Que tipos de customização de veículos agregam mais valor ao carro?
homem dirigindo e sorrindo

Que tipos de customização de veículos agregam mais valor ao carro?

Aqueles que se aventuram em customizar seu veículo normalmente acreditam que as alterações feitas serão capazes de valorizar o veículo na hora da revenda. Entretanto, a realidade nem sempre é essa e a grande maioria das personalizações promove o efeito contrário, ou seja, prejudica o preço do carro em uma venda futura.

O principal motivo para isso ocorrer é o fato de que a customização de veículos é, geralmente, baseada na visão do dono atual. Isso quer dizer que são modificações muito pessoais. Além disso, outro fator que influencia no preço de revenda são as modificações não permitidas por lei.

cta blog venda seu carro

Apesar disso, existem customizações que agregam valor ao preço de revenda do veículo. Se você está curioso para saber quais são, continue lendo este artigo!

Customizações que valorizam o veículo

Há elementos que ajudam a valorizar o carro, mesmo levando em consideração a tendência natural de desvalorização do automóvel, revender um carro nessas circunstâncias fica mais fácil.

  • Colocar alarmes e dispositivos de segurança;
  • Instalar sistema de ar-condicionado caso ainda não tenha;
  • Adquirir kit vidros e travas elétricas;
  • Instalar direção hidráulica;
  • Comprar bancos de couro;
  • Sistemas de multimídia;

Como falamos acima, quanto menos pessoais as customizações, mais elas tendem a agregar valor. Mais pessoas tendem a pagar um pouco a mais por comodidades como ar-condicionado e travas elétricas do que alterações mais pessoais.

Customizações que geram maior desvalorização do veículo

Blindagem automotiva

Pasmem, mas os carros com blindagem são mais desvalorizados porque a sua vida útil diminui com a instalação desse item de segurança. Como são realizadas modificações nas peças durante o processo de blindagem, elas tendem a se deteriorar mais rápido com o passar do tempo.

Rebaixar a suspensão

Carros normais, quando sofrem alterações na sua suspensão, podem ter danos na direção e em toda aerodinâmica do veículo. É preciso passar com cuidado por lombadas ou depressões e, quanto mais baixo o carro está, maior contato com o solo vai existir, causando arranhões e possíveis defeitos em peças da parte inferior do carro.

Outro fator é a lei, a regulamentação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) permite que os veículos fiquem a uma altura mínima de 10 centímetros do chão. Qualquer outra metragem é considerada fora da lei, o que impede a retirada da documentação do automóvel.

Substituição das rodas

Você pode sim alterar o tamanho e o perfil das rodas do seu carro, mas é preciso obedecer a lei! Os pneus não podem ultrapassar o limite externo do para-lamas. Mas é preciso estar atento, essas modificações levam a um desgaste maior das peças e mais dificuldade na direção do carro.

Com o aumento de força e atrito pela alteração dessa característica, o carro pode perder dirigibilidade. 

Além disso, mudar o tamanho das rodas afeta também a confiabilidade das informações apresentadas no painel. Isso acontece pois a quilometragem percorrida e até mesmo o velocímetro geralmente calculam a velocidade e o espaço percorrido de acordo com o número de rotações do pneu. 

Quando você muda o tamanho do aro, modifica também o quanto uma rotação cobre de espaço, mas seu carro não fica sabendo. Você pode acabar tomando uma multa ou pior, sofrendo um acidente!  

Por isso, siga as regras do fabricante, com relação ao perfil indicado, para evitar problemas com os pneus do seu carro!

Alteração de cores

A cor de um veículo pode ser o maior atrativo para um comprador, por isso, em um país onde as cores como preto, prata e branco são as mais usuais, qualquer outra composição da paleta pode desvalorizar muito um automóvel na hora da revenda.

Além das cores fora do tradicional, adesivos também são causadores de uma desvalorização na hora de vender um carro. Pense nisso antes de sair colando propagandas ou desenhos no seu veículo!

Aparelhos de som mais pesados

Algumas pessoas são fãs de instalar caixas de som grandes e sair por aí fazendo uma verdadeira festa em seu carro. Entretanto, nem todas as pessoas desejam esse tipo de instalação no carro — inclusive devido a possíveis problemas na performance.

Isso porque dependendo da instalação, o aparelho de som pode sobrecarregar a parte elétrica, colocando em risco outras partes do automóvel que também dependem dela. 

Limitações das customizações

É preciso ficar atento à legislação para não correr riscos quando o assunto é customizar carro, pois existem diversas modificações que não são permitidas por lei. Caso elas sejam aplicadas, os gastos serão maiores para a correção (e isso sem considerarmos as possíveis multas).

Entre as restrições, podemos destacar:

  • a potência do som além da permitida (80 decibéis de volume), como no caso do som automotivo;
  • os vidros fora do padrão;
  • as lâmpadas de xenon;

Dicas para vender carros customizados com menos prejuízo

Para quem investiu em modificação no veículo e agora está pensando na venda, é preciso estar atento ao mercado.

Um carro nunca terá o valor esperado pelo seu proprietário, porque os gostos e as emoções que estão envolvidas na modificação não são mensuráveis. Por isso, além de estar com a documentação e a mecânica em dia, leve em consideração algumas dicas para vender o seu veículo com o melhor preço:

  • tente vender o veículo para um proprietário que integre o mesmo grupo que você, ou seja, pessoas que tenham o mesmo gosto por carros;
  • tente devolver ao carro algumas características originais, mas não invista muito, para não perder ainda mais dinheiro;
  • faça fotos interessantes do seu veículo para o anúncio, valorize a beleza e design do carro;
  • foque no público-alvo e não nos classificados somente.

É preciso levar em consideração também que boa parte do investimento realizado para as modificações pode não retornar na hora da venda do carro.

Posts relacionados

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Golpes na compra e venda de carros no Brasil: prejuízo chega a R$ 2,7 bi

Os golpes na compra e venda de carros no Brasil ainda estão em alta, confira os modelos mais visados pelos…
Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi A4 e A5 chegam com tração integral quattro e visual renovado

Audi lança modelos A4 e A5 com preços até R$ 394.990,00 para A5 na versão topo de linha A Audi…
BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

BMW M3 CS chega ao Brasil por mais de R$ 1 milhão e todas unidades vendidas

Edição limitada e mais potente do BMW M3 CS: apenas 17 unidades disponíveis que já foram vendidas no país. A…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *