumo, redução na emissão de poluentes, melhor rendimento e preservação do motor.

Aditivos em motores flex

Se você tiver um veículo com motor flex é importante se atentar que o aditivo em frasco deve ser compatível ao tipo de combustível do reabastecimento. Por isso, para atender a essa demanda, existe no mercado produtos específicos para motores flex, que servem tanto para gasolina quanto para o etanol, sem prejudicar o funcionamento do motor.

Vantagem e desvantagem do aditivo de gasolina

Existe um mito que usar gasolina aditivada no carro fará com que a potência do motor aumente. Isso de fato não acontece, porém, usar esse tipo de tecnologia no combustível ajuda a manter o sistema de alimentação mais limpo.

Por outro lado, o aditivo deixa a gasolina menos potente por conta de seus agentes não carburantes. No mercado, existem ainda as gasolinas de alta octanagem batizadas de Premium, Podium e Octapro, que, na verdade são aditivadas e têm maior poder energético e maior poder calorífico. Porém, essa melhoria só vale para motores de alta performance. 

Motor turbo pode usar gasolina aditivada?

De maneira geral, um carro com turbo de fábrica já é considerado um veículo de alto rendimento, já que a compressão do turbo joga mais oxigênio na câmara de combustão do motor. Se abastercemos um carro turbo com gasolina comum, seu comportamento não será diferente de uma gasolina aditivada.

Agora, se abastecermos com gasolina Premium, aí, sim, haverá uma pequena melhoria no desempenho do carro. Isso ocorre porque os motores turbo aproveitam melhor as gasolinas de alta octanagem, sejam elas aditivadas ou não.

Gasolina premium

Uma opção de combustível comum oferecida nos postos sem ser a gasolina aditivada é a gasolina premium. A composição de ambas é bem parecida, porém se diferencia quanto a sua octanagem.

Para quem não sabe, a octanagem é o quanto a mistura entre combustível e ar resiste a pressões e temperaturas altíssimas sem entrar em ignição, processo natural na câmara de combustão do motor. A gasolina premium tem a partir de 91 octanas, enquanto a gasolina comum e aditivada não possuem menos de 87 octanas.

Apesar de ser uma opção atrativa, o real benefício da gasolina premium se dá em carros esportivos e de luxo que funcionam com alta compressão, caso contrário, os efeitos serão imperceptíveis.

Posts relacionados

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Os carros mais roubados de São Paulo, veja o ranking

Índice de roubos e furtos caí em 11% no primeiro trimestre de 2024, Fiat Strada entra no ranking dos carros…
Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

Novo Nissan Sentra 2025 chega ao Brasil, veja preço e equipamentos

O novo Nissan Sentra 2025 foi lançado em duas versões, sendo a opção de entrada Advance com o preço inicial…
Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Conhecendo a coleção de carros de Pedro Pascal

Que tal conhecer um pouco da garagem do astro de Hollywood chileno Pedro Pascal? Pedro Pascal, aclamado ator chileno, não…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *