Som automotivo: entenda o que você pode e o que você não pode
mão masculina aumentando o volume do som automotivo

Som automotivo: entenda o que você pode e o que você não pode

O som automotivo é um dos itens que mais se modifica por proprietários de veículos. Mas será que todo tipo de customização é permitido?

Muitos proprietários de veículos têm o desejo de customizar seus carros. Especialmente, quando estamos pensando em acessórios como o som automotivo. Porém, nem tudo o que se imagina e deseja é permitido. Nesse caso, existe uma legislação específica para dizer o que pode, e o que não pode. Além disso, o descumprimento dessa lei pode custar mais caro que a própria customização.

cta blog venda seu carro

Existem várias formas de tornar o veículo diferenciado. Assim, é possível personalizar ou customizar várias partes dele — as rodas, os vidros, os faróis, a aerodinâmica e, até mesmo, o motor. Porém, para quem curte um carro customizado, o item que não pode ficar de fora é o som automotivo. No entanto, até ele está sujeito ao que está estabelecido na nova Lei de Trânsito.

A melhor maneira de evitar multas e, até mesmo, a perda da habilitação na hora de modificar o seu veículo é começar entendendo até onde você poderá ir. Por isso, neste post exclusivo, você descobrirá como customizar o som automotivo do seu carro sem descumprir a lei. Então, continue a leitura e saiba o que e como fazer!

O que é o som automotivo customizado?

mulher sorridente aumentando o volume do som automotivo do seu Fiat 500 vermelho

Existe uma sutil diferença entre personalização e customização de veículos. Personalizar é dar o seu toque pessoal ao veículo, por exemplo, por meio da instalação de algum novo acessório. Já a customização diz respeito à modificação do veículo — que poderá impactar, até mesmo, a documentação — por meio, de troca ou instalação de peças capazes de aumentar a sua potência. Isso inclui, a potência do som. Portanto, as modificações feitas para obter uma potência maior do que as normais tornam o som automotivo customizado.

Como a customização do som automotivo é feita?

fiação do som automotivo exposta no painel

Na maioria dos casos, a customização do som automotivo é bem mais simples do que se imagina. Ela ocorre por meio da instalação de caixas de som com potências variadas na tampa do porta-malas dos veículos. Também é comum instalar auto-falantes na parte interna das portas dos veículos. Para isso, é necessário instalar toda a fiação que conectará essas caixas ao aparelho de som.

Muitas vezes, quando se opta pela substituição do aparelho de som, se torna necessária a retirada do painel do carro. Esse processo pode ser mais complexo. Por isso, o melhor é buscar a ajuda de um profissional especialista em elétrica de veículos.

Quais leis regulamentam o som automotivo?

alto-falantes de som automotivo

Código de Trânsito Brasileiro

O Código de Trânsito Brasileiro, modificado pela lei nº 14071/20, estabelece em seu artigo 228 que o volume ou frequência do som automotivo deve ser a autorizada pelo CONTRAN. O desrespeito desses limites constitui infração grave, passível de multa e retenção do veículo para sua regularização.

Resolução CONTRAN nº 624

Já a resolução 624 do CONTRAN determina a proibição de uso de equipamentos que produzam som audíveis do lado de fora do veículo. Não importa o volume ou a frequência, se estiver perturbando o sossego público em vias terrestres abertas à circulação, poderá ser feita a autuação do veículo que, ainda, receberá as penalidades previstas pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Resolução CONTRAN nº 242

Além disso, existe ainda a resolução do CONTRAN nº 242 que dispõe sobre o uso de dispositivos geradores de imagens. Sendo assim, essa resolução proíbe o uso de equipamentos produtores de imagens. Por exemplo, os aparelhos de DVDs, utilizados para fins de entretenimento, mas capazes de distrair o motorista.

No entanto, são permitidos quando instalados apenas para os passageiros do banco de trás. Ou ainda, quando estão desligados ou viram GPS quando o veículo está em movimento. Porém, isso precisa ser feito de modo automático e independente da vontade do condutor.

Qual a potência permitida para o som automotivo, afinal?

som automotivo decibelímetro medindo ruído de carros na rua

Antes da resolução nº 624 de 2016 existia a nº 204 de 2006, que permitia o volume de até 80 decibéis medidos a uma distância de 7 metros. Hoje em dia, existem projetos transitando na câmara dos deputados com o objetivo de recuperar a validade da resolução nº 204. Já que, tanto o autor quanto o relator do projeto concordam que do modo que está, quem decide se o veículo está certo ou errado é a percepção do agente de trânsito. Afinal, não há um parâmetro a ser seguido para se decidir a autuação.

Enquanto não há uma conclusão para essa discussão, a resolução que permanece em vigor é a nº 624. Portanto, estão proibidos os equipamentos capazes de emitir sons audíveis do lado de fora dos veículos. Além disso, continua a cargo dos agentes de trânsito a decisão se o som está ou não perturbando a ordem pública.

Existem lugares específicos para escutar o som automotivo?

alto-falantes de som automotivo

Há dúvidas sobre os carros com som modificados em portas de bares. Nesse caso, eles podem estar ali desde que não estejam perturbando o sossego da vizinhança. Desse modo, se estiver sendo usado com um volume baixo o suficiente para que ninguém reclame, a lei é a mesma em qualquer lugar do país.

A única exceção é válida para os locais onde estão instaladas placas de trânsito sinalizando a proibição do uso de som alto naquele trecho. Normalmente elas ficam perto de hospitais ou áreas onde é comum a reunião de pessoas com seus carros modificados para a realização de festas em torno deles. Nesse caso, mesmo que não haja reclamação, o veículo sofrerá a autuação, como se estivesse estacionado em local proibido.

Como o som automotivo afeta o valor do veículo?

Honda HR-V cliente entregando chave do carro para avaliador da instaCarro

Os amantes de veículos customizados sabem valorizar um som automotivo de qualidade. Quando o planejamento é bem feito e a instalação conta com equipamentos de ponta e mão-de-obra especializada, o som automotivo, aumenta, e muito, o valor do carro. Por isso, mais do que um hobby ou uma paixão, esse tipo de customização é um modo de agregar valor ao seu patrimônio.

Como você pôde ver ao longo deste texto, embora confusa, a legislação não impõe limites muito rigorosos a customização do som automotivo. Você pode fazer praticamente tudo o que imaginar, desde que use com parcimônia e respeite o sossego de quem está em torno do veículo. Além disso, melhorar o som do seu carro também valorizará o veículo tornando o valor de revenda maior do que os praticados no mercado.

Posts relacionados

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

SVOLT, divisão da GWM, desenvolve bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos e que promete durar mais de…
Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

BYD confirma a chegada do Dolphin Mini 5 lugares, versão esperada desde o lançamento do elétrico compacto, e com novidade…
Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Se você quer descobrir a melhor forma de vender carro em Santo André, conheça a InstaCarro e sua solução. Saiba…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *