Como conferir a situação do veículo antes de fechar negócio?
compra-e-venda-de-veículos-usados

Como conferir a situação do veículo antes de fechar negócio?

Fechar a compra de um carro usado ou seminovo não é tarefa simples. Veja algumas dicas para escapar de uma furada na aquisição e venda de veículos usados.

Além da tradicional burocracia que o procedimento de compra e venda de veículos usados costuma envolver, ainda dá um frio na barriga de não estar fechando um bom negócio ou até mesmo de estar entrando em uma “furada”, não é verdade?

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

O que poucas pessoas sabem é que não precisam sofrer com isso. É isso mesmo: existem maneiras de conferir a situação do carro antes de assinar o contrato de compra e venda e fugir de golpes.

Ficou curioso? Então, descubra agora mesmo como agir nesse tipo de situação. Vamos juntos nessa?

O risco de não procurar saber a situação dos carros usados?

carro revisão mais cara

O desconhecimento pode fazer com que acabe comprando um automóvel com defeito, com quilometragem adulteradamultas e várias outras coisas do tipo. Em alguns casos mais graves, pode ser até que encontre problemas na documentação do carro, tornando o veículo irregular para continuar rodando.

O que precisa ser consultado?

Agora que você já sabe como é importante conferir a situação do carro, pode ser que esteja se perguntando o que considerar, certo? Veja o que listamos a seguir:

1. Verifique as multas e restrições

Quando o assunto é o histórico do carro, esse é o primeiro ponto que deve ser considerado. A boa notícia é que o procedimento é super simples e pode ser feito pelo site do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de seu estado ou do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

E tem mais: por lá você ainda pode ver se existem multas não pagas e se o carro já foi roubado/furtado.

Para fechar, por lá ainda é possível checar questões como pagamento de IPVA e taxa de licenciamento.

2. Cheque a existência de acidentes

Uma boa dica é checar a situação das portas, vendo como elas fecham, se estão devidamente alinhadas ou ainda se existe alguma diferença de tonalidade na pintura.

Caso não consiga analisar isso por conta própria, não se preocupe. Basta levar o carro até um mecânico de confiança ou levar o veículo para fazer um laudo cautelar e ter uma visão da real situação dele.

Acredite: esses profissionais conseguem ver detalhes que passam despercebidos para muitos de nós.

3. Analise o histórico de revisão

É muito importante consultar o histórico de manutenção automotiva, checando a situação dos carimbos no manual do carro.

Todas as vezes que o carro passou pelas tradicionais revisões da concessionária ficam sinalizadas lá.

Caso o proprietário não tenha seguido esse tipo de revisão (ou o prazo tenha expirado), procure saber onde ele fazia os reparos.

4. Confira a quilometragem

É triste, mas algumas pessoas adulteram a quilometragem do carro. Por essas e outras, é bom não confiar apenas na marcação do odômetro (que fica no painel do carro).

Embora o procedimento seja crime, alguns vendedores ainda adotam a prática com o objetivo de valorizar o valor de revenda do carro.

Para não cair em nenhum golpe, analise algumas condições. A primeira delas é o estado dos pneus. Um jogo costuma durar em torno de 30 mil quilômetros, então, se o carro tiver menos que isso, é natural que ainda esteja com os pneus originais.

5. Avalie a condição do motor

Dar uma volta com o carro é uma ótima forma de “sentir” qual a sua real situação, portanto, não perca tempo e adote a prática.

Agora, se quiser se certificar de que o motor não foi mexido, então é bom verificar as marcas nos parafusos e outros componentes.

Embora muitas pessoas não saibam, o motor conta com um número de identificação, assim como o chassi. Quando não baterem, esteja atento. Lembre-se de que uma vistoria completa deve verificar se o motor é original ou conta com sinais de adulteração.

6. Vistoria cautelar

Uma forma de levantar sem esforço todas essas informações envolvidas na compra e venda de veículos usados é fazendo uma vistoria cautelar.

O serviço, que é oferecido por empresas independentes, avalia pontos como o estado geral do automóvel e seus sistemas e ocorrência de sinistros ou outros danos e reparos na carroceria.

O serviço levanta ainda informações sobre as numerações de chassi e motor e a regularidade da documentação para a venda do automóvel.

Conte com a ajuda da InstaCarro

Posts relacionados

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Os golpes na compra e venda de carros no Brasil ainda estão em alta, confira os modelos mais visados pelos…
Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi lança modelos A4 e A5 com preços até R$ 394.990,00 para A5 na versão topo de linha A Audi…
BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

Edição limitada e mais potente do BMW M3 CS: apenas 17 unidades disponíveis que já foram vendidas no país. A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *