Como transportar o pet dentro do carro com segurança
transportar pet dentro do carro

Como transportar o pet dentro do carro com segurança

Será que cachorro pode viajar com o cinto de segurança? Confira a seguir algumas dicas para transportar o pet dentro do carro com conforto e de maneira segura.

Seja para uma viagem mais longa ou para uma visita ao veterinário. Como qualquer outro passageiro de um veículo de passeio, o seu pet também precisa cumprir algumas regras.

cta blog venda seu carro

Afinal, ninguém quer ser surpreendido com uma multa ou colocar a vida do próprio bicho de estimação em risco. Confira a seguir algumas dicas e o que diz a legislação de trânsito sobre como transportar o pet dentro do carro.

O que diz a lei?

O CTB (Código de Trânsito Brasileiro) não prevê quais são os equipamentos obrigatórios para transportar o pet dentro do carro.

Por outro lado, alguns artigos da legislação podem complicar a vida do motorista que costuma transportar o gato ou cachorro solto dentro ou fora do veículo.

O artigo 235 do CTB considera infração grave (com perda de cinco pontos na CNH) e punível com multa de R$ 195,23 o transporte não autorizado de animais na parte externa de um automóvel.

Há ainda o artigo 252 da lei, que considera uma infração média (com perda de quatro pontos na CNH) e multa de R$ 130,16 transportar animais “à sua esquerda ou entre os braços e pernas”. Esse mesmo artigo enquadra ainda os condutores que deixam o bichinho com a cabeça para fora da janela.

O que fazer?

transportar pet dentro do carro 2

Respondendo à pergunta do início deste texto, um cachorro pode viajar com cinto de segurança, já que a legislação não proíbe expressamente esse ato.

Mas a questão é se isso será prático: o cinto feito para humanos não será capaz de reter o pet e ao mesmo tempo permitir o transporte com conforto.

Para garantir a segurança do seu bichinho de estimação (e dos outros ocupantes), existem no mercado diversos acessórios que permitem restringir a movimentação do pet dentro do veículo.

No caso dos cães e gatos de pequeno porte, é possível fazer a viagem dentro de uma caixa de transporte ou em uma cadeirinha especial.

Já os pets de maior porte contam ainda com um tipo especial de cinto de segurança. Quem preferir, pode instalar ainda dentro do carro uma grade divisória entre os bancos traseiro e dianteiro.

Bem-estar

É normal que os pets sintam enjoos durante uma viagem de carro. Por essa razão, uma dica é evitar a alimentação pelo menos três horas antes do passeio.

Caso seja necessário, consulte o veterinário a respeito de medicações específicas para evitar o mal-estar dentro do veículo. Evite ainda dirigir o automóvel de maneira agressiva.

Durante viagens mais longas, programe pausas para que o animal possa sair do carro e se distrair um pouco. Vale também levar objetos do pet (como cobertores ou brinquedos) ou usar feromônios sintéticos para criar um ambiente familiar.

Independente do que aconteça, tente manter a calma para evitar que o seu estresse seja sentido pelo animal. Use recompensas (alimentos ou brinquedos) para premiar comportamentos desejados do pet.

Posts relacionados

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat Grand Panda: modelo antecipa o sucessor do Argo no Brasil

Fiat revela o Grand Panda, o sucessor dos modelos Argo e Mobi, inspirado no Citroën C3 A Fiat prepara um…
GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

GWM Haval H6 PHEV19 chega ao Brasil por R$ 229 mil

 O novo SUV GWM Haval H6 chega ao mercado com preço promocional e a autonomia puramente eletrica revelada: 74 km A…
São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

São Paulo irá receber a abertura da nova temporada da Fórmula E

A capital paulista será palco do E-Prix da abertura da temporada 11 da Fórmula E, categoria de elétricos, em 7…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *