Toyota Corolla atinge marca de 50 milhões de carros produzidos
toyota corolla hibrido 12 geração

Toyota Corolla atinge marca de 50 milhões de carros produzidos

O Toyota Corolla é comercializado atualmente em mais de 150 países e é fabricado no Brasil desde 1998

O Toyota Corolla é o carro de passeio mais bem-sucedido da história da indústria automobilística e atingiu recentemente a marca histórica de 50 milhões de unidades vendidas no mundo, aumentando ainda mais a vantagem para o Volkswagen Golf, que ainda não atingiu os 40 milhões de unidades.

cta blog venda seu carro

Lançado em 1966, o Toyota Corolla está desde 2018 (2019 no Brasil) em sua 12ª geração, sendo comercializado atualmente nas variações sedã, hatch de cinco portas e station wagon.

Mas ao longo da sua trajetória no mercado automotivo o médio da marca japonesa já contou com várias opções de configurações, como hatch de três portas, cupê e até uma van de uso comercial. Todas contabilizadas nesses 50 milhões de unidades.

Atualmente, o Toyota Corolla é comercializado em mais de 150 mercados e produzido em 15 países, entre eles o Brasil, onde a fábrica de Indaiatuba (SP) é responsável por atender ao mercado interno e também de exportação para outros países da América Latina, como Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e Colômbia.

Versões do Toyota Corolla

toyota corolla 1998

A fábrica brasileira começou a operar em 1998, com o Corolla de 8ª geração, e desde então já produziu 1,4 milhões de veículos. O Toyota Corolla está disponível atualmente no mercado brasileiro em seis configurações (GLi, XEi, Altis Premium, GR-S, Altis Hybrid e Altis Hybrid Premium), com preços que variam entre R$ 126.490 e R$ 166.490.

As variações flex (GLi, XEi, Altis Premium, GR-S) estão equipadas com um motor 2.0 aspirado com injeção direta de combustível, que desenvolve 177 cv e trabalha combinada a um câmbio automático CVT com dez marchas simuladas.

Já as configurações híbridas flex (Altis Hybrid e Altis Hybrid Premium) – que transformaram o Corolla no 1º carro eletrificado a ganhar produção brasileira – trazem um motor 1.8 a gasolina de 101 cv combinado a um propulsor elétrico de 72 cv, que trabalha combinado a uma transmissão automática CVT do tipo Hybrid Transaxle.

História do Toyota Corolla

toyota corolla 1966

O Toyota Corolla foi lançado inicialmente como um sedã compacto com tração traseira, que trazia um motor 1.1 de 60 cv e um câmbio manual de quatro marchas ou automático de duas marchas.

Apesar da ficha técnica modesta, eram números interessantes para o mercado japonês da época e que colocavam o modelo em uma posição de relativo prestígio, acima da faixa dos populares Kei car, que existe até hoje no mercado japonês e na época reunia apenas subcompactos com motores de até 360 cc.

Seguindo o rápido crescimento da economia japonesa na época, já na geração seguinte, de 1970, o Corolla ganharia a opção de motores de mais de 100 cv.

Nos anos seguintes, além das configurações mais populares e econômicas, o Corolla seria lembrado também por algumas versões icônicas de apelo esportivo, como o AE86 da 5ª geração, dos anos 1980. Com um motor 1.6 de 130 cv em sua versão mais potente, foi um dos últimos a contar com tração traseira.

toyota corolla 1994

O Corolla chegou ao Brasil oficialmente pela 1ª vez em 1994, na 7ª geração. Lançada em 1991 no mercado internacional, foi oferecida no mercado brasileiro nas variações sedã e station wagon, com motor 1.6 de 100 cv e 1.8 de 115 cv.

Primeiro nacional, o Corolla de 8ª geração veio inicialmente como importado, trazendo a polêmica frente de faróis redondos do carro europeu e o motor 1.6 de 107 cv nas carrocerias sedã e station wagon.

Com o início da produção brasileira, o modelo incorporou dianteira e traseira do modelo japonês, mais conservadores, e um motor 1.8 de 116 cv. Mas apenas o sedã foi nacionalizado, com a perua deixando o mercado local.

A 9ª geração foi feita entre 2003 e 2008. Com motor 1.8 de 136 cv, contou com a variação sedã e a station Corolla Fielder.

toyota corolla 2005 cinza

Esta geração saiu de cena em 2008, quando a Toyota lançou no Brasil a 10ª geração e (mais uma vez) eliminou o Corolla perua da linha. O “10” foi o primeiro a trazer a opção de motor 2.0, de 142 cv.

Em 2014, foi a vez da 11ª geração, que trouxe como grande destaca a adoção do câmbio automático CVT no lugar do antigo automático convencional de quatro marchas. Foi a última a contar com o motor 1.8.

Mercado

Entre janeiro e julho, a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) registrou que 23.821 unidades do modelo foram  emplacadas no Brasil. Desse total, 4.287 foram das variações híbridas flex.

Reconhecido pela robustez e pela baixa manutenção, o Toyota Corolla repete no mercado de usados o bom desempenho do ranking de carros novos.

Em julho, foi o sedã médio mais negociado do Brasil, com 24.775 unidades e a 7ª colocação no ranking geral de automóveis de passeio, sendo superado apenas por modelos compactos.

Galeria Toyota Corolla

Posts relacionados

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Novo Polo Rock in Rio: VW lança versão especial, confira

Em comemoração aos 40 anos do festival Rock in Rio, a Volkswagen lança uma edição especial do Polo Track A…
Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Lexus ES 300h e NX 350h chegam em 2025 com novidades

Modelos híbridos da Lexus ES 300h e NX 350h recebem novos equipamentos como sistema de som Mark Levinson e carregador…
Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Stellantis investe de R$ 3 bilhões no Brasil para produção de carro

Investimento da Stellantis em Porto Real terá foco na plataforma CMP do C3 e C3 AirCross, mas Jeep Avenger pode…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *