Placa preta mercosul: como é o processo?
placa preta mercosul 2023

Placa preta mercosul: como é o processo?

Tem um carro antigo e quer colocar a nova placa preta mercosul? Confira o procedimento aqui!

Provavelmente você que possui um veículo já sabe que, desde 31 de janeiro de 2020, a placa Mercosul foi oficializada como o modelo padrão de identificação veicular no Brasil. E há pouco tempo, chegou a vez dos carros de placa preta carregarem o novo padrão estipulado.

cta blog venda seu carro

Apesar dos atrasos, em comparação com as placas normais, os proprietários de modelos antigos já podem ter a placa de identificação dentro da nova legislação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Assim como as outras, a placa preta conta com faixa azul acima dos números e um QR-Code para assegurar sua autenticidade. 

Mudanças

Com a chegada da placa preta padrão Mercosul, alguns novos critérios foram adicionados para se possuir a tão sonhada placa que vai nas maiores relíquias automotivas. Diferente de antes, agora é necessário que o carro tenha valor histórico, podendo ser original ou modificado. Há também uma nova regulamentação para os clubes que realizam as vistorias desses tipos de automóveis. 

Certificação

Depois de ter o veículo aprovado nos requisitos do Contran e na vistoria, o proprietário do carro antigo terá novo documento de valia, chamado de Certificado de Veículo de Coleção (CVCOL). 

Nele, haverá todas as informações do carro quanto suas características gerais, mostrando os principais motivos para aquele modelo ser considerado original ou modificado. A partir de agora, esse documento terá validade de  5 anos, sendo assim, sem estar com ele em dia, você não poderá realizar o licenciamento do veículo placa preta. Além disso, durante esse período, o proprietário não pode alterar o veículo sem uma autorização do Detran.

Mais rigidez

Caros e cobiçados, ter um veículo placa preta também é complicado, do ponto de vista técnico e legal. Inicialmente, para estar apto a carregar esse tipo de placa, o carro precisa ter motor, suspensão, equipamentos, tecnologia da época, carroceria e ruídos originais. Além dos dados de emissão de poluentes do ano da fabricação.

Para passar na vistoria técnica, além de tudo isso, o estado de conservação de cada parte do carro é decisivo.

Para realizar o requerimento de ter uma placa preta, o modelo pode ser nacional ou importado. Assim, o responsável deve, então, preencher uma planilha de pontuação, onde, quanto mais original, mais o carro pontua. Para conseguir a placa preta, o modelo deve marcar no mínimo 80 pontos de 100.

Como funciona com os carros modificados?

placa preta mercosul

No caso dos modelos com modificações, a aprovação para a placa preta vai depender da regulamentação do Contran e de quais foram as alterações feitas no carro. Mas se atente, que mesmo com modificações, o carro precisa ter 80% de sua originalidade. 

Logo, os carros que se englobam como modificados e que podem ter placa preta são veículos como buggys, limusines, carros transformados em conversíveis e modelos que viraram ambulância, já que estes foram modificados no passado e não agora.

E a placa cinza? 

Com a chegada da nova placa Mercosul, tanto para modelos com placa preta quanto com placa cinza, muitos se perguntam se as identificações passadas irão parar de valer. A resposta é não, por enquanto. 

A placa cinza “comum” terá validade durante a vida útil do carro ou até que surja uma situação onde a troca é obrigatória. 

Desde de 2020, os Estados começaram a se adaptar à nova placa Mercosul e, hoje, não há mais nenhum emplacamento do modelo cinza, mesmo em substituições. Apesar disso, alguns sites irregularmente oferecem a placa cinza ao público. 

Se você tiver um carro emplacado depois de 2020 ou que necessitou de substituição e colocou uma placa cinza, atente-se pois estará cometendo uma infração gravíssima com multa, pontuação na carteira e remoção do veículo para o pátio.

Prazo para a troca de placa Mercosul

A lei não estabelece um prazo final para que todos os veículos usem a nova placa Mercosul, já que a cinza poderá se manter durante a vida útil do veículo. Mas, em casos onde há a necessidade de troca, o prazo é de até 30 (trinta) dias, contados da data do fato. 

Valor da placa Mercosul

O valor de uma placa Mercosul varia de acordo com o estado e as próprias estampadoras, já que estas determinam com base nos preços praticados pelo mercado. Logo, não há valores padronizados. Como exemplo, em São Paulo, a placa Mercosul custa aproximadamente R$140 reais para carros, enquanto que no Rio de Janeiro sai pela média de  R$193,84. 

Como solicitar a placa Mercosul?

Caso queira ou necessite trocar sua placa cinza ou entrar com o um requerimento de placa preta, será necessário os seguintes passos:

  • Acessar o website do Detran do seu estado; 
  • Solicitar a emissão de um novo Certificado de Registro do Veículo;
  • Levar o veículo para a vistoria automotiva, já que ela é necessária para liberar o novo CRV;
  • Confira a lista de empresas emplacadoras credenciadas no Detran do seu estado;
  • Contate a estampadora, contrate o serviço e pague o valor cobrado.

Posts relacionados

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega com tecnologia de F1 e 104 kgfm

O Novo Superesportivo Mercedes-AMG C 63 S E Performance chega ao mercado com mais de 100 kgfm e preços a…
Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Carro elétrico entra na mira do "imposto do pecado": Abeifa critica

Presidente da Abeifa classifica a inclusão de carro elétrico no Imposto Seletivo como “anomalia do sistema” e pede debate aberto…
Como consultar multas pela placa do carro?

Como consultar multas pela placa do carro?

Saiba como funciona o sistema de consulta de multas pela placa do carro e como é feita em cada estado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *