Segredo – Novo Honda City: conheça os detalhes da nova geração do sedã
Novo Honda City RS Hatch 2022

Segredo – Novo Honda City: conheça os detalhes da nova geração do sedã

Conheça os detalhes do novo Honda City, que deve chegar ao mercado em versões hatch e sedã e aposentar o Fit e o Civic nacionais de uma só vez.

O Honda City parece ter ficado para trás em comparação aos concorrentes por um tempo, mas a história começou a mudar com a chegada da sua nova versão. 

cta blog venda seu carro

Apesar da estagnação por um tempo, o compacto é um dos mais vendidos do segmento, então suas mudanças para a versão 2022 foram bem aguardadas pelo mercado. 

Assim o Novo Honda City chegará ao mercado nacional muito semelhante à versão apresentada no mercado Tailandês, mas e carrocerias hatch e sedã.

Novo Honda City Hatch 2022 traseira

Dessa forma, o modelo renovado trará sob o capô o novo motor BS6 1.5 sem turbo com injeção direta de combustível. 

Com isso, o veículo será capaz de gerar 124 cv de potência e torque de 15,6 kgfm com gasolina, e 126 cv de potência e torque de 15,8 kgfm com etanol.

O propulsor já é conhecido de alguns consumidores, pois equipa as versões Touring do Civic e do HR-V. No City, será acoplado a uma transmissão CVT com simulação de sete marchas. 

O sedã ainda mostrará a versão renovada de plataforma para veículos compactos da marca japonesa, chamada de “Honda Small Car Platform”. 

Na versão básica, o cliente encontrará faróis dianteiros e lanternas traseiras com luzes halogêneas e um quadro de instrumentos analógico. 

Apesar da simplicidade, o modelo já traz em sua versão de entrada itens de segurança importantes, como controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa. A versão de entrada não terá rodas de liga, sendo em aço de 16 polegadas. 

Já na versão de topo de linha, a marca japonesa colocou faróis em LED,  retrovisores com rebatimento elétrico, tecnologia ADAS como o ACC, que é o piloto automático adaptativo, além de seis airbags. 

Novo Honda City Hatch 2022 interior

Os novos atributos na questão tecnologias semiautônomas fazem parte do  pacote Honda Sensing, que ajuda o condutor com câmeras de ponto cego, frenagem autônoma emergencial e permanência em faixa.

Versão Hatch

A grande novidade fica por conta da versão hatch, que irá ocupar o queridinho dos fãs da marca: o Honda Fit. 

O monovolume sairá de linha para que o City Hatch chegue ao mercado para brigar com grandes concorrentes, como o Toyota Yaris Sedan, Chevrolet Onix Plus e Hyundai HB20S.

Honda City atual 

Já rodando por aí, temos a versão 2021 do modelo, que tem produção local em Itirapina/SP, adaptado consumidor nacional, em comparação com suas versões do exterior. 

Apesar de ser um modelo global, em suas medidas, o City brasileiro é bem mais compacto. Isso porque possui 4,45m de comprimento e 1,69m de largura, ou seja, menor que a versão indiana, por exemplo, que tem 4,54m de comprimento e 1,74 m de largura. 

Atualmente, o sedã oferece a versão DX, com câmbio manual, e a Personal,  LX, EX, ELX com câmbio CVT, equipado com conversor de torque. 

Em sua frente, o modelo carrega o conceito “Solid Wing Face”, com faróis dianteiros e luzes de neblina em LED e para-choque redesenhado, enquanto a traseira tem lanternas de LED, spoiler e para-choque com um novo toque em comparação a versão anterior.

De novidade o City 2021 trouxe também limpadores de silicone, do tipo Flat Blade, e vidros elétricos com acionamento por toque nas quatro portas, que na versão antecessora era apenas para o motorista. 

Novas rodas de liga-leve de 16 polegadas com acabamento diamantado também equipam o veículo, exceto na versão DX,  onde as rodas são de liga-leve de 15 polegadas. 

A linha Honda City 2021 é equipada com motor flex 1.5 16V SOHC i-VTEC FlexOne que gera 115 cv de potência e 15,2 kgfm de torque. 

Apesar do propulsor fazer parte da família mundial de motores da Honda, lá fora existem versões superiores, inclusive com injeção direta, como a linha 2022 que ainda chegará ao Brasil, como citado no começo deste texto.

Falando de mecânica, a tecnologia i-VTEC consiste em um pré-aquecimento do combustível em partidas a frio, retirando assim o tanque de gasolina do cofre do motor. 

O modelo possui transmissão CVT com conversor de torque nas versões LX, EX e EXL, fazendo com que tenha uma otimização da força de tração em baixas velocidades. 

Para completar o pacote, a versão EX e EXL têm simulação de sete marchas por meio dos paddle shifts localizados no volante. 

A versão básica DX possui transmissão manual de cinco velocidades, com aspectos já conhecidos do consumidor de veículos de Honda: engates curtos e precisos. 

Preços atuais da linha 2021:

  • Honda City DX a partir de R$ 78.500
  • Honda Personal a partir de R$ 84.100
  • Honda City LX a partir de R$ 94.500
  • Honda City EX a partir de R$ 100.200
  • Honda City EXL a partir de R$ 106.500

Posts relacionados

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

Bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos? Isso já existe!

SVOLT, divisão da GWM, desenvolve bateria de carro elétrico que carrega em 5 minutos e que promete durar mais de…
Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

Dolphin Mini 5 lugares chega ao Brasil por R$119.800

BYD confirma a chegada do Dolphin Mini 5 lugares, versão esperada desde o lançamento do elétrico compacto, e com novidade…
Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Vender Carro em Santo André: Descubra a InstaCarro

Se você quer descobrir a melhor forma de vender carro em Santo André, conheça a InstaCarro e sua solução. Saiba…

2 Comments

  1. Luis Nunes de Araujo

    Excelente !

  2. ALEXANDRA SILVEIRA ALVES

    gostei

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *