Bateria de carro: tudo o que você precisa saber

Bateria de carro: tudo o que você precisa saber

Entenda como a bateria do carro funciona e como prolongar a vida últil

Um desses componentes do carro que certamente vai te deixar na mão se falhar é a bateria. É um equipamento importante para ter atenção na manutenção automotiva. Além de ser fundamental para dar partida ao veículo, a bateria também tem a função de manter em funcionamento os componentes elétricos enquanto o motor não está desligado, como o sistema de som, vidros elétricos, travas e alarme.

cta blog venda seu carro
quanto vale o seu carro na instacarro

Mas tem como se prevenir de surpresas com atitudes diárias que vão muito além da revisão do carro.

Como funciona a bateria de carro

A bateria de carro, de uma maneira geral, possui uma placa para o eletrodo positivo (dióxido de chumbo) e uma para o negativo (chumbo poroso) que são banhadas por ácido sulfúrico diluído em água pura.

Esse líquido flui de um lado para o outro entre os separadores dessas placas através de seus microfuros. Este processo gera a reação química necessária para gerar eletricidade. É importante entender que estes separadores também tem a função de isolar mecanicamente as placas positivas e negativas para evitar que ocorra um curto-circuito da bateria.

Quando um equipamento solicita uma demanda elétrica da bateria, a corrente flui do polo positivo para o negativo. Sendo assim, este processo gera uma nova reação química, a de formação e depósito de sulfato de chumbo nas placas e, por consequência dessa reação, a carga da bateria diminui.

É aí que entra o alternador (ou o dínamo no caso de veículos muito antigos). Basicamente falando, este gerador alimenta a bateria com energia e este processo reverte o processo químico que reduz sua carga, ou seja, as placas voltam a ter somente dióxido de chumbo (positivo) e chumbo poroso (negativo).

O processo é repetido inúmeras vezes durante o funcionamento do veículo e também durante a vida útil da bateria. No entanto, ele não é 100% eficiente porque a eletricidade decompõe a água (hidrolisa) presente no eletrólito em seus elementos químicos (hidrogênio e oxigênio), que acabam sendo liberados em forma de gás. É por isso que durante sua vida útil a bateria “gasta água”.

Bateria SLI

A bateria SLI é também chamada de bateria convencional, ou chumbo-ácido. É a bateria mais comum e barata.

Bateria EFB

A bateria EFB é uma evolução das SLI e são utilizadas em veículos que precisam dar várias cargas rápidas para dar partidas em sequência, como os veículos que possuem start-stop, por exemplo.

Baterias AGM

As baterias AGM (Absorbent Glass Mat, em português Manta de Vidro Absorvente) são as mais modernas do mercado. São indicadas para veículos que possuem turbo eletrônico e/ou freio regenerativo, por exemplo.

Essas baterias têm a capacidade de regenerar-se rapidamente após um alto consumo de sua carga, além de armazenar com rapidez a energia recebida pelo sistema de frenagem regenerativa, por exemplo, por isso é muito utilizada em veículos híbridos.

Na hora de comprar uma bateria para o seu carro é importante saber qual tipo ele usa. Isso porque, se você instalar uma bateria de tipo errado no seu carro corre o risco de danificar equipamentos.

Como trocar a bateria do carro

O processo de troca da bateria de carro é bem simples, mas precisa de cuidados para não causar danos ao componente ou mesmo ao sistema elétrico do veículo.

1. Desconecte os polos

Na hora de retirar a bateria, desconecte primeiro o polo negativo (-) e, em seguida, o polo positivo (+).

2. Remova a bateria de carro

Remova a bateria antiga do seu compartimento. Normalmente há uma trava ou cinta que fixa ela ao veículo. Mas lembre-se que itens que tenham códigos de programação como rádio e relógio podem ser desconfigurados ao retirar o equipamento;

3. Remova todo o plástico da bateria nova

Antes de instalar a bateria nova, elimine todo o plástico da embalagem. A presença do plástico pode atrapalhar a bateria em seu processo de eliminação de gases internos gerados pelo processo eletroquímico em seu interior e, em casos extremos, pode fazer com que a bateria exploda.

4. Insira a bateria nova na posição correta

Coloque a bateria nova em seu compartimento e, em seguida, ligue primeiro o pólo positivo (+) e, em seguida, conecte o pólo negativo (-).

Aperte bem os terminais e fixe a bateria ao veículo em seu sistema de fixação original

Caso tenha dúvidas de qual cabo é o cabo positivo e qual é o negativo, mantenha a mesma posição da bateria antiga seguindo a ordem dos cabos + e – coincidindo com os pólos + e – da bateria.

Caso na hora de instalar a bateria nova o carro já esteja sem a bateria e não tenha como fazer esse comparativo, o cabo positivo normalmente é o mais longo e o negativo o mais curto.

Além disso, o cabo negativo é fixado à carroceria por um parafuso e é encapado em preto, enquanto o positivo costuma ser vermelho.

Como aumentar a vida útil da bateria de carro?

bateria do carro

1. Nunca esqueça componentes elétricos ligados

Quando você dá partida no motor do veículo, esse é o momento em que a carga da bateria é drenada de maneira mais significativa. Por isso, é preciso que a bateria esteja em sua melhor forma para este momento. Assim, quando desligar o veículo, confira se você esqueceu algo ligado, como rádio, faróis, ventilação interna ou um adaptador de tomada 12V plugado, por exemplo.

2. O carro vai ficar muito tempo parado? É melhor desconectar a bateria dos terminais

Se você acha que carro desligado não gasta bateria, você está errado. Há uma série de componentes que consomem carga da bateria em função “stand-by”, como o alarme e aquele relógio digital do painel, por exemplo.

Assim, caso você fique um período superior a uma semana sem utilizar o carro, desligue os terminais da bateria, pois isso vai preservar a carga do componente por um período maior. Ah, na hora de religar os cabos, inicie pelo cabo positivo e, em seguida, o negativo.

3. Proteja os terminais

Os veículos modernos normalmente já trazem uma proteção plástica sobre os terminais positivo e negativo da bateria, ou pelo menos sobre um deles. Isso previne que objetos metálicos os danifiquem ou por acidente possam ocasionar um curto-circuito.

4. Mantenha os terminais limpos

Sem a proteção nos terminais, os polos da bateria expostos a umidade e oscilação da temperatura ficam sujeitos à oxidação. Este resíduo esverdeado, chamado azinhavre (ou zinabre) acaba gerando um aumento da resistência elétrica do componente, ou seja, faz com que a bateria perca rendimento e diminua sua vida útil.

Uma forma de eliminar o zinabre é fazer uma mistura de água com bicarbonato de sódio e realizar a limpeza do resíduo. Não se esqueça de fazer isso com o carro desligado e de secar bem os terminais antes de religá-los aos cabos.

5. Faça revisões no alternador

Sua bateria parou de funcionar, você mandou dar uma carga nela e pouco tempo depois ela voltou a dar o mesmo problema. Você acha que a bateria já venceu e compra uma nova e, de repente, ela falha novamente do mesmo jeito. Pois é, a culpa não é da bateria, mas sim do alternador que não está carregando adequadamente.

Neste caso, sempre que sua bateria perder a carga sem um motivo aparente (como esquecer algum componente elétrico ligado), consulte um auto-elétrico de confiança e peça para ele fazer um diagnóstico no componente.

Antes de instalar novos acessórios, consulte um especialista

Se você vai instalar um sistema de som mais potente no seu carro, por exemplo, é importante consultar um profissional para que ele se certifique de que a capacidade da bateria é suficiente para comportar este novo consumidor.

Mas, não basta só focar na bateria, é importante saber também se o alternador terá capacidade de carga suficiente para esta bateria. Dependendo da análise, pode ser necessário trocar ambos para manter a eficiência do conjunto.

Loja de bateria de carro: como encontrar uma boa

Encontrar uma loja de baterias de carro não é tão difícil quanto parece. Na maioria dos bairros há lojas especializadas na venda exclusiva destes componentes, bem como podem ser encontradas nas principais autopeças.

Também é possível comprar baterias pela internet, pesquisando no buscador de sua preferência, ou direto nos sites dos principais marketplaces do Brasil.

Escolher a bateria certa para o seu carro não é uma tarefa difícil, mas é preciso tomar alguns cuidados.

Instalar uma bateria incorretamente pode fazer com que ela entre em curto-circuito, e escolher uma de capacidade divergente da necessidade do sistema elétrico do seu carro pode causar danos ao veículo.

Vale ressaltar que algumas fabricantes de baterias, inclusive, oferecem o de levar a bateria nova até você e instalar no seu carro, fato que facilita sua vida e lhe dá a certeza de que tudo vá funcionar como deve

Posts relacionados

InstaCarro realiza venda de carros em até 24H

InstaCarro realiza venda de carros em até 24H

Há mais de 10 anos a InstaCarro vem inovando no Brasil vendendo carros em ritmo acelerado, pelo aplicativo e sem…
Congresso aprova programa MOVER de incentivo ao setor automotivo

Congresso aprova programa MOVER de incentivo ao setor automotivo

Com a aprovação do Programa MOVER, ANFAVEA prevê um futuro promissor para o setor automotivo, com foco em sustentabilidade e…
Ford Territory 2024: SUV é ótima opção no mercado, mas ainda comete pecados bobos

Ford Territory 2024: SUV é ótima opção no mercado, mas ainda comete pecados bobos

Ford Territory 2024 é uma surpresa agradável para quem busca um SUV espaçoso, tecnológico e com bom custo-benefício, mas raiz…

3 Comments

  1. ILSON BORGES DA SILVA

    Parabéns,bem explicado e direto ao ponto eficiente e muito útil.

  2. Daniela Souza

    Excelente conteúdo bem explicado.

  3. Deacides

    Estas dicas sao impotantes.li tudo aprender faz bem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *