Carros Mexidos: o que diz a Resolução Nº 292 do CONTRAN?
carro mexidos em festival

Carros Mexidos: o que diz a Resolução Nº 292 do CONTRAN?

No universo de carros mexidos, o que é permitido e o que é proibido pela Resolução Nº 292 do CONTRAN

Os chamados “carros mexidos”, com o perdão do trocadilho, mexem com a emoção dos entusiastas desde o princípio da indústria automotiva. O rugido de um motor turbinado, o ronco grave de um escapamento esportivo e o visual exclusivo, representam a expressão máxima da individualidade, a tradução da paixão por quatro rodas em um projeto único e pessoal.

cta blog venda seu carro

Mas aí fica a pergunta: o que é ou não permitido no universo de modificações veiculares? Afinal, por que tantos carros mexidos são apreendidos nos chamados “encontros de postinho”?

carro mexido antigo

O que diz a Resolução 292 do CONTRAN

A Resolução 292 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) é a bússola que orienta o universo das modificações veiculares no Brasil. Publicada em 29 de agosto de 2008, ela define quais alterações são permitidas e quais devem ser evitadas para garantir a segurança e a adequação do seu veículo às normas de trânsito.

Carros Mexidos: o que é permitido?

A resolução permite uma ampla gama de modificações, desde que sigam as diretrizes específicas para cada categoria.

Suspensão e Altura do Veículo:

  • Rebaixamento: O rebaixamento da suspensão é permitido, mas exige autorização prévia do DETRAN. Além disso, a resolução libera o uso de suspensões reguláveis para carros com até 3.500 kg de peso bruto total, isso com a altura mínima de rodagem de 100 mm (10 cm), medida essa do solo ao ponto mais baixo do chassi.
  • Elevação: A elevação da suspensão também é permitida, mas exige atenção especial à dirigibilidade e ao sistema de freios.

Rodas e Pneus:

  • Troca de rodas e pneus: É permitida a troca por modelos diferentes do original, desde que respeitadas as medidas de diâmetro, largura e índice de carga do fabricante.
  • Compatibilidade: É crucial verificar se as novas rodas e pneus são compatíveis com o sistema de freios e suspensão do veículo.
  • Calotas e pneus esportivos: Calotas e pneus esportivos podem ser utilizados, desde que atendam às normas de segurança e não interfiram no desempenho do veículo.

Motor e Sistema de Escape:

  • Modificações no motor: Aumento de potência, troca do sistema de escape e outras modificações no motor são permitidas, mas exigem autorização do DETRAN e vistoria para garantir a segurança.
  • Filtros de ar e escapamentos esportivos: Filtros de ar e escapamentos esportivos podem ser utilizados, desde que não afetem negativamente o desempenho do motor ou a emissão de poluentes.
  • Remapeamento da ECU: O remapeamento da ECU (unidade de controle do motor) é permitido, mas exige conhecimento técnico e pode afetar a garantia do veículo.

Equipamentos de Segurança:

  • Instalação de faróis de milha, guinchos e sistemas de som: A instalação desses equipamentos é permitida, desde que não interfiram na dirigibilidade do veículo, não modifiquem a tecnologia original de lâmpadas e sigam as normas da ABNT.
  • Películas de segurança: A aplicação de películas de segurança nos vidros é permitida, desde que respeite a transmitância luminosa mínima de 75% para o para-brisa e 50% para os demais vidros.
  • Outros equipamentos: Câmeras de ré, sensores de estacionamento e outros equipamentos de segurança também podem ser instalados, desde que não obstruam a visão do condutor.

Vidros e Películas:

  • Aplicação de películas: A aplicação de películas nos vidros é permitida, desde que respeite a transmitância luminosa mínima de 75% para o para-brisa e 50% para os demais vidros.
  • Tipos de películas: Películas fumê, antirreflexo e outras podem ser utilizadas, desde que atendam às normas de segurança e não prejudiquem a visibilidade do condutor.
  • Inspeção anual: É importante realizar a inspeção anual das películas para garantir que estejam em conformidade com as normas.

Carros Mexidos: o que é proibido?

A Resolução 292 também define as modificações que são terminantemente proibidas por comprometerem a segurança do veículo e sua regularização junto ao DETRAN. Conheça os principais perigos a serem evitados:

Modificações na Estrutura do Chassi:

  • Alterações na estrutura original do chassi: São terminantemente proibidas, pois podem afetar a rigidez e a segurança do veículo.
  • Reforços e rebaixamento do chassi: Reforços e rebaixamento do chassi que comprometam a estrutura original também são proibidos.
  • Soldas e cortes no chassi: Soldas e cortes no chassi só podem ser realizados por profissionais qualificados e com autorização do DETRAN.

Instalação de Assentos e Cintos de Segurança Não Originais:

  • Assentos e cintos de segurança não originais: A instalação desses equipamentos é proibida, pois podem não oferecer a mesma proteção

Afinal, vale a pena ter um carro mexido?

A decisão de modificar o seu veículo é pessoal e envolve diversos fatores a serem ponderados. As modificações podem proporcionar uma experiência personalizada e mais prazerosa ao dirigir, mas também podem trazer alguns desafios.

carro mexido fazendo drift

Em geral, as modificações veiculares não valorizam o carro na venda. Na verdade, muitas vezes podem desvalorizá-lo, pois restringem o público potencial de compradores a quem aprecia as mesmas alterações. Além disso, o processo de regularização das modificações junto ao DETRAN pode ser trabalhoso e gerar custos adicionais.

Por que carros modificados são apreendidos em blitz?

Carros modificados são frequentemente apreendidos em blitz da polícia por apresentarem irregularidades como:

  • Falta de documentação: Ausência de autorização do DETRAN para as modificações ou de outros documentos obrigatórios.
  • Modificações que comprometem a segurança: Alterações na estrutura do chassi, instalação de equipamentos não originais ou que não atendem às normas de segurança.
  • Infrações de trânsito: Excesso de velocidade, uso de película escura fora dos padrões permitidos, etc.

É importante avaliar cuidadosamente as vantagens e desvantagens de modificar o seu veículo antes de tomar uma decisão. Se você busca um carro único e personalizado, as modificações podem ser uma boa opção. No entanto, se você prioriza a segurança, a regularização e a valorização do veículo na venda, é recomendável manter o carro original.

Posts relacionados

Novo Mini Aceman 2025 será lançado na Auto China 2024

Novo Mini Aceman 2025 será lançado na Auto China 2024

O SUV Crossover 100% elétrico, Mini Aceman, terá sua estreia ainda este mês no Salão do Automóvel de Pequim A…
Toyota SW4 versão híbrida leve é lançada e pode chegar ao Brasil

Toyota SW4 versão híbrida leve é lançada e pode chegar ao Brasil

Toyota SW4 lança versão híbrida leve na África do Sul com o nome de Fortuner, mas modelo deve ir para…
Mercedes-AMG EQS 53: Luxo, tecnologia e desempenho a um preço (quase) proibitivo

Mercedes-AMG EQS 53: Luxo, tecnologia e desempenho a um preço (quase) proibitivo

Mercedes-AMG EQS 53 é um elétrico tão absurdo que o seu preço é só uma coisa a mais para te…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *